Bienal do Livro e #CensuraNão

Oi ooooi gente! Honestamente, nunca me imaginei escrevendo uma matéria sobre a maior feira literária do país, um lugar que eu amo, que espero ansiosamente, na base do ódio, do choro. Desde ontem de noite estamos vendo toda uma situação sobre a situação sobre o evento e o ser estúpido que temos o desprazer de chamar de prefeito. Então, vamos conversar um pouco mais sobre isso…

Tudo começou na noite de ontem, quando esse idiota – sim, não vai ter uma gota de respeito aqui, não respeito homofóbicos – fez um vídeo em repúdio a uma HQ da Marvel. Vou dar uma informação aqui sobre essa trama: ela já tem DEZ ANOS! Seguindo em frente… Ele fez um vídeo, onde falava que o livro tinha conteúdo sexual e que estaria sendo recolhido da feira. A Bienal logo se posicionou, dando uma declaração.

“A Bienal Internacional do Livro Rio, consagrada como o maior evento literário do país, dá voz a todos os públicos, sem distinção, como uma democracia deve ser. Este é um festival plural, onde todos são bem-vindos e estão representados. Inclusive, no próximo fim de semana, a Bienal do Livro terá três painéis para debater a literatura Trans e LGBTQA+.

A direção do festival entende que, caso um visitante adquira uma obra que não o agrade, ele tem todo o direito de solicitar a troca do produto, como prevê o Código de Defesa do Consumidor.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ou seja, o evento peitou a decisão e garantiu que ele seguiria sendo exibido. A notícia boa, é que as 9:39, apenas 39 minutos depois de aberta a Bienal, o quadrinho se esgotou. Mas, a tristeza não teria fim. Em quase 40 anos, nunca aconteceu o que vimos hoje. Fiscais da Secretaria de Ordem Pública foram ao evento em busca de material com conteúdo impróprio. Material esse sendo livros LGBTs. Várias editoras, inclusive o Grupo Editorial Record deixaram claro que receberam a notificação para lacrar seus conteúdos LGBTs. E um ato desse é surreal em pleno século XXI, em pleno 2019!

Vou mostrar algumas posições da Bienal, de editoras, autores e tudo mais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Temos muito mais posições, mas ficaria difícil colocar todos. O que isso nos faz é ter esperança. Ter esperança que a nossa união é mais forte. Vamos resistir até o fim! Mas, vale falar que agora pouco, saiu uma liminar que proíbe que qualquer livre seja apreendido.

Além disso, uma série de coisas estão sendo planejadas para o sábado, dia 07. Às 19h, está marcado um “Beijaço”. Um ato onde as pessoas vão se beijar contra o preconceito. A manifestação será na Arena Sem Filtro.

Editoras resolveram contra atacar e já começaram a exaltar seu catálogo LGBT. Com isso, eles estão sendo demarcados e ganhando desconto. A Faro Editorial é uma que já começou! Também terão eventos nos últimos dois dias da feira, com três painéis para debater a literatura Trans e LGBTQA+.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por fim, o youtuber Felipe Neto também se pronunciou. Sua ação ocorre também nesse sábado, começando ao meio dia. Ele vai distribuir, de forma gratuita, alguns livros com a temática LGBT. Inicialmente, ele havia comprado 10 mil, mas logo depois anunciou mais 4 mil. A distribuição, de um livro por pessoa, será feita na Praça Central da Bienal. Em caso de chuva, será no Palco Maracanã. Dentre as obras que serão distribuídas estão títulos como Ninguém nasce herói (Companhia das Letras), de Eric Novello; Com amor, Simon (Intrínseca), de Becky Albertalli; Arrase! (HarperCollins), de RuPaul e Confissões de um garoto tímido, nerd e (ligeiramente) apaixonado (Arqueiro / Sextante), de Thalita Rebouças.

Os livros virão envolvidos em plástico preto, como o pedido do prefake, com o seguinte adesivo:

292x268xNb3WxpedXR7Q7JJlPSfItqqlX6B4nkpN68JvcoXMZzNxvwJTWAqBMvhgyLfGPjEayXm0FmH8qLbUgvXQ.jpg.pagespeed.ic.k1CH_SDRJ3

“Eu comprei TODO o estoque de TODOS os principais livros com temática LGBT da Bienal do Rio de Janeiro, e eles serão entregues de GRAÇA amanhã na Bienal. Os livros estarão embalados por um plástico preto com um aviso: Este livro é impróprio para pessoas atrasadas, retrógradas e preconceituosas”. Felipe, nosso muito obrigada pelo apoio.

 

Gente, isso deveria ser, inicialmente, um post de indicações. Mas eu precisava explicar tudo para vocês. Pedir para que vocês não compactuem com isso. Censura em pleno século XXI deveria ser surreal de imaginar, quando mais viver. Nós somos leitores, nós devemos ser maiores que isso, mais fortes que isso. Ler deve abrir mentes, nos livrar de preconceitos.

Por fim, para não dizer que não teve indicação nenhuma, vou deixar o link da matéria do Orgulho LGBT que fizemos antes.

 

 

10 comentários em “Bienal do Livro e #CensuraNão

  1. Não adiantam proibir. Aí que o povo se interessa e vão atrás. Bem se deu o escritor, que vendeu tudo em poucas horas. Há coisas piores nesse mundo para serem proibidas do que uma simples imagem de homens se beijando.

    Curtir

  2. oi!
    Eu sou contra qualquer tipo de censura, e pela primeira vez concordo com o Felipe Neto. O pais tem problemas que precisam de atenção e os governantes se preocupam com um beijo? Que pais é esse…

    Curtir

  3. Olá,

    Esse fim de semana me deixou abismada diante de tudo que vivemos. Eu chorei e senti uma ngústia tão grande, que não consigo colocar em palavras. É um absurdo que em pleno 2019 haja pessoas querendo censurar o amor, é inaceitável que tenhamos no nosso governo pessias preconceituosas. Ainda bem que não nos calamos, fiquei pelo menos aliviada em saber que muita gente está lutando e sendo contra essa censura absurda. Parabéns pelo post, bem informativo para quem não estava por dentro do ocorrido.

    Beijos!

    Curtir

  4. Eu achei um abuso isso que ele fez e achei louvável a atitude do Felipe Neto em distribuir os livros para quem quisesse. Esse ano está acontecendo cada coisa que até Deus duvida. Beijo

    Curtir

  5. Olá!
    Eu fiz até um post a respeito disso no meu instagram, sou completamente contra e repúdio qualquer forma de preconceito, não podemos deixar isso passar em branco, temos ter voz ativa e lutar contra esse tipo de ação!

    Curtir

  6. Vivemos em um mundo de completa falta de sensatez, quando vi as notícias circulando, não me espantei. Infelizmente ainda veremos outros casos como esse em outros eventos. Que continuemos a não aceitar esse tipo de censura.

    Curtir

  7. Com todos estes acontecimentos, duas coisas ficaram – pelo menos para mim muito claras:
    1a° estamos chegando ao fundo do poço.
    2a° a Esperança persiste e é imortal.
    Amei o post!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s