Resenha: ‘Num Piscar de Olhos – Teodora Kostova’

​Oiiiii gente. A resenha de hoje é do primeiro livro da série Heartbeat, Num Piscar de Olhos, publicado pela nossa parceira Editora Charme. E gente, é uma fofura que só vendo rs Eu recebi o segundo livro em parceria, mas queria apresentar o início da história para vocês.

Confere a sinopse…

“Stella passou por grandes perdas em sua vida. Lidou com a morte muito jovem e com a saudade da sua melhor amiga, que foi morar na Itália com a mãe. Quando a vida está começando a entrar nos eixos, a notícia de que ela está com câncer a deixa novamente sem chão. Após o doloroso tratamento, os médicos acreditam que Stella está finalmente recuperada e ela decide passar um tempo em Gênova, na Itália, para reencontrar sua prima e melhor amiga, antes de retornar ao médico para fazer o exame que determinará se ela está realmente curada. O que ela não imaginava é que a Itália vai lhe dar uma nova razão para viver. Max se apaixona por Stella à primeira vista, mas conquistá-la não será fácil, já que há muita coisa que pode mantê-los separados para sempre. Após muita luta Max finalmente vence sua resistência e conquista seu lugar ao lado da mulher que ama. Mas será que Max e Stella serão fortes o suficiente para lutar não só por seu amor, mas também por suas vidas?”

Nossa história começa com um curto prólogo nos dando um vislumbre da vida de Stella. Ela quase não tem amigos por não suportar os papinhos superficiais das garotas da sua idade e por preferir mil vezes sair com seu irmão Eric e os amigos dele, que praticamente a adotaram. Apesar de Eric ser 4 anos mais velho ele sempre incluiu Stella em seus planos. Pelo menos aqueles em que Stella poderia ir com seus 14 anos, como jogos de futebol, boliche etc. Stella tem uma única melhor amiga, sua prima Lisa. Suas mães são melhores amigas desde a faculdade e depois de Niki, mãe de Lisa, se casar, ela apresentou o cunhado para Hellen, mãe de Stella, e desde então a relação só se estreitou e eles são uma família unida e feliz.

24008460_1136834543114177_1635147990_n

Mas quando Stella menos espera sua vida dá uma virada inesperada. Um cara bêbado bate no carro onde estava o pai, o tio e o irmão de Stella, depois de saírem de um jogo de futebol, e é claro que o único que sobrevive é quem causou o acidente. As mulheres dessa família ficam destruídas e diferente de Hellen que luta pra ficar firme e se apega a cada lembrança pra ficar mais próxima do marido e filho, Niki não consegue lidar com a situação de ficar na mesma casa e lugar rodeada de memórias e decide se mudar para Itália com Lisa, cortando qualquer tipo de contato com Stella e Hellen.

Quatro anos se passam e mesmo ainda sentindo a perda, não só do pai e irmão mas também de Niki e Lisa, Stella ainda mantêm contato com sua prima. Ela e sua mãe conseguiram dar a volta por cima. Mas quando Stella acha que tudo está nos trilhos, vem uma notícia que vai mudar tudo outra vez. Stella é diagnosticada com câncer no fígado. Sua sorte é que foi descoberto cedo e com todo o tratamento ela tem chances de cura. Se antes não descobrimos como Stella é forte, nesse momento ela deixa claro que é. Ela só pensa em sua mãe e como é injusto que além dela ter perdido o filho e o marido ela ainda corra o risco de perder a filha e ficar sozinha. Stella não consegue aceitar que sua mãe, tão incrível como é, passe por mais esse sofrimento.

Dez meses mais tarde e duas cirurgias no fígado, Stella toma a decisão de passar o verão em Gênova, na Itália, onde sua prima mora. Ela morre de saudades de Lisa e apesar da segunda operação ter corrido bem, o câncer ainda tem chances de voltar, e se voltar, é muito provável que Stella vá para a lista de doadores. Conseguir alguém compatível não é algo fácil. Os médicos a querem de volta em 3 meses para um check-up, então nesse meio tempo Stella quer esquecer do câncer e de todo o resto e só quer viver e curtir o quanto puder, sem planos para o futuro.

E logo em seu primeiro dia em Gênova, andando na praia ela vê um salva vidas maravilhoso e o encara sem conseguir tirar seus olhos dele. Eles não se falam nem nada, mas Stella fica vergonhosamente de boca aberta o que claro, chama atenção do cara, que dá uma piscada para ela e abre um sorriso. Mais tarde ela descobre que ele é Max, melhor amigo de Lisa, o mesmo que a prima já tinha a alertado que era um conquistador nato. Assim que eles são apresentados formalmente, Max se interessa imediatamente por Stella e tenta conquistá-la, bem como Lisa previu. Apesar de tudo, Stella fica totalmente atraída por Max, é uma ligação que ela não sabe explicar.

Max é o típico cara incrível. Apesar de ter passado por momentos bem difíceis no passado, ele é um cara com um grande coração, além de ser sexy ao extremo. Ele trabalha de salva vidas de dia e de barman a noite, tudo para economizar para a faculdade. Logo que conhece Stella ele se sente atraído por ela, além de achar adorável sua nítida tentativa de se afastar dele apesar do desejo estampado em seus olhos. Isso o intriga a princípio mas conforme o tempo ao lado de Stella os deixa mais próximos, ele não vai desistir de conquistá-la.

