A Hora do Chá ‘Nunca Diga Não a um Duque – Madeline Hunter’

Oi ooooi gente! Estou de volta para a coluna mais amada desse blog. E escolhi falar sobre Nunca Diga Não a um Duque, da Madeline Hunter. Esse é o terceiro livro da série Decadent Dukes Society, que nos trás três duques amigos e que vão encontrando o seu caminho na vida. Depois de Adam e Gabriel, chegou a hora de Eric ganhar o protagonismo, como o duque mais ducal da história. Antes de falar mais, fiquem com a sinopse…

Continuar lendo “A Hora do Chá ‘Nunca Diga Não a um Duque – Madeline Hunter’”

A Hora do Chá: ‘Um Amor E Nada Mais – Mary Balogh’

Oi gente!! O livro de hoje é muito especial, porque vem encerrar uma série que estou acompanhando desde o lançamento do primeiro livro e que nem imaginava que amaria tanto. Está difícil dizer adeus está série, mas a Mary Balogh guardou para o final, justamente o livro do fundador de O Clube dos Sobreviventes. George, o duque de Stanbrook, vai contar sua história e já preparei meus sais, afinal, essa é uma história que sempre quis saber, mas a autora foi nos cozinhando. Enfim, fiquem com a sinopse…

Continuar lendo “A Hora do Chá: ‘Um Amor E Nada Mais – Mary Balogh’”

Resenha ‘Malibu Renasce – Taylor Jenkins Reid’

Oi ooooi gente! Hoje eu venho falar sobre o último lançamento da minha deusa, Taylor Jenkins Reid. Tenho falado o quanto ela se tornou uma das minhas autoras favoritas e, a cada livro que leio, isso se confirma. Dessa vez, trago a resenha de Malibu Renasce. Esse livro se passa no mesmo universo que Os Sete Maridos de Evelyn Hugo e Daisy Jones & The Six, contando a história de Mick Riva e seus filhos. E, logo que foi lançado, já foi confirmado como adaptação, socorrooo! Antes de comentar mais, fiquem com a sinopse…

Continuar lendo “Resenha ‘Malibu Renasce – Taylor Jenkins Reid’”

Terça Charmosa ‘Coração Rebelde – Vi Keeland e Penelope Ward’

Oi ooooi gente! Estou chegando com mais uma Terça Charmosa e voltando a falar sobre a Duologia Rebel de Vi Keeland e Penelope Ward. A história de Gia e Rush começou com Herdeiro Rebelde, agora é hora de falar sobre Coração Rebelde. Vale falar que essa é uma continuação direta do livro anterior, sendo assim, essa resenha vai ter alguns spoilers sobre o primeiro livro, nada muito sério, mas alguns eventos acabam movendo essa segunda parte. Antes de mais comentários, fiquem com a sinopse…

Continuar lendo “Terça Charmosa ‘Coração Rebelde – Vi Keeland e Penelope Ward’”

Tudo o que aconteceu no #Tudum, o evento global da Netflix

Oi ooooi gente! Hoje é quase um Plantão do Além! Estou fazendo essa matérias as pressas, mas foram TANTAS novidades que a Netflix liberou ontem (25), que seria impossível fazer posts em nossos perfis de Facebook e Instagram. Depois de oferecerem um almanaque lindo de presente, eles trouxeram uma versão online do #Tudum que, anos atrás, aconteceu pela primeira vez, aqui no nosso Brasilzão, em São Paulo. Foram mais de três horas de evento, com vários anúncios, trailers e cenas de produções que vem por aí. Foi muito surto, alémzetes!

Antes de cada trecho apresentado, foram feitas introduções, bate-papos e interações com o elenco. Isso vocês podem encontrar na própria live, porque o canal não liberou essas apresentações. Por isso mesmo, vou deixa o link dela aqui também. Vocês podem assisti com legenda! Só ir em ‘Detalhes’, depois ‘Legenda/CC’. Chega de falar. Aproveitem as novidades que a patroa Netflix tem para nos oferecer! Vale a informação que não comentamos sobre tudo do evento, apenas os principais pontos. No vídeo do evento completo, ainda tem muito mais coisa.

