A Hora do Chá: ‘Sedução ao Amanhecer + Casamento Hathaway: Um conto – Lisa Kleypas’

Oi gente! Estou de volta com mais um livro da série Os Hathaways e a cada nova história, eu sigo mais apaixonada por essa família e pela construção dos personagens. Hoje é dia de falar do segundo livro, Sedução ao Amanhecer, e do conto Casamento Hathaway, uma história que se passa entre os livros dois e três e que está disponível apenas em e-book na Amazon. Não vou falar muita coisa nessa introdução, então fiquem com a sinopse…

“O cigano Kev Merripen é apaixonado pela bela e bem-educada Win Hathaway desde que a família dela o salvou da morte e o acolheu, quando era apenas um menino. Com o tempo, Kev se tornou um homem forte e atraente, mas ainda se recusa a assumir seus sentimentos por medo de que sua origem obscura e seus instintos selvagens prejudiquem a delicada Win. Ela tem a saúde fragilizada desde que contraiu escarlatina, num surto que varreu a cidade. Sua única chance de recuperação é ir à Franca, para um tratamento com o famoso e bem-sucedido Dr. Harrow. Enquanto Win está fora, Kev se dedica a coordenar os trabalhos de reconstrução da propriedade da família, em Hampshire, transformando-se num respeitável administrador, mas também num homem ainda mais contido e severo. Anos depois, Win retorna, restabelecida, mais bonita do que nunca… e acompanhada por seu médico, um cavalheiro sedutor que demonstra um óbvio interesse por ela e desperta o ciúme arrebatado de Kev. Será que Win conseguirá enxergar por baixo da couraça de Kev o homem que um dia conheceu e tanto admirou? E será que o teimoso cigano terá coragem de confrontar um perigoso segredo do passado para não perder a mulher da sua vida?”

Winnifred, Win para os íntimos, sempre foi a mais delicada da excêntrica família Hathaway. Uma moça doce e gentil, mas que quis o destino que contraísse escarlatina – uma doença muito contagiosa e que tirava a vida de muitas pessoas no século 19 e início do século 20. Foram muitos dias perecendo até que Win se recuperasse, mas ela nunca mais foi a moça forte de antes. Passou a ter uma saúde fragilizada e com isso os cuidados da família com ela são intensos e até mesmo irritantes, já que ela é jovem e tem vontade de viver essa juventude. E é isso que fará com que ela aceite fazer um tratamento na França e assim quem sabe poder se casar e construir uma família.

Quem não vai gostar nada dessa partida é Kev Merripen, o cigano que viveu quase toda a sua vida ao lado dos Hathaways. Ele foi encontrado muito ferido, ainda bem jovem, pelo patriarca da família. O homem o levou para casa, cuidou de seus machucados e quando Merripen pensou que poderia deixar tudo para trás, ele enfim conheceu Win. O rapaz já tinha ouvido sua voz, mas vê-la pessoalmente só confirmou seu encantamento por ela. Os anos se passaram e a amizade com Win trouxe um pouco mais de leveza para sua vida. Quando a moça esteve doente, ele estava pronto para deixar o mundo junto com ela. Quis o destino que ela se recuperasse, não totalmente, então Merripen guardou todos os seus sentimentos.

IMG_20220519_153126 (1)

“Kev a amava. Não como descreviam os romancistas e poetas. Não tão domesticado. Amava Win além da terra, do céu e do inferno. Cada momento longe dela era agonia; cada momento com ela era a paz que jamais conhecera. Cada toque daquelas mãos nele lhe devoravam a alma.”

Após o casamento de Amélia com Cam, a família conseguiu ter dinheiro para arcar com um tratamento adequado para Win, mas infelizmente seria longe da família. Leo, lord Ramsay, vai acompanhar a irmã e aproveitar para colocar sua vida nos trilhos. Essa viagem será um balsamo de cura para ambos, mas antes de partir Win dá um ultimato à Merripen: ela desiste da viagem se ele finalmente assumir seus sentimentos por ela. Teimoso e taciturno, o cigano se nega a ter algo com Win, então a moça parte para uma longa temporada fora do país. Um tempo que mudará completamente os dois.

Dois anos se passam desde que Win e Leo partiram para França, muitas coisas mudaram para família. A residência de campo em Hampshire está sendo reformada desde que houve o incêndio, está quase pronta e tudo isso por causa do trabalho árduo de Merripen. O homem se dedicou completamente a restaurar Ramsay House, mas se fechou completamente para a família. Ele mal interage com eles e passou a ser mais sombrio do que sempre foi. E a volta iminente de Win só faz com que o deixe mais tenso. Ele não sabe o que esperar, nem mesmo como vai reagir ao ver a moça novamente, então quando ela finalmente ela surge à sua frente, Merripen acaba a rejeitando.

IMG_20220519_153659 (1)

“– Não tenho nada a oferecer a você. Nada. – Tem você mesmo.”

Win está de volta e agora não é mais a moça frágil que deixou Londres. Além de estar curada, ela voltou mais firme e decidida. Além disso, voltou trazendo seu médico, Dr. Harrow, o homem responsável por seu tratamento e que vem lhe fazendo a corte. O maior sonho de Win é construir uma família e espera que seja com Merripen, mas não vai deixar passar a oportunidade caso o cigano insista na teimosia de rejeitá-la. Antes de finalmente aceitar ter um futuro com Harrow, Win vai lutar pelo sentimento que sempre existiu entre ela e Merripen, mas não será nada fácil convencer o homem a assumir o que sente. Nem mesmo diante de um ciúme avassalador, o cigano é capaz de aceitar que jamais poderia viver sem Win. O que será que vai acontecer para fazê-lo mudar de ideia?