“Quando a vida lhe der limões, pegue sal, copos e os encha com tequila.”

Conforme Lisa percebe a atração mútua entre Stella e Max, ela deixa claro sua desaprovação. Stella estranha a atitude da prima e chega a conclusão que Lisa gosta de Max. Mas isso está longe da verdade e o real motivo de Lisa não querer que os dois se envolvam é saber que eles sairão machucados. Stella voltará para sua casa no Reino Unido em dois meses e além disso, ela tem câncer.

Stella sabe que Lisa tem razão, não é justo ela se envolver romanticamente com alguém sabendo que o câncer pode voltar e ela não sobreviver, mas é meio impossível não ficar ressentida. Eu fiquei totalmente, apesar de Lisa só estar querendo proteger seus amigos, principalmente Max. Lisa afirma que Max não lidará bem sabendo que Stella tem câncer. Isso está ligado a algo na história de Max que até então não sabemos, mas vamos pescando detalhes e fica um pouco óbvio.

“— Eu não quero me sentir daquele jeito de novo e eu não sei o que fazer. Você não quer ficar comigo, mas é óbvio que não podemos ser apenas amigos.”

Stella então fica mais determinada a só ser amiga de Max, mas ele não facilita as coisas. Ele quer Stella e deixa isso claro como água. Sentimentos começam a crescer e Stella começa a perder sua determinação. Ela então decide se entregar a Max no tempo que falta para ela voltar para casa, com a promessa dos dois de que quando sua estadia na Itália chegar ao fim, ela partirá e o caso deles terá um fim.

Os dois estão “bem” com essa decisão a princípio, mas neste ponto Max já está totalmente apaixonado e só não se declara por medo de Stella fugir. Ao mesmo tempo ele vai fazer de tudo para que ela não consiga viver sem ele. Já Stella apesar de corresponder a esse sentimento, não acha justo colocar Max nesta posição de ver ela doente, ou pior, morrendo aos poucos com a doença. Ela quer ser otimista, mas seu futuro sempre será incerto. Max não vai deixar ela decidir por ele. Ele não vai desistir de Stella.

Esse livro é maravilhoso do começo ao fim. Contado em terceira pessoa, temos muitos pontos de vista que nos fazem ter uma visão bem ampla de toda a história. Apesar de não ser minha narrativa preferida, ter os pontos de vista, principalmente de Max e Stella, me ganhou. A história flui com facilidade apesar de parecer que Stella conta seu cotidiano quase que diariamente, sem grandes pulos de tempo. Temos literalmente esse amor sendo construído dia após dia. É lindo de se ver.

Max após perder o pai, se revoltou um pouco e após um grande surto de raiva ele procura ajuda num grupo de apoio e é lá que ele conhece Lisa, que chega em Gênova perdida com a morte do pai e toda a mudança. Eles se apoiam muito desde então e eu amei ver essa amizade deles. Eles brigam, se provocam, mas na hora que as coisas ficam difíceis, eles sabem que podem contar um com o outro. Esse grupo de amigos só melhora com Beppe e Gia, melhor amigo e irmã de Max. Com a chegada de Stella, eles se dão bem logo de cara. Eu me diverti muito com Beppe e apesar de não ter visto muito de Gia, já sei que o próximo livro é desse casal e estou mega ansiosa.

Stella tem uma tatuagem, 3 símbolos japoneses em seu ombro que significam: amor, sonhos e sorte. Ela acredita que seja as três coisas que ninguém pode viver sem. Max concorda com ela, mas diz que há outra coisa tão importante quanto: Esperança. E essa é a palavra do livro pra mim. Eles precisam ter esperança que tudo vai dar certo. E quando todas as cartas estiverem na mesa, isso será essencial.

“Lute por aquilo que você realmente quer e nunca, nunca se contente com nada menos. Não exista. Viva.”

Eu amo a capa deste livro. A Charme manteve a capa original e eu acho que ela se encaixa de tantas formas na história deste casal. A fonte e espaçamento é ótimo para uma leitura confortável. Aquela diagramação da Charme que você respeita e a gente não cansa de elogiar não é mesmo? rs

Eu amei demais esse livro. Tem aqueles clichezinhos gostosos que a gente ama, amigos divertidos e verdadeiros, aquela dose de drama moderada, além de uma mocinha forte e um mocinho de arrancar suspiros. Durante toda a leitura eu me pegava sorrindo feito uma boba. Eu vou deixar minhas 5 Angelicas mais que merecidas aqui e já correr pro próximo livro da série.CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

7 comentários em “Resenha: ‘Num Piscar de Olhos – Teodora Kostova’

  1. “Lute por aquilo que você realmente quer e nunca, nunca se contente com nada menos. Não exista. Viva.” Excelente este pensamento, e muito boa a resenha, não conhecia o autor, mas com certeza seria uma ótima leitura, parabéns!!!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Ai, eu amei muito essa resenha! Estudei oncologia e sei o quanto é dramático quando você recebe um diagnóstico desse, e o quanto você quer preservar aqueles que você ama 😦 fiquei curiosíssima!! Entrou na minha listinha, parabéns pela resenha ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s