Resenha: ‘Segunda Chance Para o Amor – L. P. Dover’

Oi gente!! Hoje tem resenha do livro de estreia da autora L. P. Dover no Brasil. Recebemos Segunda Chance para o Amor da nossa parceira Editora Charme e viemos logo contar o que achamos dessa história cheia de romantismo e o principal: novas chances. Antes de falarmos mais, confiram a sinopse…

“Korinne Anders tinha tudo: o emprego, a casa e o marido dos sonhos. Após uma tragédia, seu mundo toma um rumo devastador. Seis meses depois de perder o marido em um acidente, Korinne prometeu nunca mais amar de novo. Se ela não deixar que outro homem entre em seu coração, não haverá razão para sentir a dor da perda. Este plano parece funcionar, mas é colocado à prova quando a melhor amiga de Korinne, Jenna Perry, não aguenta mais vê-la sofrer. Ela não sabia que o plano de Jenna significava trazer de volta um amor do passado, uma segunda chance com um homem que sempre esteve em seu coração. Quando Galen Matthews descobre a perda de Korinne e que ela finalmente voltou para casa, ele não quer nada além de estar ao seu lado. O amor que sentia por Korinne anos atrás nunca acabou, e agora ele tem uma segunda chance de não apenas consertar seu coração da perda, mas também de retomar o amor que sentia no passado.”

20181106_132546

Korinne sofreu uma perda muito grande. Há seis meses, o marido Carson morreu num terrível acidente de carro. Ele era médico e trabalhou por horas e quando acabou seu plantão adormeceu no carro a caminho de casa. Korinne ainda teve tempo para se despedir do marido, mas infelizmente Carson partiu e com isso deixou Korinne completamente perdida. Ela sabia que precisava seguir em frente, mas ela não sabia como fazer isso. Então decidiu passar um tempo com os pais na cidade vizinha Charleston e assim começar a criar coragem para enfrentar a vida sem Carson.

Após os seis meses, Korinne acredita que está pronta para voltar para sua casa em Charlotte, mas ela acaba alugando um apartamento mobilhado para não ter que enfrentar sua casa com Carson. Korinne também não voltou ao trabalho. Ela é Design de Interiores e, até o acidente, sua carreira estava em ascensão e era bastante requisitada em Charlotte. Ela está tentando dar um passo de cada vez e é isso que ela diz a sua melhor amiga, Jenna, quando ela questiona os motivos de Korinne não estar vivendo em sua própria casa.

“O que você faz quando não tem nada pelo qual viver? Quando o mundo se aproxima de você e rasga sua alma em pedaços, deixando-o morrendo e dolorido por dentro, como recuperar os pedaços que foram espalhados ao vento?”

É Jenna quem tenta animar Korinne e a convida para um jantar na próxima noite. O que ela não esperava é que fosse encontrar Galen Matthews, seu grande amor da universidade. Eles se conheceram através de Jenna e Brady, irmão de Galen, que já namoravam na época. Agora estão casados e vão dar uma força para que Korinne e Galen se reencontrem. Korinne foi pega totalmente de surpresa, mas Galen sabia que ela estaria lá porque Brady contou o que tinha acontecido com ela. Eles não se viam desde o casamento de Jenna e Brady e foi inevitável sentir como se o tempo não tivesse passado.

Logo eles começam a sair novamente, mas Korinne deixa claro que ainda não está preparada para se envolver com Galen. Ele aceita e tenta dar motivos para que Korinne sorria e tenha vontade de trabalhar novamente. Galen sabe o quanto Korinne ama o trabalho e ele não vai medir esforços para que ela, não só volte a trabalhar, mas que venha trabalhar na empresa dele. Ele assumiu os negócios da construtora após o falecimento do pai e acredita que Korinne será uma ótima adição a empresa.

Sabemos que essa coisa de somos ‘apenas amigos’ não duraria muito né? Eles já se amaram e só se separaram porque Korinne se transferiu para outra universidade, então ambos tentam segurar essa segunda chance. O problema é que Korinne ainda não saiu completamente do luto e isso interfere em alguns momentos do casal. Galen dá tempo para Korinne se curar da dor de perder Carson, mesmo que ele precise esperar mais tempo para finalmente ter Korinne somente para ele.

“Entendo que você quer passar por isso sozinha, mas quero que precise de mim, da mesma forma que preciso de você.”

O livro é bem curtinho, um pouco mais de 200 páginas, então vou parar de falar da história e fazer as minhas observações sobre ela. Ele não tem muitas reviravoltas, é um romance bem clichê e previsível. Infelizmente, eu achei a história com algumas falhas logo no início e isso foi me deixando travada para ler o resto. Não foi nada com revisão do texto, pois não encontrei nenhum erro, mas erros que um leitor crítico notaria e não deixaria passar. Exemplo quando Galen fica sabendo que Korinne está de volta a cidade e vai na festa da empresa dele. Brady, acaba de dizer que ela não sabe que vai reencontrá-lo e Galen fica eufórico por vê-la e espera que ela esteja também. Oi? Ela não sabe desse encontro, então não poderia ter qualquer tipo de reação antecipada.