Continuar lendo “Tudo o que aconteceu no #Tudum, o evento global da Netflix”

A Hora do Chá: ‘Uma Aposta Irresistível – Tessa Dare’

Oi gente! Hoje é dia de chá e eu amo todas as vezes que trago algum livro da Tessa Dare para esta coluna porque é certeza de boa leitura e dessa vez não foi diferente. Uma Aposta Irresistível é o terceiro livro da série Girls Meets Duke e confesso que era um dos que mais esperava já que Lady Penélope, eu diria, que é mais desajustada entre as amigas. Ela já me arrancou boas gargalhadas nos livro anteriores, então fiquei muito animada para finalmente conhecer quem realmente é a jovem dama. Mas antes de mais nada, eu vou deixar um AVISO DE GATILHO, pois essa história aborda um tema delicado. Enfim, fiquem com a sinopse que já conto mais sobre o livro…

Continuar lendo “A Hora do Chá: ‘Uma Aposta Irresistível – Tessa Dare’”

Terça Charmosa: ‘Coração Valente – Katy Regnery’

Oi gente! Estou de volta para mais uma Terça Charmosa, e o meu escolhido de hoje é mais um lançamento da Katy Regnery no Brasil. Eu já conheço a escrita da autora de outros livros, então estava bem animada para Coração Valente e, ao ler a sinopse, eu já preparei minha caixinha de lenços e as lagrimas para derramar. Mas sinto que criei expectativas que não foram atendidas. Eu já conto mais da história, então fiquem com a sinopse…

Continuar lendo “Terça Charmosa: ‘Coração Valente – Katy Regnery’”

Crítica da Série: ‘La Casa de Papel – 4ª Temporada + Documentário’

Oi gente!! Eu estou de volta para falar de La Casa de Papel e dessa vez falaremos da Parte 4 e do Documentário que estrearam juntos no dia 03 de abril de 2020. Eu assisti, mas fiquei devendo a crítica e como no último dia 03 de setembro estreou a Parte I da 5ª Temporada, nada melhor do que relembrar o que estava acontecendo, certo? Eu não vou falar muita coisa nessa introdução, então fiquem com a sinopse e o trailer que a gente já fala mais um pouquinho sobre a série…

“A quarta temporada de La Casa de Papel começa frenética. O Professor acredita que Lisboa foi morta. Rio e Tóquio acabam explodindo um tanque do exército. Enquanto isso, Nairóbi está lutando para sobreviver. Para intensificar as coisas, um novo inimigo está surgindo, e irá dificultar os planos do grupo de assaltantes.”

A Parte 4 chegou em 2020 e como falei na crítica anterior, a série agora se encaixou no padrão do streaming, então temos 8 episódios entre 43 e 61 minutos. E durante esses oito episódios não faltou ação, emoção e tensão para nos deixar totalmente catatônicos. O assalto ao Banco da Espanha está em andamento e muitas coisas saíram do controle do Professor (Álvaro Morte) que vai ver sua equipe se desfazendo enquanto a polícia fecha o cerco. Essa temporada foi frenética demais e também muito emocionante, não dá pra assistir sem ficar totalmente ligado a série. O episódio final da Parte 3 nos deixou em cólicas para saber como que o plano daria certo tendo tantas baixas e quando falo de baixas, não é de mortes, mas de feridos, tanto físico quanto mentalmente. A verdade é que apesar de estarem ‘preparados’ para este novo assalto, a realidade foi bem diferente e cada um deles teve que lidar com isso.

Vamos falar um pouco sobre a Parte 4, então é possível levantar várias coisas que aconteceram nas temporadas anteriores, então se você não leu, corre lá nas matérias anteriores para saber tudo que eu já falei aqui sobre La Casa de Papel. O assalto tem várias etapas e o Professor está preparado para cada tática da polícia, mas ele não contava que a inspetora Sierra (Najwa Nimri) fosse tão sádica ao ponto de além de, ter torturado o Rio (Miguel Herrán) por meses, usar as informações que sabe sobre eles para atingi-los e a sua grande vítima foi Nairóbi (Alba Flores). A ladra teve um filho muitos anos atrás e ele vem sendo criado por uma família adotiva, mas ela nunca esqueceu do menino e a inspetora vai usar justamente esse lado materno dela. A moça vai até a janela para ver o filho e acaba sendo atingida por um tiro e já começamos essa temporada com Nairóbi entre a vida e a morte. Esperamos meses para saber se a personagem sobreviveria.

lacasadepapel1

Não só sobreviveu, mas o Professor já tinha um médico pronto para ajudar nossos assaltantes em caso de serem feridos gravemente, além de terem equipamento médico necessário para qualquer cirurgia. Eles já passaram por isso no assalto anterior, então estão preparados para cuidar dos possíveis feridos. A própria Tóquio (Úrsula Corderó) realiza a cirurgia já que assumiu o comando, enquanto a outra parte dos assaltantes seguem com o plano. Mas tivemos um outro plot deixado na temporada anterior que é a possível morte de Lisboa (Itziar Ituño). O Professor ouviu os tiros e acaba entrando em pânico, mas ele é a cabeça por trás do plano todo e precisa se manter calmo para não prejudicar o andamento do assalto. Só que quando a realidade de perde seu amor o atingiu, a frieza dele foi deixada de lado e vimos um homem completamente devastado.

