Resenha: ‘Um Verão na Itália – Carrie Elks’

Oi gente!! O verão já acabou, mas nunca é tarde pra falar de Um Verão na Itália, principalmente porque o último livro da série acabou de sair. A série As irmãs Shakespeare tem quatro livros e cada um conta a história de uma das irmãs. Aqui conheceremos Cesca e como ela passou do auge de sua carreira para o fundo do poço. Antes de falar mais, leiam a sinopse…

“Férias de verão gratuitas em uma bela villa na Itália. A condição? Dividir a casa com seu maior inimigo… O primeiro volume da série As irmãs Shakespeare. Cesca Shakespeare chegou ao fundo do poço. Depois de escrever uma peça de teatro premiada que acabou em desastre, o bloqueio criativo se instalou, sem previsão de ir embora. Seis anos mais tarde, ela acabou de perder mais um emprego pavoroso e está prestes a ser despejada de seu apartamento. Pior ainda, suas irmãs não fazem ideia de como sua vida vai mal. Assim, quando seu padrinho lhe arruma uma temporada de verão em uma bela villa italiana, sem ter de pagar nada por isso, Cesca concorda, meio a contragosto, em ir para lá e tentar escrever uma nova peça. Isto é, antes de descobrir que a casa pertence a seu arqui-inimigo, Sam Carlton. Tendo acabado de ver seu nome em todas as manchetes pelas razões erradas ― mais uma vez ―, o galã de Hollywood Sam Carlton precisa de um lugar para se esconder. Que opção melhor do que a linda villa desocupada de sua família à beira do Lago Como? Só que, quando ele chega, descobre que a casa não está tão desocupada quanto ele esperava. Ao longo do quente verão italiano, Cesca e Sam terão de confrontar o passado. E o que começa como uma hesitante amizade rapidamente se torna uma atração intensa ― e depois uma aventura ardente. Uma coisa é certa: este será um verão abrasador… Esta é a nova e deliciosa série da autora best-seller Carrie Elks. Você vai conhecer a família Shakespeare: quatro irmãs, quatro histórias… quatro maneiras de encontrar o amor verdadeiro.”

um verão2

Cesca Shakespare tem 24 anos e, atualmente, está vivendo o seu maior bloqueio criativo. Não faz muito tempo que ela sonhava com uma carreira de dramaturga, mas viu seu sonho se desfazer de um dia para o outro. Ela tinha apenas 18 anos quando teve uma história sua adaptada para o teatro e acabou sendo cancelada um dia antes de sua estreia. O ator principal desistiu do papel e foi aí que seu mundo virou de posta cabeça. Agora, seis anos após aquele dia tão humilhante, Cesca vive de trabalhar em lanchonetes que mal pagam suas contas mensais. Ela precisa de uma mudança e é pra já.

Seu padrinho vive incentivando-a a voltar a escrever, mas Cesca acha que isso já não é mais para ela. Então, acaba arrumando um emprego que não só pagará as futuras contas de Cesca como ainda a ajudará a finalmente sair de um bloqueio de seis anos. Ela vai tomar conta de uma casa numa bela villa italiana, onde estará sozinha e que terá horas e horas livres para enfim escrever uma nova peça. Cesca acreditou que teria paz e tranquilidade e embarcou nessa viagem esperando recuperar sua vida. Ela só não contava que assim que estivesse completamente sozinha recebesse ninguém menos que seu arqui-inimigo, Sam Carlton, o ator que acabou com a sua vida.

“Há um ponto na vida em que ou você aceita que as coisas nunca vão melhorar, ou assume a direção e realmente começa a pensar para onde está indo.”

