Resenha ‘Namorado por Acaso – Aline Sant’Ana’

Oi ooooi gente! Hoje eu vim trazer a resenha do mais novo lançamento da Aline Sant’Ana. O livro em questão é um stand alone, podendo ser lido sozinho. Então, se vocês não conhecem a escrita da autora, é a chance de se envolver nas tramas que ela cria. Dessa vez, ela trouxe um mocinho com uma pegada espanhola caliente e muito conquistador. Antes de mais nada, vamos a sinopse…

Contra fatos, não há argumentos. Prova 1: Despedidas de solteiro são a porta de entrada para o inferno. Prova 2: Uma boa dose de esquecimento depois da farra complicou ainda mais a minha situação. Prova 3: Uma vizinha de porta de hotel, linda e louca, viu e ouviu tudo o que eu fiz na noite anterior. E, acredite, eu fiz muita merda. Resultado: Eu estava condenado. Só que sou advogado, entende? E, assim que a linda vizinha me mostrou que acreditava piamente que eu era a pior espécie de homem que pisou na face da terra, precisei fazer alguma coisa para que entendesse que nem tudo era o que parecia. Verdades ditas e uma proposta mais tarde. Bem, acho que agora posso me apresentar. Prazer, eu sou o Hugo De La Vega, e vou te mostrar como um mal-entendido pode se tornar as melhores férias de nossas vidas.

Logo na sinopse, Hugo nos avisa: despedidas de solteiro são a porta do inferno. Mas, será que é bem assim mesmo? Bom, fato é que uma despedida de solteiro aconteceu, ele se esbaldou com algumas – sim!, algumas – mulheres e perdeu as alianças de casamento. E, na manhã seguinte da farra a realidade vai cair como uma bomba em sua cabeça. Ou melhor, como uma outra mulher.

615

Victoria é a pessoa que acha as alianças. Rolando no meio do corredor do hotel, enquanto observa o homem que a carregava se agarrando com várias. Por precaução, ela decide guardar aquelas coisinhas preciosas. Mas, quando ela vai entregar, poucas e boas serão ditas por ela, afinal, se tem uma coisa que ela não sabe lidar muito bem é com homem traidor. Mas, será que é isso mesmo?

– Eu fico me perguntando o quanto de estrago uma coisinha tão pequena como você consegue causar.
– Mas, meu Deus… você disse…

Porque, preciso defender, Vick não vai deixar Hugo sequer abrir a boca para explicar alguma coisa, antes que ela despeje tudo de ruim que acha sobre ele. E, além disso, se cruzar com o caminho da noiva, ela pode querer contar sobre a ceninha que viu na noite anterior. Só que, será que a srta. Foster de fato viu o que acha que viu? Esse é o primeiro questionamento que temos no livro.

Daí então, vamos saber como Victoria vai cruzar ainda mais seu caminho com o de Hugo e os outros De La Vega. Inclusive, como ela vai acabar sendo uma namorada por acaso, tudo para ajudar seus novos amigos. E, assim, vamos nos encantar com lugares, relações, anseios e desejos que vão se desenrolar durante o livro. E, vocês terão que ler para saber mais, porque o aviso de SPOILER A TODO TEMPO deveria estar escrito na capa desse livro.

– Não é prático, mas você acredita que o amor acontece de forma previsível?
Ela me encarou, abrindo um sorriso lindo.
– É, você está certo. O amor é imprevisível.

Sobre os personagens, começo a falando de Hugo De La Vega. A gente começa a história vendo um lado dele bastante ousado. Mas, logo vamos ver que aquilo tudo não é do feitio dele. Ele é um cara que perdeu os pais, que tem uma ligação muito forte com o irmão mais velho e com sua cunhada. Além de tudo, se decepcionou no passado e não queria mais saber de relacionamento sério. Um cara super gente boa, que acaba conquistando a confiança de Vick. Ah, já falei que Hugo pode ser chamado com outro nome? Um que deixa tudo mais sexy? Então… Vou deixar vocês descobrirem qual é.

614

Victoria Foster é uma mulher incrível, muito real e que não é de ficar quieta se algo esta errado. Ama seu trabalho de viajar o mundo e recomendar para seus clientes. Depois de muitas decepções amorosas, também quer se manter afastada de relacionamentos. Mas, naquele hotel em Cancún tudo vai mudar. Mesmo com uma péssima primeira impressão e um jeito hiper impulsivo de conhecer os De La Vega, ela acaba criando afeição por todos eles. E ver que o que a gente mais quer evitar, pode surgir muito por acaso em nossas vidas.

