Resenha ‘Uma Missão Por Você – Aline Sant’Ana’

Oi ooooi gente! Hoje eu trouxe a resenha de um dos últimos lançamentos da Aline Sant’Ana. Não é novidade para quem acompanha este humilde blog, que somos muito fãs da autora. E nem é só porque ela é um doce de ser humano, mas porque suas histórias são sempre de conquistar o coração. Lá na Bienal do Rio, Aline veio com dois lançamentos. Um com Clara de Assis, que vamos falar depois e, esse, que faz parte da série Viajando com Rockstars e eu vou explicar onde ele entra na trama. Mas, antes de começar, vamos a sinopse…

Meu nome é Mark Vance Murdock. No passado, fui conhecido por ser um major do exército americano, realizando operações militares que ficavam fora dos registros. Hoje, vocês estão habituados a me chamarem apenas de Mark. Sou o responsável pela segurança e pela vida da The M’s. Dessa vez, estou em uma missão que eu mesmo me designei. Não é para defender os Estados Unidos, e sim aqueles com quem me importo, pelos quais me sinto responsável. Não vou falhar. Vou protegê-los custe o que custar. Por mais que essa tarefa ponha em risco o meu próprio coração. Essa é a minha promessa, e vou cumpri-la..

Bom, vou começar explicando onde Uma Missão Por Você entra na série. Ele é um livro que vocês podem ler primeiro? Sim, mas, vão pegar um pouco de spoilers dos anteriores. A verdade é que o ideal é a seguir a numeração indicada na lombar e fazer a leitura após o livro do Yan. Afinal, a missão que Mark vai encarar tem ligação direta com os acontecimentos na trama do baterista da The M’s.

Enfim, vamos a trama. Bom, depois de toda a tramoia que Suzanne fez para se vingar de Yan, do que ela imaginava que ele fosse culpado, vimos que os meninos precisavam de um tempo. Cada um deles se dedicou a algo, mas Shane e Lua foram altamente atingidos pelos planos da mulher. Ambos escaparam com vida por pouco e Mark, o chefe de segurança da banda de rock mais famosa, não lidou muito bem com a culpa que sente por todos os acontecimentos.

Já houve missões em que falhei, poucas, mas essa… foi a mais dolorosa de todas. Porque não falhei como major, falhei como Mark Vance Murdock.

Sendo assim, ele tem uma coisa em mente, nas suas férias, irá atrás de Suzanne e trará ela de volta para os EUA, para que ela possa responder por todos os crimes que cometeu. Seu último sinal era saindo do Chile, em direção a Indonésia e é para lá que Mark vai.

643

Com isso, seu caminho se cruzará com o de Cahya. Ela é uma agente da Interpol que está envolvida em uma investigação para pegar um falsificador de quadros de Picasso. Há anos vem trabalhando nesse caso e está cada vez mais perto do seu sucesso. Só que seu chefe tem uma notícia que não será muito agradável. Cahya precisa ajudar um amigo de Stone que está chegando na Indonésia. E, não só isso, como também abrigá-lo em sua casa.

Essa ideia a deixa bem irritada, por ter que deixar de dar total atenção ao seu caso, para ajudar quem ela considera apenas o segurança de uma banda de rock. Além disso, ela é uma pessoa solitária. Tudo na sua casa é feito apenas para uma pessoa, mas com a tentação de uma promoção e férias, ela aceita abrigar Mark.

– Você está acostumado com humor sarcástico.
– Eu protejo rockstars, senhorita York.

Quando eles se conhecem, Mark percebe que Cahya não é uma pessoa tão sociável assim e até se oferece para ir ficar em um hotel, mas ela não aceita e pede para que ele apresente o caso de Suzanne. Assim que o ex major explica tudo o que aconteceu, a agente percebe que aquele caso é maior do que pensam e segue uma linha diferente também. E por motivos passados, ela tem uma certeza, precisa ajudar a pegar a mulher que fez das pessoas um verdadeiro inferno.

644.JPG

Uma amizade cresce entre eles, mas não só isso. O flerte enorme, a química que explode e o desejo que está ali entre eles, que vão tentando se controlar. Eles não querem se render, porque sabem que vão ter que se separar e tudo vai ficar mais difícil. Além disso, eles precisam focar em suas missões, principalmente quando descobrem que elas podem ter muito mais conexão do que eles esperavam.

[…] Deve ter visto muita morte por perto e agora protegia uma banda de rock. Não por opção, talvez, mas, pela maneira que falou deles, aquela gente era sua família. E o fato de estar aqui por eles o tornava muito mais honrado do que qualquer patente militar o enalteceria.

Eu vou parando de contar sobre a trama por aqui, para poder falar desses personagens. Começo falando que o livro foca muito só nos dois, até porque mesmo sendo entre eles, não tem só a parte casal, mas muito das investigações também. Nós conhecemos Mark lá atrás, no livro do Zane. De início, ele era o segurança fechadão do guitarrista, que ficava de olho em seus horários e suas aventuras loucas. Conforme veio o livro 2.5 do Zane, percebemos que ele estava mais ligado aos meninos, ainda que mantendo a pose formal. E, então, chegamos ao livros do Yan, onde presenciamos ele mais perto, mais ligado naquelas pessoas. E vendo o Shane quebrar totalmente sob sua vigília. Ah, falando nesses lindos, eles tem pequenas participações especiais no livro, que só fazem a gente amar mais ainda eles.

