Solta a Playlist ‘Melhor Canção Original no Oscar’

Oi ooooi gente! Hoje trouxemos a nossa coluna de Playlist para começar um esquenta para o Oscar 2019. Uma das categorias de destaque é a de Melhor Canção Original. Então, resolvemos trazer algumas das músicas vencedoras da categoria ao longo dos anos e que tem um lugarzinho especial no nosso coração. Mas, claramente, tivemos bastante dificuldade de escolher, quando vimos quantas da Disney ganharam haha. Então, hoje teremos a primeira matéria sobre o tema, com as músicas gerais. Depois da Disney e, por fim, para apresentar as concorrentes desse ano. Sem mais delongas, vamos lá!

1940: ‘OVER THE RAINBOW – O MÁGICO DE OZ

Em Kansas, Dorothy (Judy Garland) vive em uma fazenda com seus tios. Quando um tornado ataca a região, ela se abriga dentro de casa. A menina e seu cachorro são carregados pelo ciclone e aterrisam na terra de Oz, caindo em cima da Bruxa Má do Leste e a matando. Dorothy é vista como uma heroína, mas o que ela quer é voltar para Kansas. Para isso, precisará da ajuda do Poderoso Mágico de Oz que mora na Cidade das Esmeraldas. No caminho, ela será ameaçada pela Bruxa Má do Oeste (Margaret Hamilton), que culpa Dorothy pela morte de sua irmã, e encontrará três companheiros: um Espantalho (Ray Bolger) que quer ter um cérebro, um Homem de Lata (Jack Haley) que anseia por um coração e um Leão covarde (Bert Lahr) que precisa de coragem. Será que o Mágico de Oz conseguirá ajudar todos eles?

1984: ‘FLASHDANCE… WHAT A FEELING – FLASHDANCE

Uma jovem (Jennifer Beals) de garra e talento não mede esforços para realizar o sonho de se tornar uma bailarina. Para tanto, durante o dia ela trabalha como operária e à noite solta seu corpo no ritmo alucinante das discotecas.

1985: ‘I JUST CALLED TO SAY I LOVE YOU – A DAMA DE VERMELHO

Theodore Pierce (Gene Wilder) é um executivo casado e com filhos, que se vê em uma situação bem complicada. Ele começa a recordar que tudo começou quando conheceu Charlotte (Kelly LeBrock), uma deslumbrante modelo que o perturbou tanto que ele se viu motivado em trair Didi (Judith Ivey), sua amada esposa, apenas para ter um caso com ela. Theodore articula um plano para ir para a cama com esta sensual estranha e para complicar uma colega de escritório, Ms. Milner (Gilda Radner), acredita que Theodore está interessado nela.

1987: ‘TAKE MY BREATH AWAY – TOP GUN – ASES INDOMÁVEIS

Pete Mitchell (Tom Cruise), um jovem piloto, ingressa na Academia Aérea para se tornar piloto de caça. Lá se envolve com Charlotte Blackwood (Kelly McGillis), uma bela mulher, e enfrenta um competidor à sua altura (Val Kilmer).

1988: ‘(I’VE HAD) THE TIME OF MY LIFE – DIRTY DANCING – RITMO QUENTE

Em 1963, Frances Houseman (Jennifer Grey), ou “Baby”, como é chamada pela família, uma jovem de 17 anos, viajou com seus pais, Marjorie (Kelly Bishop) e Jake Houseman (Jerry Orbach) e sua irmã Lisa (Jane Brucker) para um resort em Catskills. Ao contrário de Lisa, que pensa em roupas, Frances é idealista e quer estar no próximo verão no Corpo da Paz estudando a economia dos países do Terceiro Mundo. Assim, ela espera que este seja o último verão como uma adolescente despreocupada, mas Baby não se dá muito bem com sua irmã mais velha e está entediada em tentar distrair os hospedes mais velhos (foi envolvida nesta situação por seu pai). Até que numa noite Baby ouve algo que parece ser um som de festa no alojamento dos funcionários (que os hospedes não podem ter acesso). Ela consegue entrar na festa graças a um empregado e descobre que ali o pessoal realmente se diverte com danças, que Max Kellerman (Jack Weston), o dono do hotel, não permite. Baby chega a dançar com Johnny Castle (Patrick Swayze), um professor de dança, e logo fica apaixonada por ele. Quando Penny Johnson (Cynthia Rhodes), a parceira de dança de Johnny, fica grávida por ter se envolvido com Robbie Gould (Max Cantor), um dos garçons, Baby se oferece para aprender a dançar e substituir Penny, mas o pai de Baby, quando descobre, não gosta disto, pois considera que Johnny é de outra classe social e Baby é jovem demais para entender seus sentimentos.

