Vencedores do 93º Oscar

Oi ooooi gente! Ontem (25) A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas realizou a entrega do prêmio máximo do cinema, que é o Oscar. O primeiro grande evento presencial da temporada, em tempos de pandemia, a premiação teve muitos desafios a cumprir. Além dos mais variados protocolos sanitários obrigatórios, eles precisaram lidar com o fato de que o ano não foi fácil também em relação ao lançamentos de filmes relevantes para o grande público, combinados com a crise sem precedentes que os cinemas vem enfrentando, o fechamento de diversas salas, além dos montes de adiamentos que os estúdios promoveram.

Atravessando tudo isso, proibindo o uso do aplicativo zoom, mas espalhando pontos oficiais pelo mundo, a entrega de prêmios foi feita, coroando Nomadland como o maior vencedor da noite, levando o prêmio principal de Melhor Filme, além de Direção, para Chloé Zhao, e Atriz, para Frances McDormand. Chlóe, além de tudo, deixa sua marca histórica, se tornando a segunda mulher a ganhar o prêmio, sendo a primeira asiática.

Ainda que as categorias de Melhor Ator e Atriz estivessem bem equilibradas, com vários indicados ganhando em importantes premiações da temporada, a surpresa vem com Anthony Hopkins vencendo como Ator. Obviamente, o veterano de 83 anos merecia demais por seu papel em Meu Pai, mas a aposta da maioria era que a Academia daria o prêmio a Chadwick Boseman, principalmente quando foi anunciado que, diferente do habitual, essa foi a categoria que encerrou a noite.

Mas, a premiação em si, já começou com duas surpresas. Bela Vingança, que apesar de todo o hype que vem gerando nas redes sociais, não era o favorito, levou o prêmio de Melhor Roteiro Original, levando uma emocionada Emerald Fennell ao palco. Já em Roteiro Adaptado, a surpresa ficou por conta de Meu Pai. O que não foi surpresa, foi Soul levar como Melhor Animação.

De forma geral, todos os indicados como Melhor Filme levaram alguma estatueta, menos o filme Os 7 de Chicago, que saiu de mão abanando na edição com menor audiência da última década, além da mais dividida. Mas, sem dúvida, uma das mais justas.

Confira abaixo os vencedores:

MELHOR FILME

Meu Pai

Judas e o Messias Negro

Mank

Minari

Nomadland | VENCEDOR

Bela Vingança

O Som do Silêncio

Os 7 de Chicago

MELHOR DIREÇÃO

Thomas Vinterberg, por Druk: Mais uma Rodada

David Fincher, por Mank

Lee Isaac Chung, por Minari

Chloé Zhao, por Nomadland | VENCEDOR

Emerald Fennell, por Bela Vingança

MELHOR ATOR

Riz Ahmed, por O Som do Silêncio

Chadwick Boseman, por A Voz Suprema do Blues

Anthony Hopkins, por Meu Pai | VENCEDOR

Gary Oldman, por Mank

Steven Yeun, por Minari

MELHOR ATRIZ

Viola Davis, por A Voz Suprema do Blues

Andra Day, por Estados Unidos Vs Billie Holiday

Vanessa Kirby, por Pieces of a Woman

Frances McDormand, por Nomadland | VENCEDOR

Carey Mulligan, por Bela Vingança

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Sacha Baron Cohen, por Os 7 de Chicago

Daniel Kaluuya, por Judas e o Messias Negro | VENCEDOR

Leslie Odom Jr., por Uma Noite em Miami

Paul Raci, por O Som do Silêncio

Lakeith Stanfield, por Judas e o Messias Negro

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Maria Bakalova, por Borat: Fita de Cinema Seguinte

Glenn Close, por Era uma Vez um Sonho

Olivia Colman, por Meu Pai

Amanda Seyfried, por Mank

Yuh-Jung Youn, por Minari | VENCEDOR

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Borat: Fita de Cinema Seguinte

Meu Pai | VENCEDOR

Nomadland

Uma Noite em Miami

O Tigre Branco

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Judas e o Messias Negro

Minari

Bela Vingança | VENCEDOR

O Som do Silêncio

Os 7 de Chicago

MELHOR CURTA-METRAGEM

Feeling Through

The Letter Room

The Present

Two Distant Strangers | VENCEDOR

White Eye

MELHOR ANIMAÇÃO

Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica

A Caminho da Lua

Shaun, o Carneiro, o Filme: A Fazenda Contra-Ataca

Soul | VENCEDOR

Wolfwalkers

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO

Burrow

Genius Loci

If Anything Happens I Love You | VENCEDOR

Opera

Yes-People

MELHOR DOCUMENTÁRIO

Collective

Crip Camp: Revolução pela Inclusão

The Mole Agent

Professor Polvo | VENCEDOR

Time

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE CURTA-METRAGEM

Collete | VENCEDOR

A Concerto is a Conversation

Do Not Split

Hunger Ward

A Love Song for Latasha

MELHOR FILME INTERNACIONAL

Druk: Mais uma Rodada (Dinamarca) | VENCEDOR

Better Days (Hong Kong)

Collective (Romênia)

O Homem que Vendeu Sua Pele (Tunísia)

Quo Vadis, Aida? (Bósnia)

MELHOR FOTOGRAFIA

Judas e o Messias Negro

Mank | VENCEDOR

Relatos do Mundo

Nomadland

Os 7 de Chicago

MELHOR MONTAGEM

Meu Pai

Nomadland

Bela Vingança

O Som do Silêncio | VENCEDOR

Os 7 de Chicago

MELHORES EFEITOS VISUAIS

Amor e Monstros

O Céu da Meia-Noite

Mulan

O Grande Ivan

Tenet | VENCEDOR

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL

Terence Blanchard, por Destacamento Blood

Trent Reznor e Atticus Ross, por Mank

Emile Mosseri, por Minari

James Newton Howard, por Relatos do Mundo

Trent Reznor, Atticus Ross e Jon Batiste, por Soul | VENCEDOR

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

Fight for You, por Judas e o Messias Negro | VENCEDOR

Hear my Voice, por Os 7 de Chicago

Husavik, por Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars

Io Sí, por Rosa e Momo

Speak Now, por Uma Noite em Miami

MELHOR SOM

Greyhound

Mank

Relatos do Mundo

Soul

O Som do Silêncio | VENCEDOR

MELHOR FIGURINO

Emma

A Voz Suprema do Blues | VENCEDOR

Mank

Mulan

Pinóquio

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM

Emma

Era uma Vez um Sonho

A Voz Suprema do Blues | VENCEDOR

Mank

Pinóquio

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

Meu Pai

A Voz Suprema do Blues

Mank | VENCEDOR

Relatos do Mundo

Tenet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s