Resenha: ‘Opostos – Jennifer L. Armentrout’ 

​Oooooi oi gente. Hoje estou em um misto de alegria e tristeza, pois enfim temos a conclusão desta serie tão amada por mim e ao mesmo tempo me despeço desses personagens tão incríveis. Como esta resenha é sobre o último livro da Saga Lux, não tem como fugir de alguns spoilers dos livros anteriores: ObsidianaÔnixOpala e Originais, mas tentei ser o mais evasiva possível. Primeiro, confere a sinopse:

“Katy sabia que o mundo mudou na noite em que os Luxen chegaram. Ela não podia acreditar que Daemon deu as boas-vindas à sua raça ou ficou de pé enquanto sua espécie ameaçava destruir todos os humanos e híbridos na Terra. Mas as linhas entre o bem e o mal se misturaram, e o amor se converteu em uma emoção que poderia destruí-la… destruir a todos. Daemon fará qualquer coisa para salvar aos que ama, inclusive se isto implica em traição. Eles deverão se unir a um inimigo improvável se quiserem ter alguma possibilidade de sobreviver à invasão. Mas quando rapidamente se torna impossível distinguir o amigo do inimigo e o mundo está desmoronando ao seu redor, eles podem perder tudo – inclusive aquilo que mais amam – para assegurar a sobrevivência de seus amigos… e da humanidade. A guerra chegou à Terra. E não importa o resultado, o futuro nunca será o mesmo para os que ficarem.” 

O livro começa com Katy na cabana de Luc com Archer, Beth e próprio Luc. Ela está magoada e confusa sobre tudo que aconteceu dias atrás. Como vimos no livro anterior,  o restante dos milhões de Luxen, que ficaram por anos escondidos pelo espaço, chegaram à Terra. A ligação com os demais Luxen que já viviam em nosso planeta foi tão forte no momento da invasão que todos esses Luxen que já estavam aqui (incluindo os trigêmeos Dee, Dawson e Daemon) são automaticamente atraídos para os novos ‘visitantes’ e acabam os seguindo para onde quer que tenham ido para se reunirem.

A grande dúvida que existia sobre os Luxen serem ou não os vilões da história toda desde o começo é, enfim, esclarecida. Eles não são o povo do bem que tiveram seu planeta destruído pelos Arum como Daemon e sua família acreditavam. Pelo menos a grande maioria não é. Toda a história contada para Katy enquanto ela estava presa no Daedalus, de que os Luxen queriam dominar a Terra, acaba se revelando verdadeira, afinal, os novos Luxen já chegaram causando o maior caos, matando os humanos – se apossando de seus corpos – e qualquer um que os desafiassem, sendo eles Luxen, Híbridos ou Origens.

Daemon e Dawson logo se livram da conexão com esses Luxen do mal, mas Dee não. Ela se torna um ser frio e calculista, influenciada pela ligação com sua espécie. Então além de querer descobrir mais sobre os planos desses Luxen, Daemon e Dawson, mesmo desesperados para voltarem para suas amadas, Katy e Beth, também não querem fugir deixando Dee para trás.

Isso não vai terminar bem, a voz de Archer ressoou em minha mente. Seria ingenuidade de minha parte acreditar que se eu mandar você correr, você vai?
Inspirei fundo. Não vou deixá-lo sozinho. Seus lábios se curvaram num dos cantos. Foi o que imaginei.” 

Enquanto isso, Katy mesmo querendo desesperadamente ir atras de Daemon, sem querer acreditar que ele possa ter mudado de lado, sabe que deve se manter escondida, para não acabar colocando todos em perigo, especialmente Beth que está grávida. É por causa dessa gravidez que Archer e Katy vão se aventurar em um supermercado para conseguir suprimentos importantes para Beth. Só que as coisas vão dar muito errado neste lugar. Os Luxen aparecem e Katy acaba sendo levada para uma das muitas casas em que os Luxen estão reunidos.

41939066_235681277075989_1700409721791447040_n

Esta casa é onde se encontra os trigêmeos Black, e mesmo Daemon tentando fingir para o Luxen chefão (que se apossou do corpo do prefeito da cidade) que não se importa com Katy e só quer mantê-la viva por conta da ligação física que eles tem, fica difícil esconder o quão importante ela é para ele. Estamos falando de Daemon Black, um cara que desde o começo não foi controlado por ninguém e sempre fez o que bem quis. Pra proteger Katy ele é capaz de qualquer coisa.

