Crítica da Série: ‘Sanditon – 1ª Temporada’

Oi gente!! Hoje não é quinta, mas o tema poderia estar na nossa A Hora do Chá, pois vou falar de Sanditon, série baseada num romance inacabado de Jane Austen. A adaptação estreou em 2019 nos canais ITV (Reino Unido) e PBS (Estados Unidos), mas apesar do grande sucesso que foi na época, a série só chegou agora no Brasil – 02 de abril – pela GloboPlay. Eu, que não sou boba nem nada, já me aproveitei da conta da Raí no serviço de streaming e corri para assistir haha. E, sendo uma adaptação de época, já estava me mantendo totalmente cativada, o protagonista é interpretado por Theo James, que ficou conhecido por seu papel na franquia Divergente. Então é obvio que não poderia deixar de assistir. Enfim, fiquem com a sinopse e trailer…

“Baseada no romance inacabado de Jane Austen, Sanditon conta a história de Charlotte Heywood (Rose Williams), uma jovem que, na Inglaterra do século 19, se muda com a família para a cidade de Sanditon. Recém-saída do interior, a impulsiva Charlotte logo se vê confrontada com as intrigas e flertes locais. E o primeiro morador que cruza seu caminho é Tom Parker (Kris Marshall), um carismático e bem-humorado rapaz que sonha em transformar a monótona vila de pescadores em um resort elegante. Em seguida, Charlotte conhece Lady Denham (Anne Reid), uma viúva de caráter forte que se orgulha muito de seu poder e sua influência sobre os aldeões. Ao mesmo tempo, Charlotte se depara com o belo Sidney Parker (Theo James), que trabalha dia e noite para demonstrar o potencial seu povo. Sem querer, ela acaba envolvida na vida desses e de muitos outros aldeões, com os quais entra em conflito devido a uma visão de mundo completamente diferente.”

Vamos acompanhar a trajetória da jovem Charlotte Heywood (Rose Williams) que sai da fazenda dos pais para passar uma temporada na cidade litorânea, de Sanditon. O pequeno vilarejo está sendo projetado por Tom Parker (Kris Marshall) para se tornar um dos locais escolhidos pela aristocracia para passar as pré-temporadas. O caminho de Charlotte cruza com o de Tom e a esposa, Mary (Kate Ashfield), por causa de um acidente na estrada, então a moça oferece ajuda ao casal e eles, como agradecimento, levam a moça para passar a temporada na casa deles em Sanditon. Diante de um convite tão inesperado, Charlotte parte nessa nova aventura que afinal mudaria tanto sua visa.

Chegando em Sanditon, Charlotte vai perceber como a vida pacata que tinha na fazenda dos pais é muito diferente de viver numa cidade que em breve será a queridinha dos aristocratas. Mas isso ainda está muito longe de acontecer, pois Tom não conseguiu despertar o interesse de novos investidores e assim ainda conta apenas com Lady Denham (Anne Reid) como sua principal incentivadora e investidora. Porém, até mesmo ela vem perdendo a paciência por ver seu dinheiro sendo destinado em algo que parece que não vai dar certo. Preocupado de perder o apoio de Lady Denham, Tom convoca seu irmão Sidney Parker (Theo James) para ajudá-lo já que ele tem contatos com jovens lords.

sandition

A chegada de Sidney à Sanditon trás esperanças para Tom e desperta sentimentos controversos em Charlotte, já que o irmão de seu protetor se mostra sempre muito carrancudo e hostil em sua presença. Ela está ali apenas para aproveitar a temporada e não para arrumar confusão com Sidney, mas a personalidade dele sempre a atraí, então Charlotte sempre tenta se mostrar amigável ao lado dele. Já o rapaz evita Charlotte de todos os modos possíveis, pois por mais que não deseje admitir, ela desperta um lado dele há muito tempo adormecido e Sidney não sabe como lidar com isso.

Saindo do casal principal temos de pano de fundo a criação de Sanditon e todas as suas implicações. Tom está apostando cada vez mais alto na fundação da cidade e não está sabendo lidar com o montante de dívidas que esse projeto trás. Além da cidade em si, temos alguns personagens que ajudam a movimentar a trama e muitos deles estão envolvidos com Lady Denham. Ela é uma viúva extremamente rica e sem herdeiros diretos, com apenas alguns sobrinhos que serão capazes de qualquer coisa para convencer a velhota de deixar o dinheiro para eles, mas ela está anos luz na frente deles.