Como tudo isso acontecendo, a Fase 3 do plano está em andamento que nada mais é do que resistir o máximo possível para que eles tenham tempo de fundir e extrair todo o ouro. Ao atingirem Nairóbi e Lisboa, a resistência é ainda mais necessária porque uma guerra foi declarada. O comando interno também já tinha sofrido, pois Palermo (Rodrigo De la Serna) é instável e apesar de ser um gênio, ele não sabe jogar em grupo e acaba colocando a operação em perigo. Seu passado é explorado através de flashbacks e assim é possível ver que ele sempre teve um comportamento autodestrutivo e que algo no relacionamento com Berlin Pedro Alonso) o marcou para sempre. Por causa do ataque a Nairóbi, o grupo fica desestabilizado e Tóquio vê a necessidade de reaver a liderança e colocar um ponto final no caos, mas novamente somos surpreendidos e entraremos numa fase cheia de ação e tensão e com com consequências irreversíveis.

lacasadepapel2

Parece que contei muitas coisas, né? Mas tudo que mencionei até aqui aconteceu nos dois primeiros episódios e nas temporadas anteriores. Pra mim essa temporada foi recheada de plot twists, tudo que foi iniciado lá no começo do assalto ao Banco da Espanha, não foi resolvido por aqui e estamos longe de ver o final, já que temos esta nova temporada e ainda dividida em duas partes. Se a temporada 03 abordou as falhas do sistema, mostrando toda a sujeira que as autoridades podem usar a seu favor, nesta temporada vemos os personagens lidando com seus sentimentos e com seus relacionamentos amorosos e até mesmo entre as amizades criadas já no primeiro assalto. Tudo estava planejado, mas estamos falando de pessoas e a cada novo episódio vamos observando como cada um vai lidando com todos os sentimentos que um grande assalto pode causar.

Vimos um amadurecimento de cada um deles, principalmente de Tóquio, quando ela direciona sua atenção ao bom funcionamento da operação e não em seu relacionamento amoroso com Rio. Não que isso não fique martelando na cabeça de ambos, mas o foco acaba sendo direcionado a completar o assalto. Além disso, vimos que Rio está emocionalmente instável e uma das partes mais tensas da trama, vai acontecer justamente por ele não conseguir reagir a tempo. E digamos que está temporada vai explorar muito esse lado humano dos assaltantes. Eles entraram ali para resgatar um de seus companheiros e agora estão todos dentro de uma panela de pressão, onde muitas coisas serão ditas no calor do momento e talvez não haja tempo de consertar relações que estão se desfazendo.

Money-Heist-Season-5

É inegável o quanto os personagens que já conhecemos continuam se destacando nesta 4ª Parte, mas também tivemos personagens inseridos na última temporada sendo muito mais explorados nessa season. É o caso da inspetora Sierra. Ela é chamada assim que capturam Rio para que possa interrogá-lo e descobrir o paradeiro dos demais membros da gangue. Ela não vai poupar métodos totalmente fora da lei para torturar o rapaz e isso alimenta a vingança vindo do Professor. A personagem tinha tudo para arrancar a solidarizarão do público afinal está grávida e recentemente ficou viúva, mas o caráter de Sierra não deixa que ninguém sinta pena dela. Além disso, a temporada acaba num momento crucial onde a inspetora terá grande participação. Outro personagem que servirá de combustível nesta temporada é o chefe de segurança do banco, Gandía (José Manuel Poga). Ele já tinha aparecido na temporada anterior, mas quando gangue entrou, a equipe que fazia a segurança particular do governador do banco foi rendida e Gandía alimentou seu ódio durante todo o tempo que esteve como refém, mas infelizmente, ele se soltará e será um dos grandes vilões da temporada. 