Sam se envolveu em outro escândalo, então seu agente achou que seria bom ele passar um tempo na casa de veraneio que os pais dele tem na Itália. Vai ser bom para o astro de Hollywood ficar um pouquinho fora dos holofotes e assim recuperar sua imagem. O problema é que a casa não está tão desocupada quanto ele esperava que estivesse. Sam vai precisar enfrentar uma parte do seu passado e digamos apenas que esse passado está muito bravo de saber que eles terão que conviver em harmonia. Cesca deixa muito claro o quanto o odeia e de como ele é responsável por sua peça ter sido cancelada antes mesmo da estreia.

um verão1

A partir daí, teremos vários confrontos entre eles e ambos precisarão reconhecer seus erros do passado para seguirem adiante. Então, eles fazem uma trégua para que os dois possam fazer o que tinham planejado antes de se encontrarem. Logo a animosidade vai passando e uma relação amigável vai ficando no lugar. Além disso, eles se sentem atraídos um pelo outro, mas o passado deles é muito complicado para que eles adicionem um romance ao conjunto. Só que estamos falando de muitos dias sozinhos, a beira do Lago Como, com boa conversa e uma boa dose de vinho.

“Os dois eram como crianças no parquinho, girando um ao outro até estarem prontos para brigar até a morte.”

Vocês devem ter percebido que estamos falando de um clichê, não é mesmo? Mas apesar de ter curtido basicamente tudo, a trama tem suas falhas e isso acabou não permitindo que a história fosse perfeita pra mim. Cesca e Sam ficam brigando que nem cão e gato, mas o que mais me incomodou foi a culpa que Cesca atribuiu à Sam. Ok, a peça dela foi cancelada, ela era muito jovem, mas Cesca não se permitiu acreditar no próprio talento. Ela tinha apenas 18 anos e já tinha chamado a atenção para que um de seus roteiros fossem adaptados, ou seja, ela poderia tentar se recuperar, mas preferiu ficar no fundo do poço e sentir pena de si mesma.

Já Sam é aquele típico ator bonitão e que vive nas capas dos tabloides, mas depois desse último escândalo, ele deseja que as pessoas saibam que ele é de verdade. O reencontro com Cesca vai ajudar muito no seu crescimento pessoal. Ele precisa de um novo começo e enfrentar seu passado vai ajudar muito para criar o novo Sam. Só que ele enfrenta parte do passado quando reencontra Cesca, mas seus problemas familiares, as coisas que fazem ele ter um péssimo relacionamento com pai, foram pouco desenvolvidos e eu esperava mais sobre isso, só que pouco foi explicado. Enfim, sua história foi explorada de forma rasa.

“Não suporto te olhar e não poder te tocar. Nem ouvir sua voz e saber que você não está falando comigo. Não consigo admirar você rindo e saber que não fui eu que te fez feliz.”

Nem só de pontos negativos essa história foi feita, pois apesar do que já pontuei acima, Um Verão na Itália é uma daquelas histórias super gostosas e que daria um daqueles filmes de comédia romântica que a gente não se cansa de assistir. Até neles a gente passa raiva, então podemos relevar os erros de Cesca e Sam, não é mesmo? É impossível ler essa história e não ser transportada para aquela charmosa villa. Além disso a Carrie nos deu uma reviravolta na reta final do livro que valeu apena e deixou meu coração mais feliz. E como estamos falando de uma série, é claro que o gancho para o próximo livro poderia ter sido elaborado, mas não foi.

um verão

A edição, feita pela Verus, de Um Verão na Itália é linda, a capa é bem parecida com a original e super combina com a história. A diagramação é simples, mas confortável para a leitura e tem as minhas amadas páginas amareladas. A narrativa é em terceira pessoa, o que pode incomodar algumas pessoas, mas que eu já me acostumei, além disso eu já conhecia a escrita da Carrie. Esse não é o primeiro livro da autora a ser publicado no Brasil, então além de já conhecer, eu tenho um de seus livros como um dos meus preferidos da vida e foi por isso que peguei pra ler essa história com altas expectativas.

Um Verão na Itália não é perfeito, mas isso não fez com que eu não ficasse interessada pelo resto da série. Eu quero conhecer cada uma das irmãs e logo eu voltarei para falar do segundo livro, Um Amor De Inverno. A história é um clichê, leve, divertido e que serve bastante de entretenimento. Eu queria muito ter amado como aconteceu quando li outro livro, mas não aconteceu. Ainda estou torcendo para o restante da série consiga me conquistar. Enfim, ele não funcionou muito para mim, mas pode ser que você adore. Vou deixar minhas 3 Angelicas e deixar minhas expectativas moderadas para o próximo livro. Até mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s