Resenha ‘Sem Você Não é Verão – Jenny Han’

Oi ooooi gente! Hoje eu vim trazer a resenha de um livro que é para combinar com a nossa estação. Chegou a hora de falar do segundo livro da Trilogia Verão, da Jenny Han. No mês passado, falei sobre O Verão que Mudou Minha Vida, agora, meses se passaram, para podermos reencontrar Belly e seus dilemas.

A vida de Isabel Conklin é marcada pelas férias de verão. As outras estações do ano são como um intervalo, dias que passam lentamente enquanto ela espera que o sol lhe traga de volta o que mais ama: o mar, descanso, diversão e, principalmente, Conrad e Jeremiah Fisher. Os garotos da família Fisher sempre estiveram ao lado de Belly em suas aventuras. Conrad é ousado, sombrio, inteligente. Já Jeremiah, é confiável, engraçado, espontâneo. Mesmo sendo tão diferentes, os três constroem uma amizade que parece inabalável. Apenas parece. Tudo muda quando, em uma dessas férias, Conrad demonstra sentir algo por ela. O problema é que Jeremiah faz o mesmo. À medida que os anos passam, Belly sabe que precisará escolher entre os dois e encarar o inevitável: ela vai partir o coração de um deles. Na trilogia Verão, acompanhamos Belly dos 15 aos 24 anos. Em meio a descobertas e mudanças, ela se apaixona, se envolve em um triângulo amoroso, entra na universidade e descobre que amadurecer também significa tomar decisões difíceis. Primeiros romances jovens de Jenny Han, os três livros são agora relançados pela Intrínseca, com novas capas e traduções inéditas.

Nos reencontraremos com Belly, sabendo que muitas coisas mudaram depois de seu último verão na casa de Cousins. Afinal, foram diversas notícias para causar impacto, principalmente em relação a Susannah e sua doença voltando, o comportamento de Conrad e Jeremiah, e tudo mais.

702

Vamos ficar sabendo que, por alguns meses, nossa jovem protagonista viveu o sonho que sempre teve, de ser a namorada de Conrad. Mas, que tudo acabou, tão logo começou e de que modo isso afetou seus sonhos e sua vida. Além de enfrentar a dura realidade de que uma de suas pessoas preferidas do mundo, faleceu. Um novo verão chegou e a dura realidade que nada será como antes, está mais real do que nunca!

[…] e era o primeiro verão que eu não iria para Cousins. E com isso eu me importava. Isso eu lamentava. Eu achava que passaria todos os verões da minha vida em Cousins. A casa de praia era o único lugar onde eu queria estar – era o único lugar onde eu queria estar na vida.

Belly está bem triste, mas tem sua amiga Taylor para tentar animá-la, arrumas festas e uma nova paquera. Até que Jeremiah liga e solta uma verdadeira bomba em cima dela: Conrad sumiu do curso de verão e está a um passo de reprovar. O pai deles está uma fera e Jere precisa de ajuda. Mesmo que ela seja a última opção que ele deveria procurar.

Só que ela aceita ajudar, mesmo escondida de sua mãe, que ainda está lidando com a perda de sua melhor amiga e todos os tramites que ficou para lidar. Depois de muito procurar e pensar, os dois amigos descobrem onde está a terceira ponta desse triângulo e partem em direção a Cousins. E, a partir do momento que chegam por lá, precisam lidar com novas situações, comportamentos, sentimentos e, novamente, com o fato de que todos precisam crescer.

Existem momentos na vida que desejamos de todo o coração sermos capazes de eliminar. Tipo, simplesmente apagar da existência. Tipo, se fosse possível, simplesmente apagar a nós mesmos da existência também. Dar tudo para aquele momento não existir.

Assim como no primeiro livro, nesse, também não quero me empolgar em sair contanto a trama, pelo livro ser pequeno. Sendo assim, vamos falar dos personagens, começando com a minha doce Belly. Nessa segunda parte, senti como se ela estivesse entregue em uma tristeza sem fim. Ainda doce, ainda cometendo os erros da adolescência – principalmente, no quesito amor -, mas ainda com dificuldade em lidar com a morte da Susannah, as toneladas de lembranças e as sacanagens que o Conrad fez. Me sinto ainda mais compadecida com ela, porque ela chega a escutar uma frase que eu já ouvi e, confesso, até chorei.