Muita coisa vai acontecer, então é melhor ler para descobrir, não é mesmo? Assim como aconteceu no livro anterior, Desejo à Meia-Noite, esse é um livro totalmente familiar, ainda mais porque estamos falando de dois membros da família Hathaway. Win e Merripen cresceram juntos e sempre estiveram cientes das diferenças entre eles, assim como dos sentimentos que nutriam um pelo outro. Os Hathaways eram considerados excêntricos demais por ter um menino cigano na família e no momento, eles tem dois, já que Amélia se casou com outro cigano. Só que agora eles podem bancar os excêntricos, porque possuem dinheiro e posição social.

IMG_20220407_154943

“Kev Merripen era o homem mais irritante que existia. Era egoísta, recusava-se a ter um relacionamento com ela mas também não a deixava se aproximar de ninguém. E conhecendo a teimosia dele, essa situação provavelmente se manteria por anos. Para sempre. Não podia viver desse jeito.”

Diferentemente do livro anterior, acredito que o grande protagonista deste, seja Kev Merripen. O cigano que foi acolhido pelos Hathaway sempre acreditou que não era de fato da família, mesmo que todos o tratassem como se fosse. Ele não tinha intenção de continuar vivendo com os gadje, mas também não tinha intenção de voltar para uma tribo que o abandonou para morrer. Ele era um ron sem tribo e que só conheceu a violência até chegar a casa dos Hathaways. Ele foi criado para ser um asharibe, uma espécie de guerreiro da tribo, mas que para se chegar até esse ‘título’ tinham que enfrentar uns aos outros, às vezes até que um deles ficasse desacordado. Viver com esta família o mudou para sempre, mesmo que não tenha perdido tudo que fazia dele um cigano.

A entrada de Cam Rohan na família trouxe questionamentos que Merripen há muito tempo não se fazia e isso o irritava totalmente porque ele não queria ter nada com Cam, um mestiço de mãe cigana, pai irlandês gadjo e extremamente rico, algo abominável para os rons. No livro anterior, descobrimos algo que poderia ligá-los e, graças Deus, a Lisa não esqueceu disso e nos deu uma história focada na comunidade cigana. E podemos dizer que este tema tenha sido mais um dos protagonistas de Sedução ao Amanhecer. Eu amei ler sobre uma cultura totalmente diferente da nossa e como a sociedade londrina era extremamente preconceituosa com tudo que era diferente.

IMG_20220519_153724 (1)

“Não sou bom o bastante para você. Mas ninguém é. E muitos homens, bons ou maus, têm limites para o que fariam, mesmo por alguém que amam. Eu não tenho limite algum. Nem Deus, nem código moral, nenhuma fé em nada. Exceto você. Você é minha religião. Eu faria qualquer coisa que você me pedisse. Lutaria, roubaria, mataria por você. Eu…”

E dividindo o protagonismo com Merripen temos Win. Uma jovem que amou Kev desde o primeiro minuto e nunca teve vergonha por isso. Ela lutou com todas as suas armas para mostrar à ele que era digno de ser amado de volta. Clichê não é mesmo, mas quem não ama um bom clichê? Além dela temos toda a família Hathaway de volta e podemos acompanhar os anos seguintes ao casamento de Amelia e Cam, além da entrada de Poppy e Beatrix na sociedade. Já da parte de Leo, vemos um visconde um pouco diferente depois de voltar da França e isso já é uma abertura para a sua história. E tivemos um pouco mais dos personagens da série As Quatro Estações do Amor. Eles apareceram brevemente, mas a gente já surta, né?

No conto Casamento Hathaway, a Lisa presenteou seus leitores com o casamento de Merripen e Win. É uma história que se passa entre o último capítulo e o epílogo de Sedução ao Amanhecer. Pode ser lido fora de ordem? Sim, mas eu não recomendaria, pois temos muitos spoilers dos dois primeiros livros. O ideal é ler antes de Tentação ao Pôr-do-Sol, mas se por acaso você tiver pegado para ler, a Lisa faz uma pequena explanação pelos principais personagens e explicando a importância deles para a série. É uma história bem curtinha e que está disponível apenas em e-book na Amazon, mas é gratuito, ok?

IMG_20220519_153527 (1)

“Eu vou me casar com você mesmo se cair um raio na igreja. Eu vou me casar com você mesmo se toda a Stony Cross for inundada, se o pastor estiver embriagado ou se houver um estouro de animais no meio da cerimônia.”

A diagramação da editora é simples e o padrão que já estamos acostumadas. Amei o fato de que mantiveram a linda capa original em todos os outros que compõem a série.

Enfim, eu já falei muito, mas não consigo expressar em poucas palavras o que tem sido acompanhar essa nova série da Lisa Kleypas. Eu amo que ela tenha trazido algo completamente inusitado quanto a cultura cigana, principalmente porque estamos falando de uma história que se passa no século XIX. Confesso que Merripen me irritou bastante com aquele chove e não molha, mas entendi seus motivos. Era muito difícil para ele aceitar que poderia viver aquele amor que sempre sentiu. Apesar de ter gostado muito mais do primeiro livro, este aqui conseguiu me prender completamente, ainda mais depois de ler o conto. Foi ele quem complementou o livro e me fez fechar a minha nota. Não poderia ser nada diferente das minhas 5 Angélicas, não é mesmo? classificacao-5-angelicas

Publicidade

2 comentários em “A Hora do Chá: ‘Sedução ao Amanhecer + Casamento Hathaway: Um conto – Lisa Kleypas’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s