– Você é muito bom em seduzir;
– Eu sou advogado.
Sorriu
– Me lembre de colocar esse aviso em algum lugar. Você não veio com uma plaquinha de: fique longe, terreno perigoso?

Além dos nossos lindões, temos outros que são tão maravilhosos e que acrescentam bastante na história. Elisa, Diego, Laura, Esteban, Andrés, Rhuan e até mesmo Carlie nos conquistam de alguma forma, com alguma contribuição gostosa para história, nos marcam de alguma forma.

O gostoso desse livro é que ainda que possamos apontar que ele é um romance clichê com altas doses de pitadas calientes, Aline consegue ter um diferencial. Ao contrário da maioria dos livros de romance, onde podemos imaginar um final, mas sabemos que o casal irá se separar por um motivo, a autora prefere trabalhar problemas reais num relacionamento. Problemas que qualquer um de nós pode enfrentar e superar junto com o parceiro. Tudo isso, sem fazer com que o nosso interesse pelo livro diminua. Queremos ler, queremos descobrir o que vem a seguir para eles, queremos aqueles momentos de casal.

– Sabe, senhorita Foster. Eu acredito que o amor é o sentimento mais subestimado por nós. Acreditamos que ele é forte, mas não fazemos ideia do quanto. Não sei o que está enfrentando, mas tenha um pouco de fé. O amor sempre encontra o caminho de volta para casa.

Não é novidade para quem acompanha o blog que SOMOS fãs da Aline. E sempre que um livro novo chega, a empolgação ta junto. E o bom é que temos a expectativa alcançada. Afinal, ela tem uma escrita fluída e envolvente, além de ter personagens cativantes tanto no posto de protagonistas, quanto no posto de secundários. Acho que por isso a autora sequer pode culpar seus leitores por querer livros dos primos De La Vega haha. Temos uma narrativa em primeira pessoa, revezando entre Hugo e Vick.

616

Assim como somos fãs da autora, somos fãs da Editora Charme e isso vai além de uma parceria que temos com elas, até porque a admiração vem de antes. Mas, honestamente, dá pra sentir o amor que elas tem mesmo pelos livros que lançam. Todo o cuidado com a diagramação impecável, as letras confortáveis, o bom espaçamento, sem erros e páginas amareladas. Além disso, temos uma capa divinaaaaa – socorro!, que calor – e que tem uma história linda por trás. Preciso dizer que o modelo, Rodiney Santiago, é um ser de luz, além de lindo. E temos o marcador maravilhoso de sempre e também um pôster.

Ah! Preciso dizer que existe um conto que serve de prequel para a história. Não é obrigatório ler, mas ele é bem gostosinho e curtinho. Vocês podem encontrar ele de forma gratuita, na loja da Editora Charme.

– Cariño… – Abri um sorriso faminto. – Você vai descobrir que dançar comigo é bom, mas ser fodida por mim é ainda melhor.

Com muito amor, lugares incríveis, relacionamentos encantadores – seja amoroso, familiar ou de amizade -, além de alta pegada hot, Aline nos encanta e nos apaixonada pelo Namorado por Acaso e, com isso, ganha as minhas cinco Angélicas.

CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

 

 

7 comentários em “Resenha ‘Namorado por Acaso – Aline Sant’Ana’

  1. Pra quem curte esse estilo, deve ser mesmo uma ótima pedida! Eu vejo sempre pessoas falando sobre essa autora. A sinopse do livro é muito promissora e devo dizer que adorei a ideia da folha da foto, com a capa de fundo, super interessante e bonito!
    Adorei!!

    Curtir

  2. Nem preciso dizer que num primeiro momento eu agiria igual a Vicky! Hahaha
    Já quero ler este livro. Fiquei curiosa por saber o final da história!
    Parabéns pela resenha!

    Curtir

  3. Oi, tudo bem? Sempre tive curiosidade em ler os livros da editora mas ainda não tive oportunidade. Achei o enredo bem legal e me fez lembrar um pouquinho aquelas comédias românticas da sessão da tarde. Principalmente pela parte das férias que valeram a pena. Não costumo ler o gênero mas gosto da possibilidade de sair da zona de conforto e experimentar coisas diferentes. Tenho me arriscado em distopias e tenho gostado da experiência. Um abraço, Érika =^.^=

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s