Resenha: ‘Mister O – Lauren Blakely’

Oiêêê pessoal! Hoje é dia de mais um livro da série Química Perfeita eeeeh \o/. Mister O é o segundo livro da série da Lauren Blakely, lançado pela Faro Editorial em Setembro/2017 e conta a história do romance do lindo cartunista Nick Hammer com a incrível mágica Harper Holliday. Nós tivemos um gostinho deles no livro Big Rock e confesso que estava beeeem curiosa para ver de pertinho o romance deles acontecendo. Mas antes de qualquer coisa, confere a sinopse: 

“Nick Hammer tem a vida que todo cara sempre sonhou: dinheiro e mulheres lindas aos seus pés, que não esperam nada em troca além do melhor sexo de suas vidas. E tudo isso graças ao seu personagem, Mister Orgasmo, que saiu das páginas dos gibis para ganhar um programa na televisão. Agora Nick se tornou o mentor sexual de homens ao redor do mundo e o objeto de desejo de todas as mulheres. Para para Nick, e seu alter ego Mister O, a receita é simples: dar prazer, sempre. Mas tudo isso pode estar em risco quando um pedido acontece. Harper, a irmã de seu melhor amigo, Spencer Holiday, também quer aprender as valiosas lições de Nick e Mister O. Harper é divertida, inteligente, linda e irresistivelmente sexy. E lutar contra o desejo de ter ela em sua cama será o pior pesadelo de Nick. Mister o vai conseguir “salvar” essa mocinha e ainda não ferrar a relação com o seu melhor amigo? Um romance divertido, leve, sexy e que vai arrancar suspiros dos leitores. Afinal, não dizem que o amor e a amizade andam lado a lado? Talvez eles até possam dormir na mesma cama.” 

de03494d-f010-4523-8bdd-3f508deba45d

Nick Hammer está num grande dilema interno há meses. Desde que pregou uma peça no seu melhor amigo Spencer Holliday, a pedido de Harper, irmã dele, onde ela e Nick fingiam se sentir atraídos um pelo outro de forma bem explícita e beeem física, ele vem se sentindo atraído por ela e não consegue tirá-la da cabeça. Dá pra imaginar que isso vem corroendo ele por dentro cada vez mais, pois toda vez que ele a vê, essa atração aparece com força total.

E, considerando que Spencer já ameaçou raspar seu cabelo se Nick encostasse um dedinho sequer em Harper, ele tem se mantido o mais longe possível dela. Afinal, seu cabelo é um assunto muito sério e não dá pra brincar com isso. Mas é mais fácil falar do que fazer, já que Harper tem uma mágica (entendeu o trocadilho?) que o enfeitiça e o impede de pensar racionalmente por muito tempo. Logo, seu cabelo é a última das suas preocupações (obviamente)

“Seguirei a Harper, sua lingerie e sua atitude do cacete aonde quer que ela vá. A Harper é muito forte em suas crenças, em quem ela é, e isso é grande parte da sedução.” 

Ainda assim, Nick ignora essa atração e segue com a sua vida da melhor forma que conhece, fazendo o que mais ama na vida: desenhar. Desde sua adolescência, Nick pegou gosto por desenhar, mas não é qualquer coisa, não. Ele ama desenhar tirinhas sacanas e indecentes e isso trouxe seu programa de TV, que é um grande sucesso e um orgulho imenso pra ele: As Aventuras do Sr. Orgasmo. E, assim, tudo é perfeito na sua vida: seu programa é um grande sucesso, sua fama e seus “poderes” o faz ter todas as mulheres que ele quiser e é muito claro para todos que o quanto ele ama o seu trabalho, com ou sem todo esse sucesso e suas mulheres.  