Além de tudo que acontece nesta temporada, a Netflix ainda liberou o documentário ‘La Casa de Papel: El Fenómeno’, que mostra os bastidores das filmagens das partes 03 e 04, mas o mais importante é que vai mostrar como todo mundo recebeu a notícia de que a série tinha sido comprada pela gigante do streaming depois da primeira temporada ter sido um grande fracasso na Espanha. Todos eles foram surpreendidos pelo fenômeno que a série se tornaria após ser distribuído mundialmente e se emocionaram ao voltar aos estúdios para gravar novas temporadas para seus personagens. Do dia para noite viram suas redes sociais explodirem com cada vez mais seguidores, assim como a série se tornando uma das mais vistas em vários países, incluindo o Brasil. A equipe por trás das câmeras também ficou extremamente surpresa, principalmente o criador da série, Álex Pina, que acabou assinando um contrato milionário de exclusividade com a Netflix. O documentário é super descontraído e é emocionante ver o quanto a série mudou a vida deles. Super indico assistir, mas como são bastidores, o ideal é assistir após a Terceira Temporada.

336166--la-casa-de-papel-e-renovada-oficialmen-696x0-2

A Parte 4 não entregou um final para este roubo, mas deixou várias pontas para o novo ano da série. Perguntas que devem ser respondidas somente na Quinta Temporada que já está no ar. O que eu sei é que preciso saber se esse assalto vai dar certo, pois, diferentemente do assalto a Casa da Moeda, este nos leva a acreditar que ainda há muitos furos neste plano e que o Professor talvez não estivesse tão preparado para ele. Com várias cenas de flashbacks, aprofundamento na trama de alguns personagens, muito tiro, porra e bomba, La Casa de Papel se prova a cada nova temporada porque se tornou uma das séries mais assistidas no mundo. A temporada equilibra doses de ação e drama, com personagens que se tornam cada vez mais humanos e também com fidelidade extrema ao seu líder. Pra mim continua impecável, mesmo que eu tenha chorado bastante em alguns episódios, e super vale assistir.  

Sessão de Filmes ’11 de Setembro’

Oi ooooi gente! Geralmente, trazemos temas mais animadores para a Sessão de Filmes, ou qualquer nome que a gente dê para as matérias de filmes e séries, mas hoje não poderia deixar de citar aquele que foi o primeiro grande marco do século 21. Nesse sábado, 11 de setembro, completam 20 anos desde os atentados terroristas nos Estados Unidos, que se tornaria o maior ataque a seu território, desde o bombardeio à base de Pearl Harbor, na segunda guerra mundial.

A verdade é que a maioria de nós tem uma lembrança daquele dia, mesmo sendo novos. No meu caso, eu tinha apenas oito anos, mas me lembro perfeitamente daquela manhã de terça. Assim como todo o susto e caos que surgiram após dois aviões se chocarem contra as torres gêmeas do World Trade Center, em Manhattan. Logo viriam mais notícias sobre um caindo sobre o Pentágono e outro em uma área desabitada da Pensilvânia. Ao todo, foram quase 3 mil pessoas foram mortas, além dos 19 sequestradores. Tudo isso deu início da Guerra ao Terror, onde o EUA invadiu o Afeganistão para derrubar o Taliban, que deu abrigo aos homens da Al-Qaeda, além de começar a longa caçada a Osama Bin Laden, que foi morto apenas em maio de 2011. No último mês de agosto, depois de 20 anos, os Estados Unidos retiraram suas tropas do Afeganistão.

É difícil imaginar quem não conhece essa tragédia, de tão grandiosa que foi. Seja pelos motivos de 2001, ou até pelo o que está acontecendo por agora, mas as artes também estão envolvidas com várias produções para contar os mais variados de vista. Entre filmes, séries e documentários, entre tramas fictícias e reais, a história desse dia tão marcante vem sendo apresentada até hoje, inclusive com materiais inéditos. Então, espalhados entre os vários serviços de streamings existentes, trouxemos 11 opções que ajudam a entender aquele dia tão marcante.

Continuar lendo “Sessão de Filmes ’11 de Setembro’”

A Hora do Chá ‘Resistindo a um Libertino – Aline Sant’Ana ‘

Oi ooooi gente! Estou chegando na minha amadíssima coluna de Romances de Época com uma novidade. Não só Resistindo a um Libertino é lançamento, como também é o primeiro livro do gênero que a Aline Sant’Ana escreve. Quem me acompanha por aqui, sabe que eu sou apaixonada por toda e qualquer coisa que ela escreva, quando soube que viria uma novidade dessas… eu surtei! Esse seria a última história da série Sem Fronteiras Para o Amor, mas acabou ganhando ares muito maiores. Antes que eu fale mais, fiquem com a sinopse…

Continuar lendo “A Hora do Chá ‘Resistindo a um Libertino – Aline Sant’Ana ‘”