No livro onde ele ganha o protagonismo, podemos ver melhor o quanto ele se importa com aqueles meninos e suas namoradas. O quanto ele tem medo de falhar com eles. Vamos conhecer melhor sua personalidade, suas manias e até mesmo coisas sobre o seu passado. Eu já gostava dele, desde o momento em que ele acordou Zane, com ordens da Kizzie, agora eu só fiz amar o triplo. Me peguei torcendo por ele o tempo todo. Para ele conseguir esquecer os problemas que passaram, para conseguir resolver o caso, para se entregar o amor. Amor da Cahya, amor da família The M’s.

Às vezes precisamos compreender que a vida, apesar de ser formada por nossas escolhas, muitas vezes erradas, é ainda capaz de nos dar uma segunda chance. Lá na frente, sempre haverá uma nova bifurcação e, dessa vez, então, podemos tomar o rumo certo.

Já Cahya não tem melhor definição do que maravilhosa. Ela tem uma pegada super badass. Ela é batalhadora, passou por muita coisa – ruim – na vida e ama sua profissão. Ele tem motivo para ser a pessoa de “um prato só” e é bem triste quando ela conta o que passou. Mas, tudo isso me fez admirá-la ainda mais. O fato dela se interessar pela história do Mark, assim que a escuta e que vai fazer de tudo para tentar ajudá-lo. Assim como com o nosso mocinho, também me peguei torcendo para ela. Que ela fosse feliz, que encontrasse paz, que ela tivesse sucesso.

645

Quanto a história, Aline, novamente, nos trás uma história viciante. Vamos devorar as páginas, torcer pelo casal e nos envolver na investigação que eles estão. Por sinal, esse é um ponto bem diferente dos livros dela, principalmente se formos olhar os outros livros da própria série Viajando com Rockstars. Talvez seja por isso que ela mantém o interesse dos leitores lá no alto. Ela trás histórias de personagens que queremos conhecer e de forma surpreendente a cada livro. Sua escrita continua uma delícia de acompanhar, de um jeito bem fluído e quando a gente dá por si, já acabou. Não lembro se já falei isso, mas eu leria até a lista de compras da Aline e, a cada livro que ela lança, eu comprovo esse fato. A narrativa segue o padrão da série, entre mocinho e mocinha alternando os POV’s em primeira pessoa.

Pedaços de Mark sendo entregues a mim. Pedaços meus sendo entregues a ele. Partes nossas que não queríamos de volta.

No quesito diagramação, ele está bem do jeito charmoso de ser. Sempre amo falar da delicadeza que a Editora Charme tem ao produzir seus livros. As letras e o espaçamento confortáveis para leitura, folhas muito boas, além de Mark em pessoa como fundo da abertura dos capítulos. Além disso, tem os trechos das músicas, para já montar a playlist. Vale lembrar que os livros da editora sempre acompanham de marcadores. Eu aproveitei a Bienal e já autografei meu exemplar com a autora.

Uma Missão Por Você vem para complementar a série Viajando com Rockstars, enquanto aquece o nosso coração na espera pelo próximo livro do Yan. Não tem como não dar as cinco Angélicas.

CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

 

 

10 comentários em “Resenha ‘Uma Missão Por Você – Aline Sant’Ana’

  1. Olá Raíssa, tudo bem?

    Ainda não li nada da autora, mas tenho muita curiosidade de embarcar em suas histórias, que parecem ser do tipo que nos deixa encantados. Gostei de conhecer a personalidade desses personagens, acho que rolaria uma identificação da minha parte e eu iria curtir bastante a história deles. Essa questão da investigação deve ser um ponto positiv a mais e que provavelmente fascina.
    Amei conhecer seu ponto de vista e sua animação me deixou louca para embarcar na narrativa. Já quero para ontem!

    Beijos!

    Curtir

  2. Oie.
    Nunca li nada dessa autora, mas já vi outras pessoas falando que ela é uma simpatia e isso é bom!
    Curti bastante conhecer os personagens e pelo que peguei da história cada livro foca em um protagonista em questão, algo assim? A história vai além do romance, já que temos investigação também, ADORO

    Curtir

  3. Olá,
    Acho máximo quando nos identificamos com um autor e ainda conseguimos o livro autografado por ele.
    Nunca li nada da Aline Santana, mas ela parece bastante simpática, e o melhor, você adorou a leitura.

    Curtir

  4. Oi, tudo bem? É interessante pensar que alguns livros podemos ler fora de sequência e isso não prejudica a leitura porque “tecnicamente” não traz spoilers, são independentes. Mas outros no entanto, é preciso ler certinho se não teremos spoilers ou não iremos entender toda a história como é o caso de Outlander por exemplo. São 7 livros enormes e uma história que tem um enredo bem denso então se pularmos algum ficamos perdidos. Esse que você trouxe não conhecia mas gostei de todo o clima criado pela autora. Ainda não li nenhuma obra dela. Um abraço, Érika =^.^=

    Curtir

  5. eu amo quando tem uma série que pode ser lida fora de ordem, geralmente é isso que me faz ter vontade de ler algo. Adorei o negocio da folha do livro com a sombra do moço!
    Também achei o enredo da história bem interessante, deve ser bem facil de ler, pra quem curte deve ser maravilhoso! Adorei as fotos e a resenha!

    Curtir

  6. Não conhecia muito da autora, mas já vi vários livros dela em alguns blogs por aí. Sua resenha está maravilhosa, confessor que fiquei bem interessado em ler mesmo não fazendo muito o meu estilo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s