Mas, numa certa tarde de autógrafos, quando Nick está atendendo aos seus fãs e começa a ser assediado por uma fã um tanto inconveniente, sua mágica super-heroína aparece para salvá-lo. Harper, com seu jeito engraçado e mágico de ser, logo consegue desviar a fã de seu objetivo e livrar Nick de momentos bem constrangedores. Como forma de pagamento pelo salvamento, Nick chama Harper para tomar um café e, nesse café, descobre algo muito interessante sobre ela. 

Acontece que Harper tem um pequeno probleminha quando ela está conversando com caras que ela gosta: o cérebro dela vira geleia e ela não consegue formar uma frase inteira. Nick percebe isso, pois enquanto eles estão tomando seus chocolates quente, aparece Simon, pai de uma menina que terá uma festa de aniversário onde Harper vai trabalhar, e ele claramente está dando em cima da Harper e ela se transforma na frente dele. Nick não consegue acreditar que aquela mulher incrível, divertida e inteligente não consegue formar uma frase coerente porque está a fim de alguém. Ao brincar com ela sobre isso, de tão nervosa, Harper derruba chocolate quente na camisa dele toda e isso é só mais um prego naquele caixão de mico do dia kkkk. 

Mesmo com todo o desastre, Nick a convida para ir num jogo de boliche no qual ele é obrigado a ir por causa do seu chefe idiota. Apesar de todo o nervosismo e gafes do dia, Harper aceita. No dia seguinte, após o jogo, Nick vê Harper se transformar novamente: o dono do lugar onde eles jogaram boliche a conhece e começa a dar em cima dela e pufff, a Harper que Nick conhece desaparece e dá lugar à sua “Princesa Sem-Noção”, como ele passa a chamá-la.  

Por conta desses foras e da forma natural com que Nick aponta o óbvio, Harper pede que ele lhe dê aulas de namoro: como se portar quando um cara está claramente dando em cima dela, como perceber isso rápido e tudo que envolva encontros. Apesar de estar com o pé atrás, Nick aceita e logo eles começam a dar andamento nas aulas. Mas é claro que, essas aulas didáticas, logo se tornarão práticas e eles perceberão que é impossível ignorar uma química tão grande assim. 

Harper é uma mocinha que me garantiu várias risadas. Quando ela apareceu no livro do Spencer, eu já quis me tornar a melhor amiga dela, por toda a alegria que parecia emanar dela. Como mágica, uma profissão super diferente, ela encanta tanto crianças quanto adultos e muitas coisas que ela faz durante o livro, me deixou super curiosa pra saber como tudo acontece, mas claro que ela nunca contaria seus truques rs.  

“- Pra mim, é mais fácil enfiar um lápis no meu nariz e fazê-lo aparecer do lado da cabeça do que descobrir o que escrever.
– Como? Você consegue enfiar um lápis no nariz?”

61688bea-fdd0-4b5a-85c6-ce25d71b25da

A forma como ela e o Nick se divertem juntos é muito fofa. A conversa flui, a diversão é certa e a química só deixa tudo melhor. E já deixo claro que o fato dos dois amarem Harry Potter não tem nada a ver com o fato de eu ter virado uma grande fã deles e já querer ser inclusa no grupo de amigos  e preparar a maratona de filmes pro próximo fim de semana rs. Em vários momentos, eles fazem analogias ao universo de Harry Potter e eu, Potterhead que sou, adorei todas elas, claro! 

(…) e concordamos que Harry Potter representa aquilo que mais gostaríamos de fazer. Ambos escolhemos o poder de aparatação.
– Transporte mágico e instantâneo. Chega de aviões, chega de carros, chega de espera. (…) Poderíamos ir pra Fiji agora mesmo.
– Próxima parada, Bora Bora.”

Mas nem tudo são maravilhas no mundo deles, pois em todo momento pesa na consciência de Nick o fato de eles estarem tendo um caso pelas costas de Spencer. Em vários momentos, podemos ver a grande preocupação de Nick de não saber como o amigo reagiria a tudo já que, quando surgiu o assunto, Spencer logo ameaçou seu amado cabelo de morte. Mas quando o amor pegou Nick de jeito mesmo, nada mais importou, nem o trabalho, nem Spencer, nem o cabelo, e Nick deixa isso bem claro pra nós, o que me fez me apaixonar por ele ainda mais. 