Outra coisa que me incomodou bastante foram todas as vezes que Korinne citou sentir falta do toque de um homem. Ela estava de luto há seis meses e pela forma que falava de sentir falta de um homem parecia que estava viúva há anos. Eu deixei passar e esperei que até o final do livro ela dissesse que ela e Carson não tivesse mais intimidades há algum tempo antes dele morrer, mas isso nunca veio. Eles eram um casal ‘normal’ e feliz, então o luto dela era real. Logo essa carência de sexo em tão pouco tempo me deixou bastante incomodada com as atitudes dela.

“Hoje, quando você disse ‘aceito’, a minha vida finalmente pareceu completa. Temos a nossa segunda chance no amor, Korinne, e, deste dia em diante, você será sempre minha. Sempre e para sempre minha.”

Nem tudo deu errado nessa leitura. Fiquem calmos que tenho coisas positivas para dizer também e uma delas é Galen. Ele esteve apaixonado por Korinne mesmo quando soube que ela tinha se casado. Ele se sentiu mal quando soube que ela estava viúva, pois ela estaria sofrendo e quando teve a oportunidade de pelo menos ser amigo dela novamente, Galen deu a Korinne os melhores dias depois de dias tão tristes. Ela precisou de tudo isso para perceber que a química, a amizade e o amor entre eles sempre esteve ali esperando por uma nova oportunidade. Pra mim ele é o grande merecedor dessa segunda chance.

A Editora Charme fez um excelente trabalho nesta edição. Uma capa que trás um casal feliz e em paz e na contra capa temos o carro de Galen, a Azulona. A diagramação está ótima com fonte e espaçamento confortáveis para leitura, páginas amareladas e os inícios de capítulo estão bem fofinhos. Segunda Chance para o Amor é o primeiro livro da série Segunda Chance. A narrativa é  em primeira pessoa e intercalada entre os protagonistas Korinne e Galen.

20181106_132732

Segunda Chance para o Amor é um romance bem clichê onde duas pessoas tiveram uma nova chance para encontrar não só o amor, mas serem plenamente felizes. Galen conquistou meu coração a cada virada de página, pois ele esperou por Korinne mesmo quando soube que ela estava casada. Eu gostaria de ter me envolvido mais na história de Korinne, mas não consegui me conectar com a personagem. Infelizmente a história não fluiu pra mim e com isso deixo minhas 3 Angélicas.   CLASSIFICAÇÃO 3ANGÉLICAS

10 comentários em “Resenha: ‘Segunda Chance Para o Amor – L. P. Dover’

  1. Me interessei pela obra, pois ela parece ter uma história intensa, emocionante e surpreendente. Anotei na minha lista porque desejo ler ano que vem, pois a minha curiosidade está bem aguçada para saber da trama na íntegra.

    Curtir

  2. Oi Dri,
    Ai é horrível quando não conseguimos nos conectar com um personagem, né? Pra mim, pelo menos, parece que a leitura não flui completamente, porque eu crio um certo ranço e a leitura impaca.
    Entendo completamente os seus pontos negativos na leitura, e confesso que me incomodariam também.

    Bjo
    https://almde50tons.wordpress.com/

    Curtir

  3. Adriana, que pena que a história não te cativou, infelizmente acontece, nem todas as tramas conseguem criar essa conexão entre leitor/personagem. De qualquer forma acredito que a leitura valha a pena, gostei muito da premissa da segunda chance a amores do passado. Bjs!

    Curtir

  4. Apesar de gostar de histórias que trazem novas chances para amores do passado, não curto muito quando ela vêm acompanhada de uma perde tão grande, fica aquela será se não tivesse acontecido seria diferente, mas vou dá uma chance a leitura.

    Curtir

  5. Olá
    Infelizmente por ser um romance clichê o livro acaba não me chamando tanto a atenção, já que não é meu gênero favorito.
    Super entendo isso de não se conectar com a personagem principal, realmente dá uma quebrada legal na história que pode sim atrapalhar o andamento da leitura.

    Curtir

  6. Oi Dri! Sabe, a premissa desse livro é bem aquela que gostamos tanto, que parece prometer choro. Mas, é muito ruim quando não rola conexão com os personagens. Pior ainda, quando ficamos concentrados em procurar os erros, falhas, do que se sentir ligado a história. E, como você falou, é algo que um leitor crítico poderia ter apontado para a autora, são furos até “bobos” e me espanta deixarem passar assim. Uma pena. Mas a gente espera que melhore nos próximos livros da série. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s