A Hora do Chá: ‘A Bela e o Ferreiro – Tessa Dare’

Oi gente!! Continuamos em Spindle Cove e hoje temos um spin-off da série. Um conto bem curtinho que seria o livro 3.5 da série da autora Tessa Dare. Eu não sei vocês, mas eu sempre quis saber o que aconteceria com Diana após o casamento da irmã Minerva, e a autora nos deu isso nesse conto apaixonante. Lembrando que como estamos falando de uma série é quase impossível não dar spoilers dos livros anteriores. Antes de falar mais, confiram a sinopse…

“Diana Highwood estava destinada a ter um casamento perfeito, digno de flores, seda, ouro e, no mínimo, com um duque ou um marquês. Isso era o que sua mãe, a Sra. Highwood, declarava, planejando toda a vida da filha com base na certeza de que ela conquistaria o coração de um nobre. Entretanto, o amor encontra Diana no local mais inesperado. Não nos bailes de debute em Londres, ou em carruagens, castelos e vales verdejantes. O homem por quem ela se apaixona é forte como ferro, belo como ouro e quente como brasa. E está em uma ferraria. Envolvida em uma paixão proibida, a doce e frágil Diana está disposta a abandonar todas as suas chances de um casamento aristocrático para viver esse grande amor com Aaron Dawes e, finalmente, ter uma vida livre! Livre para fazer suas próprias escolhas e parar de viver sob a sombra dos desejos de sua mãe. Há, enfim, uma fagulha de esperança para uma vida plena e feliz. Mas serão um pobre ferreiro e sua forja o felizes para sempre de uma mulher que poderia ter qualquer coisa? Será que ambos estarão dispostos a arriscar tudo pelo amor e o desejo?”

20181101_150931 (1)

Diana Highwood sempre foi a mais bela das irmãs Highwood, logo estava destinada a ter o casamento dos sonhos. A mãe não espera menos dela e já traçou todo o seu destino. Diana sempre teve uma saúde muito fragilizada e já tentou vários tratamentos, então quando elas ficam sabendo de Spindle Cove, a família parte em direção do vilarejo para que Diana possa respirar ar puro e finalmente recuperar a saúde.

A Sra. Highwood é uma verdadeira caça fortuna, então quando Lord Payne chega ao vilarejo, ela vê a oportunidade de Diana se casar com um visconde. Apesar de Colin ser bonito, rico e possuir um título de Visconde, Diana nunca sentiu nada por ele e sempre tenta dizer isso para a mãe, mas é claro que ela não vai desistir de casar Diana bem. Sabemos que esse casamento não vai acontecer quando lemos Uma Semana Para Se Perder já que Colin foge com Minerva, a irmã de Diana.

“Eu sei o que a minha mãe quer para mim. Eu sei o que todo mundo espera. Mas o que eu desejo de verdade?”

É claro que Diana não se chateia com a fuga de Minerva com Colin, pois ela está interessada em outro homem. Ela manteve isso muito bem escondido porque sabia que a mãe não aprovaria. O homem que desperta seu interesse é o ferreiro da vila, Aaron Dawes. A família de Aaron é das mais antigas de Spindle Cove. Ele perdeu o pai muito jovem e desde então assumiu a oficina para poder cuidar da família. Ele viu quando a vila começou a se tornar um reduto de solteiras excêntricas, mas nunca achou isso ruim, ainda mais agora que Diana veio morar lá.

Aaron e Daina não têm nada em comum. Ele é um homem de origem humilde enquanto ela é uma dama educada para ser esposa de um nobre. Eles acabam se aproximando lá no primeiro livro Uma Noite Para Se Entregar quando temos a explosão de uma das bombas de Sir Finch e acaba deixando uma pessoa gravemente ferida. É Aaron que cuida do ferido e Diana acaba ajudando. Depois disso, Diana passa a inventar qualquer desculpa para visitar Aaron e assim a atração, que ambos guardavam apenas para si, começa a se tornar cada vez maior e impossível de resistir.

“Boa demais para você. Essa é uma mulher que pode se casar com um homem rico. Ter uma mansão, belas carruagens e dezenas de criados.”

Eu gostei muito desse conto porque desde o livro da Minerva que eu queria saber mais da Diana, mas senti falta de ter mais história. Acho que ela merecia um livro maior para realmente entendermos quem é a Diana e como ela se tornou a preferida da mãe. Não aceito esse livro tão curtinho. Falando da mãe, a cada livro a Sra. Highwood é mais detestável. A missão da vida dela é casar Diana com um nobre e é até irônico que justamente ela se interesse por um homem simples como Aaron, que queira um casamento por amor e não por interesse, que sonhe mais do que a mãe imaginou e mostre uma força que ninguém jamais imaginou.

Amei que esse conto se passa todo na minha amada Spindle Cove assim pudemos ter outros personagens da vila envolvidos. Uma personagem que pra mim sempre se destaca é Charlotte, a irmã mais nova da família Highwood. Eu adoro suas tiradas bem humoradas e apesar da pouca idade, ela é super madura e inteligente. Outra coisa que sempre me arranca boas risadas é a milícia. Aqueles homens, com outras profissões, tentando atirar melhor do que as jovens damas é de morrer de rir.

A edição, como sempre, veio muito bonita e eu amei esse título. Só tenho elogios ao trabalho da Editora Gutemberg, pois vem mantendo uma padronização na série e eles acabam ficando incríveis lado a lado. Quanto a diagramação, ela também está bem padronizada com fonte e espaçamento confortáveis para leitura e páginas amareladas. A narrativa é em terceira pessoa e a história é tão fluida que você lê numa sentada só.

20181101_151133

A Bela e o Ferreiro é um conto super curto, mas felizmente sentimos toda a conexão de Diana e Aaron, e desde o início passamos a torcer por esse casal. Eles são tão fofos juntos que é por isso que não aceito esse livro tão curto. Além disso temos o mistério envolvendo o sumiço dos pertences dos hospedes da pensão e a investigação para saber quem é o ladrão. E se tratando de Spindle Cove tudo pode acontecer né?

Enfim, eu indico A Bela e o Ferreiro, pois apesar de ser curto nos mostra uma verdadeira história de amor, onde uma mulher, dita como frágil, não abaixou a cabeça para o destino que sua mãe estava lhe propondo e correu atrás do que realmente queria. E ainda temos um mocinho apaixonante e que manteve seu amor por Diana muito bem escondido, pois acreditava que ela era muito mais do que ele merecia. Enfim, deixo 4 Angélicas e semana que vem eu volto com mais uma das apaixonantes histórias de Spindle Cove.CLASSIFICAÇÃO 4 ANGÉLICAS

6 comentários em “A Hora do Chá: ‘A Bela e o Ferreiro – Tessa Dare’

  1. Olá, tudo bem?
    Eu sou apaixonada por romances de época, ainda não li nada da TEssa e morro de vontade. Adorei ver um pouco mais sobre esse volume e tenho a certeza de que quando eu começar a ler a série vou amar todos os livros. Ótima dica ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s