k7OI2oqlNbDERdt57wtSk0iW9zh

Mas, pra mim, a trama mais interessante envolve a Srta. Georgiana Lambe (Crystal Clarke), uma herdeira rica e que está sob a proteção de Sidney. Até aí tudo normal e comum, certo? Errado. A introdução da personagem trás à tona um assunto muito importante: a escravidão. A história se passa num período onde os escravos foram recém-libertados e muitos deles estão lutando para se adequar a sociedade. O caso da Georgiana é um pouquinho diferente, pois ela é filha de um casal inter-racial e o pai fez fortuna nas Índias Ocidentais (Ilhas do Caribe), a deixando herdeira de uma grande fortuna. Apesar de ser extremamente rica, as pessoas ainda a olham com curiosidade justamente por ela ser negra. A jovem só quer ter uma vida normal, mas agora vive sob os cuidados da Stra. Griffiths (Elizabeth Berrington) e sua fortuna é administrada por Sidney até que se case. E até a decisão de se casar não cabe a ela, já que muitos poderiam demonstrar interesse apenas em seu dinheiro.

4879018

A sinopse e o trailer vendem muito mais do que a série realmente entregou. Eu estava esperando algo bem mais adulto e erótico devido as imagens que saíram na época e, mesmo que tenha nudez e cenas de sexo, basicamente nada disso se aplica ao casal principal, com exceção da cena clássica de Theo James saindo do mar completamente nu. E falando do personagem, eu tive um sentimento de amor e ódio por ele, pois ao mesmo tempo que o acha completamente antipático e grosseiro, eu queria saber mais sobre o passado dele e quando finalmente estamos descobrindo, temos que dar tchau a temporada. Sidney vai ganhando destaque e a quando o plot vem, eu fiquei eufórica e depois chorei em posição fetal por não ter continuação.

Já Charlotte é a clássica mocinha que transita em todos os núcleos, alguns sendo pouco importantes e em outros ajudando a trama a fluir. O maior exemplo disso, foi a amizade que ela desenvolveu com Georgiana e que acabou levando a personagem a conhecer alguém que seria muito importante para trazer os aristocratas para Sanditon. A chegada de Lady Susan Worcester (Sophie Winkleman) vai movimentar a pequena Sanditon e ela veio apenas por Charlotte, mas ainda sim, a regata que Tom havia organizado, com a ajuda da moça, não teria o mesmo sucesso sem a chegada da viúva que aparentemente é uma das abelhas rainhas da aristocracia.

sanditon-5-t

Sanditon foi baseado no livro de mesmo nome da autora Jane Austen, mas é um romance que ela deixou inacabado (escreveu apenas 11 capítulos) e isso de certa maneira abre muitos caminhos para os personagens e foi exatamente o que o roteirista Andrew Davies (que também roteirizou Orgulho e Preconceito de 1995) fez. Infelizmente os canais responsáveis por produzir essa Primeira Temporada não encomendaram mais episódios e os fãs tiveram que amargar aquele final incrivelmente aberto. Tudo nesta temporada nos levou a acreditar que ela teria uma sequência, mas depois de tanto tempo é quase impossível que ela seja realmente filmada.

Sanditon-Bridgerton

Ainda que role boatos de que tanto a ITV quanto a PBS teriam interesse em renovar o drama de época, a própria ITV noticiou tempos atrás de que a série não seria renovada. Mesmo que a trama tenha agradado o público americano, a PBS não segurou a renovação sozinha. Tempos atrás, a Amazon Prime Video também demonstrou interesse por dar continuidade, mas nada disso foi para frente e quem assistiu aos oito episódios, de cerca de 45 minutos cada, teve que se contentar com apenas isso. E foi aquele final onde você ficaria se roendo inteira se uma próxima temporada já tivesse sido confirmada, mas como não tinha sido, acredito que o Andrew Davies deu um tiro no próprio pé em contar que a série seria renovada instantaneamente.

IR1DDRg

Sanditon conta com um ótimo elenco, a fotografia é linda, figurinos impecáveis, com sub-tramas que complementam o enredo principal e ainda temos um toque de humor através dos outros irmãos Parker, mas nada disso foi o suficiente para que a série fosse renovada. Ao mesmo tempo que eu sinto que os fãs da série mereciam um temporada para finalizar as pontas soltas, eu temo que elas não sejam finalizadas da forma que esperamos. Charlotte merecia uma conclusão e como estamos falando de uma série inspirada nos romances de Jane Austen, era o mínimo a se esperar. Há uma petição online para que a série tenha um final adequado e, talvez agora com mais pessoas assistindo, esse documento seja levado em conta. Enfim, em meio à muitos escândalos, bailes e regatas, Sanditon com seus altos e baixos, ainda sim é uma boa série de época, que você fã de romances de época, deveria conferir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s