1998: ‘MY HEART WILL GO ON – TITANIC

Jack Dawson (Leonardo DiCaprio) é um jovem aventureiro que, na mesa de jogo, ganha uma passagem para a primeira viagem do transatlântico Titanic. Trata-se de um luxuoso e imponente navio, anunciado na época como inafundável, que parte para os Estados Unidos. Nele está também Rose DeWitt Bukater (Kate Winslet), a jovem noiva de Caledon Hockley (Billy Zane). Rose está descontente com sua vida, já que sente-se sufocada pelos costumes da elite e não ama Caledon. Entretanto, ela precisa se casar com ele para manter o bom nome da família, que está falida. Um dia, desesperada, Rose ameaça se atirar do Titanic, mas Jack consegue demovê-la da ideia. Pelo ato ele é convidado a jantar na primeira classe, onde começa a se tornar mais próximo de Rose. Logo eles se apaixonam, despertando a fúria de Caledon. A situação fica ainda mais complicada quando o Titanic se choca com um iceberg, provocando algo que ninguém imaginava ser possível: o naufrágio do navio.

2013: ‘SKYFALL – 007 OPERAÇÃO SKYFALL

O roubo de um HD contendo informações valiosas sobre a identidade de diversos agentes, infiltrados em células terroristas espalhadas ao redor do planeta, faz com que James Bond (Daniel Craig) parta atrás do ladrão. A perseguição segue pelas ruas de uma cidade na Turquia e acaba em cima de um trem. Precisando impedir que a peça seja levada, M (Judi Dench) ordena que a agente Eve (Naomi Harris) dispare, mesmo sabendo que o tiro pode atingir Bond. É o que acontece, fazendo com que o agente 007 despenque de uma altura incrível. Considerado morto, Bond passa a levar uma vida como “fantasma” até assistir, pela TV, o ataque terrorista sofrido pelo MI6 em plena Londres. Disposto a mais uma vez defender seu país, ele retorna à capital inglesa e se reapresenta a M, mesmo guardando uma certa mágoa dela por ter ordenado o disparo. Logo eles descobrem que o responsável pelo roubo e o atentado é alguém que conhece muito bem o modo de funcionamento do MI6.

2015: ‘GLORY – SELMA – UMA LUTA PELA IGUALDADE

Cinebiografia do pastor protestante e ativista social Martin Luther King, Jr (David Oyelowo), que acompanha as históricas marchas realizadas por ele e manifestantes pacifistas em 1965, entre a cidade de Selma, no interior do Alabama, até a capital do estado, Montgomery, em busca de direitos eleitorais iguais para a comunidade afro-americana.

2016: ‘WRITING’S ON THE WALL – 007 CONTRA SPECTRE

James Bond (Daniel Craig) vai à Cidade do México com a tarefa de eliminar Marco Sciarra (Alessandro Cremona), sem que seu chefe, M (Ralph Fiennes), tenha conhecimento. Isto faz com que Bond seja suspenso temporariamente de suas atividades e que Q (Ben Whishaw) instale em seu sangue um localizador, que permite que o governo britânico saiba sempre em que parte do planeta ele está. Apesar disto, Bond conta com a ajuda de seus colegas na organização para que possa prosseguir em sua investigação pessoal sobre a misteriosa organização chamada Spectre.

2017: ‘CITY OF STARS – LA LA LAND – CANTANDO ESTAÇÕES

Ao chegar em Los Angeles o pianista de jazz Sebastian (Ryan Gosling) conhece a atriz iniciante Mia (Emma Stone) e os dois se apaixonam perdidamente. Em busca de oportunidades para suas carreiras na competitiva cidade, os jovens tentam fazer o relacionamento amoroso dar certo enquanto perseguem fama e sucesso.

img-290590-20160830201840

Então, gostaram da escolha do tema dessa vez? Acredito que vocês devam conhecer muitas dessas vencedoras. Confesso que amo real todas e vivo com elas na playlist da vida. Além disso, com os vídeos podemos admirar vários dos nossos crushes! ❤

A coluna Solta a Playlist volta em breve com mais uma trilha sonora vencedora da categoria, mas voltada para os filmes da Disney. ❤

 

 

 

 

 

11 comentários em “Solta a Playlist ‘Melhor Canção Original no Oscar’

  1. Que matéria maravilhosa!!! Nostalgia correu solto!!!
    Minhas preferidas de longe são dos filmes Dirty Dancing e Titanic… impossível não se arrepiar ❤

    Curtir

  2. Olá,

    Que post mais maravilhoso, fiquei aqui em uma grande nostalgia com as suas escolhidas. Realmente conheço a maioria e sou apaixonada pelas clássicas de Dirty Dancing e Titanic, sempre que ouvo solto várias lágrimas e me acabo por completo. Skyfall é outra música pela qual sou apaixonada e que amo demais, sempre me toca e me faz viajar na música. Ansiosa para o post com as músicas ganhadoras da Disney!

    Beijos!

    Curtir

  3. Que legal essa matéria !Quando vi o Magico de OZ,voltei na minha adolescência ,onde foi nos cobrado o resumo do livro como nota daquele mês.Eu li o livro todo e viajei na história.Me comovi com Doraty com seu cachorrinho o leão covarde ,e o homem lata. É uma história maravilhosa .No resumo que foi pedido o desenho dos personagens.Foi uma experiência muito boa.
    Minha nota foi excelente.
    Sucesso!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s