Resenha ‘Australiano Indomável – Aline Sant’Ana’

Oi ooooi gente! Hoje eu vim trazer a resenha do segundo livro da série Sem Fronteiras Para o Amor, da Aline Sant’Ana. Ou seja, como se trata de um conto, a resenha vai ser um pouco mais curtinha que o normal. Esse conto saiu em março, então, atrasadíssima, venho apresentar o Australiano Indomável para vocês. Vamos a sinopse e depois conto um pouco de mais da trama…

No instante em que saltei do balcão do Nightclub e vi aquela menina em um vestido curto azul, eu desejei passar a noite com ela. Ela me encarou de um jeito predatório, com fogo nas veias, e foi fácil ver que me queria.
E realmente acreditei que poderíamos ter pelo menos aquela noite, mas, assim que a desconhecida descobriu o que todos na cidade de Sydney sabiam, toda a malícia desapareceu e então veio o horror.
Eu fiquei paralisado.
Porra, a vida é louca. Mas me deu uma segunda chance para mostrar àquela mulher o que eu não deixava ninguém ver.
O problema é que não faço ideia se a verdade sobre quem eu sou será o bastante. É um fato que sou indomável. Mas o que grita em minhas veias não me permite ser qualquer outra coisa.

Nós começamos a história com Julie O’Hare se divertindo com uma amiga, depois de ter terminado mais um romance. Então, nada melhor do que ir para um clube, dançar, beber e ver homens maravilhosos dando uma de ‘Magic Mike’. Mas, seu caminho iria cruzar com o de Henry Wright. Só que sua amiga, Abigail, logo dá um aviso: ele é um cara bem perigoso.

Henry trabalha na boate fazendo várias coisas, já que o dono é um grande amigo de sua família. O rapaz, ao esbarrar com Julie na boate se sente atraído por ela, mas quando pensa em se aproximar, percebe que ela já conhece a sua fama e desiste, se sentindo até mesmo ferido por aquela atitude.

Com uma personalidade tão difícil, durante a vida, conheci pessoas que sabiam lidar comigo… e outras que não gostavam da minha autenticidade. Os homens, principalmente.

Mas, o destino é uma coisa curiosa, não é mesmo? Quando Julie está sendo importunada pelo seu ex no meio do mercado, será Henry que irá a seu resgate. A brilhante ideia que ele tem é se meter, fingindo ser o atual namorado da menina. E com isso, acaba se aproximando dela e trocam os números de celular, começando assim de uma amizade.

568.JPG

Depois de dias de mensagens, centenas de conversas, Henry abre o jogo para Julie com o quanto está encantado por ela e que queria uma chance de poder estar com ela. Mas, ele sabe que é um cara que lida com coisas erradas e é o mais honesto possível com ela sobre esse fato e deixa nas mãos dela se irão continuar tudo o que está rolando entre os dois.

Safado, libertino, perigoso. O tipo do sorriso que você sabe que, se ficar cinco minutos perto de um homem como ele é, é capaz de se apaixonar.

E depois que a decisão foi tomada e Julie não conseguir afastar do rapaz, Henry vai revelar toda a verdade para ela, sobre o que faz, porque ele faz e o que buscar conseguir com isso. E ela acabará entendendo suas razões e ver que ele é uma pessoa, só com problemas para resolver. Resta saber quais são esses problemas e como ela poderá ajudá-lo com toda essa situação.

Ta bom de falar da trama já, não é mesmo? Como é um conto, daqui a pouco estou contando tudo aqui. Mas, temos que falar sobre os dois mocinhos. Podemos perceber que a Julie é uma pessoa impulsiva, mas justa. Leva a vida em um país diferente e longe do seu, mas aproveita. Pode contar com os pais e tem um relacionamento bom com eles, já que são todos parecidos. E quando conhece Henry, a gente vai torcer para que a verdade não atrapalhe nunca os dois.

E eu estava tentando enganar a mim mesmo. Nos encaixávamos perfeitamente. Seria foda pra caralho. Mas, na vida de um cara como eu, não havia espaço para uma mulher.