703

Jeremiah continua sendo um neném que eu amo. Ele ama o irmão, ama o pai, ama a Belly e tenta sempre fazer com que todos fiquem bem. É outro que sinto pena, porque vejo um menino que busca a aceitação e a aprovação das pessoas que estão ao seu redor. Enquanto, tenta lutar pela atenção da menina, fica perdido sem saber se Conrad a ama e se dá pra competir por isso.

Já Conrad, assim como no primeiro livro, é um personagem que eu não consigo gostar. Entendo e me compadeço de sua dor em perder a mãe, as lutas que se propõe a travar para preservar certas memórias, mas não vejo a mínima desculpa para o tratamento estúpido que ele oferece para Belly. Não entra na minha cabeça o quanto ele pode ser uma pessoa indecisava, impulsiva e que não pensa muito antes de ferir alguém e, depois, tentar pedir desculpa.

Nenhum de nós disse mais nada. Como sempre, era Conrad quem ditava o humor da casa, como todos os demais se sentiam. Nada ficaria bem até as coisas estarem bem com o Conrad.

Sobre os secundários, preciso dar destaque a Taylor, amiga de Belly. Apesar delas terem suas briguinhas de amigas, rola muito apoio nesse momento, muito papo verdadeiro, muita vontade de que a que está sofrendo, fique bem. Laurel, a mãe de Belly, também é uma personagem que eu amo muito. Não só pelo jeito que ela trata a filha, mas como ela trata os meninos da Susannah.

Assim como o primeiro, a trama é gostosinha, ainda que tenha uma carguinha maior de drama. Ainda temos os problemas de adolescentes, mas acho que pontos que até nós, adultos, podemos refletir. Mas, sigo achando que não é uma série tão marcante, quanto a mais famosa da atriz. Mas, acredito que seja porque a trilogia Verão foi escrita cinco anos antes de Para Todos Garotos que já Amei. Ainda que a gente enxergue, claramente, a evolução da escrita da Jenny Han, é inegável o fato de como ela sempre escreveu de forma leve, fluída e com um toque que nos deixa curiosa pelo próximo passo. A narrativa segue sendo em primeira pessoa, com alguns momentos de flashbacks, para podermos montar o quebra cabeça. Mas, Belly não está sozinha na narração, dessa vez, Jeremiah dará o seu toque também!

704

Essa versão que eu trouxe para vocês, é a que foi relançada pela Editora Intrínseca. Antes, os direitos de publicação pertenciam ao Grupo Editorial Record e tinha outra pegada de capa. Mas, é inegável como o trabalho da Intrínseca dá de 10 a 0. A capa é linda, com elementos de praia, cores pastéis fofas e com a textura de areia no título. Acho que isso deu todo um toque todo especial. As folhas são amareladas, com letras e espaçamento bons para a leitura.

Eu estava furioso com ele, mas precisava admitir que também estava aliviado. Não importava quantas vezes Conrad a magoasse, eu sabia que, se ele a quisesse de volta, Belly seria dele. Ela sempre foi dele. 

Sem Você Não é Verão, é o livro do meio dessa trilogia e vamos acompanhar uma nova etapa na vida de todos os personagens, as consequências de acontecimentos e como eles vão lidar com tudo o que aconteceu. Com uma trama que segue sendo gostosinha, uma leitura de uma tarde de Verão, com uma soda refrescante ou um milk shake, a história fica com três Angélicas. E, agora, vejo vocês em março, para o final dessa aventura.

CLASSIFICAÇÃO 3ANGÉLICAS

7 comentários em “Resenha ‘Sem Você Não é Verão – Jenny Han’

  1. Eu vejo muitas e muitas pessoas falando super bem dessa triologia. Eu quero muito ler esses livros. Depois do seu post só fiquei mais curioso ainda. Adorei as fotos ❤

    Curtir

  2. MENINA eu sou doido pra ler esse livro a tanto tempo, essa série na verdade. Amei a sua resenha, salvei aqui pra ler tbm depois que comprar a edição

    Curtir

  3. Olá Raissa,
    Acompanhei seu outro post sobre a trilogia, e confesso que não senti vontade de ler devido os pequenos comentários que fez sobre os personagens.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s