“Ainda que não devesse. Esta pequena aventura romântica deveria ser a coisa mais fácil do mundo. Só que não é.”

Durante a leitura, nós temos um vislumbre de Wyatt Hammer, irmão gêmeo de Nick (SIIIIM!!!! GÊMEO!! É o que dizem, se um é bom, dois é melhor ainda, né?) e ele será o protagonista do próximo livro da série que se chama Bem Safado, e eu já tô com calor só de imaginar ele com todas as suas ferramentas, já que ele trabalha com obras rs. Ele e Nick fazem um trabalho voluntário muito fofo, onde eles levam cachorros de uma organização de resgate de animais abandonados para passear e eu só faço me apaixonar cada vez mais pelos irmãos Hammer rs. Também temos um pouco de Natalie, sua protagonista, mas nada muito revelador, apenas Wyatt falando sobre ela com Nick. Ansiosos? Porque eu estou muuuuito!!! 

Assim como no primeiro livro, em Mister O temos a narração em primeira pessoa, toda pelo ponto de vista do protagonista masculino o que me deixou muito feliz já que geralmente não é assim que acontece. A diagramação é ótima pra uma leitura confortável. Os capítulos são curtos, o que faz a leitura fluir muito bem. Encontrei alguns erros de revisão, mas nada que me atrapalhasse. As folhas são grossas e a capa nem preciso falar, né? É linda, bem envernizada e com o título em alto relevo. Confesso que eu estou bem apaixonada pelos livros da Faro Editorial. 

6f17a7a0-aa10-4964-866c-7f37e1e1c948

Nick e Harper me mostraram a melhor forma de um relacionamento divertido, sexy e bem humorado. Eles passaram da amizade para o romance de uma forma muito engraçada que me lembrou um filme que eu amo, A Verdade Nua e Crua, e isso me fez amar a história ainda mais. Assim, deixo as minhas 4 Angélicas e já vou correndo ler o próximo livro da série. E aí? Tá gostando da série Big Rock? Já leu? Pretende ler? Me conta tudo aqui nos comentário e até semana que vem. CLASSIFICAÇÃO 4 ANGÉLICAS

 

 

Anúncios

8 comentários em “Resenha: ‘Mister O – Lauren Blakely’

  1. Oi!
    Nunca li nada dessa série antes, mas A-M-E-I sua resenha. Tenho uma queda absurda por histórias com uma pitada de “comédia”. Adorei a descrição dos personagens e a originalidade das profissões. Hahaha
    Vou ver se consigo comprar essa coleção ou pegar emprestada pra ler.

    Beijos!

    Curtir

  2. Olá,

    Sou louca para ler essa série. Já tinha lido a resenha do primeiro volume e ficado bem interessada, esta resenha do segundo conseguiu me deixar mais animada. Gosto do fato da personagem não conseguir ser paquerada, pois é algo que claramente aconteceria comigo, sempre travei nesses momentos. Com essa ajuda, imagino o quanto será divertido ver a amizade se tornando em algo mais. Fiquei querendo ler a obra agora, pois com certeza iria me apaixonar pelo enredo. Adorei sua resenha, como sempre!

    Beijos!

    Curtir

  3. Eu acho que li esse livro em pfd, eu tava iniciando no gênero de leituras eróticas, lembro algumas partes do livro, confesso que preciso reler, porque tua resenha despertou aquele gostinho de voltar pra histórias.

    Curtir

  4. Nossa, parece um romance muito bom, que inclusive foge daquele mais do mesmo. Esse Mister O. tem meio que um feitiço que aparentemente se virou contra ele mesmo quando ele estreitou sua relação com Harper. Gostei do enredo e tb da tua resenha.
    Parabéns!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s