Henry é um cara extraordinário. Lindo, sedutor, cheio de gingado e responsabilidades. Ele sabe bem que faz coisas perigosas, coisas que já prejudicaram seu relacionamento com os pais e com muita gente que o julga. Mas, ele tem um objetivo maior e não pretende desistir antes de alcança-lo. Conforme for se apaixonando por Julie e for sincero com ela, sabe que nunca poderá se envolver com ela antes de sair dessa vida.

569.JPG

Fico me perguntando qual o limite da repetição a cada vez que venho falar de algum livro da Aline. Não tenho dúvidas, ela tem um dom maravilhoso: sempre escreve histórias envolventes. Ainda mais se tratando de um conto, ela nos faz querer mais, uma história completa. Mas, com esse projeto de contos, nos trás histórias curtinhas, gostosas e que podemos ler em tão pouco tempo. Esse eu li voltando do trabalho. O tempo com o ebook aberto passa voando mesmo. Ah! Não posso esquecer de dizer que, se você estiver em uma ressaca literária, acredito que esse conto (e o anterior e o próximo haha) pode te tirar dessa.

[…] Sabe como eu te vejo? Por enquanto, como um ser indomável. Quase um cavalo selvagem a pleno galope… e, por mais que seja louco, eu quero acompanhar essa corrida. Me deixe saber que você é, para quem eu possa decidir dar largada ou não. Tudo, Henry. O Yin-yang.

Para quem não conhece a série, vou contar que ela foi criada como um jeito super fofo e lindo de Aline pensou para agradar suas leitoras. A série nasceu no grupo de leitores dela, onde 12 leitoras *sortudas* foram sorteadas e com isso, puderam escolher o país para onde iríamos viajar, os atores que inspirariam os personagens, os nomes que eles teriam e uma música para isso. Não sei vocês, mas eu adoro essa ideia. Acredito que é o sonho de muitos leitores podem escolher elementos que sempre desejamos e eles serem moldados e escritos por uma escritora que amamos.

570.JPG

Sobre a diagramação, eu adoro que a Editora Charme tem um cuidado e um carinho todo especial, mesmo sendo só um ebook! Com uma capa que ressalta o país onde a trama passará e usando essa imagem para começar os capítulos, sinalizando de quem é a narrativa. Além disso, não encontrei nenhum erro na revisão.

Australiano Indomável leva cinco Angélicas, meu passaporte carimbadíssimo depois de passar pela Austrália e já preparado para o próximo país e crush. Vale falar que o terceiro conto já saiu – ou seja, se você está curiosa, dá pra ter spoiler de para onde iremos -, e, lembrando, que os contos saem a cada dois meses.

CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

 

 

 

 

8 comentários em “Resenha ‘Australiano Indomável – Aline Sant’Ana’

  1. Olá!
    Por acaso não conheço a saga nem tão pouco o autor. Mas pelo que você descreve sobre a narrativa parece um romance envolvente, emocionante e com algum drama pelo meio.
    O importante é que tenha gostado e, se existe uma continuação da história, aconselho a seguir sempre as sagas para ver, nem que seja, o final e rumo da história.
    E, sim, um dos meus países de eleição é a Austrália… Por acaso nunca li nenhum (acho eu) em que a história tenha-se baseado no país.
    Beijinho

    http://tudosoblinhas.blogspot.com

    Curtir

  2. Oi, tudo bem? Acredita que nunca li nenhum livro da editora? Sempre vejo algumas indicações e alguns títulos já me chamaram atenção. Achei bem legal essa iniciativa da autora de chamar leitoras para fazerem parte do projeto. Com certeza tem um gostinho todo especial pra vocês. Com relação a história não lembro de ter lido nenhuma que tenha a ver com a Austrália. Os últimos que li todos foram em Londres ou na Inglaterra. Beijos, Érika =^.^=

    Curtir

  3. Olá
    Eu juro pra você que não conhecia esses contos. E diga-se de passgem que leitoras mais sortudas essas, seria meu sonho.
    Amo livros desse gênero, pois leio muito thriller, fantasia e esses livros são bons pra descontrair, tirar aquele clima mais pessado e dar um quentinho no ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s