“Kat não era só linda, era muito mais do que isso. Era inacreditavelmente forte, e carregava as cicatrizes dessa força como uma lutadora profissional. Além disso, era inteligente e teimosa, mas, acima de tudo, gentil. E me dera o maior presente que alguém poderia me dar ao retribuir o meu amor.”

Mas é Katy que vai acabar tendo seu primeiro ato heroico. É durante uma pequena viagem, que ela descobre que será para matar Daemon e Dawson, que determinada do jeito que é, vai dar tudo de si para que isso não aconteça. Ela age, mas nem sempre as coisas dão certo e o resultado é uma briga das feias, no meio da estrada com um bando de Luxen e Origens nada amigáveis. Devo acrescentar que alguns Origens estão do lado negro da força, o que só piora as coisas.

Quando tudo parecia perdido, eis que surgi ninguém mais, ninguém menos que Nancy ‘vaca’ Husher, em um helicóptero, exigindo que eles se juntem a ela. Depois do que aconteceu no livro passado, com Daemon, Katy e Archer escapando do Daedalus e revelando para os humanos sobre a existência dos alienígenas na Terra em um show de luzes no meio da cidade, o que acabou influenciando a vinda dos Luxen do mal naquele momento, Nancy com toda a certeza não está pulando de alegria em ver eles. Só se for para poder matá-los. A partir daí, o futuro já incerto dos nossos mocinhos, só caminha ladeira a baixo e eles terão que ser destemidos para tentarem se salvar e salvar a humanidade.

“A vida que conhecíamos se tornaria uma maldita distopia como as dos romances que eu gostava de ler, só que de verdade”

Eu vou parar de falar sobre a trama a partir deste momento, pois tudo que acontece a partir daqui, é decisivo. Pode parecer que falei demais, mas não foi nada comparado ao que vem pela frente. Vou então falar um pouco de alguns personagens. Começando por Daemon, cara sexy da p**** rs. Neste livro é nítido o quanto ele amadureceu. Ele sempre foi responsável e defendia quem amava com unhas e dentes, eu amo seu lado sarcástico e um tanto egocêntrico, mas sempre vinha com um toque adolescente de quem se acha o máximo. Ele continua se achando o máximo, não se enganem, porém um pouco menos impulsivo e estourado. Vários momentos que no passado ele agiria sem pensar, ele mostrou que tudo que passou fez com que amadurecesse da melhor forma possível.

Archer é um dos primeiros Origens (filho de uma híbrida com um Luxen) e tardou um pouco, mas a conquista do meu coração foi certeira. Ele se torna um amigo leal e muito importante para todos. Um de seus poderes é o de ler mentes e isso resulta em vários momentos cômicos do livro. Várias vezes, tanto Katy como Daemon, estão narrando os acontecimentos e são interrompidos por Archer respondendo o que eles estão pensando. Isso quebra o diálogo que seria somente entre o leitor e quem está narrando e coloca Archer na conversa rs. Eu amo demais esses momentos.

“Podia entender esse tipo de conexão. Sentia a mesma coisa com o Daemon, e me perguntei se a gente também ficava com aquela cara de bobo apaixonado.
— Ficam, sim — comentou Archer baixinho. Ai, isso era um tanto constrangedor.
— É mesmo — acrescentou ele.
Lancei-lhe um olhar irritado por cima do ombro ao mesmo tempo que o Daemon rosnava: — Sai da cabeça dela.
Archer riu.”

Katy honra seu protagonismo na história desde o início. Começou como uma humana comum, blogueira nerd, pega de surpresa no meio de tantos ETs, que até parece algo tirado de seus amados livros. Logo ela se torna parte deles como híbrida e se pega lutando como nunca imaginou que faria. Mas algo que ela sempre teve e só se intensificou com todas as dificuldades que enfrentou, foi a sua coragem e determinação. Ela não é mais uma dentre tantas mocinhas indefesas, salvas pelo mocinho. Nã nã não! Ela também salva o mocinho e quem mais ela puder salvar. Eu amo o quão forte, durona ela é e ao mesmo tempo amável e com o coração maior que o mundo.

Não posso deixar de citar um dos grandes aliados, o forte Origem, Luc. Ele vai ser um personagem muito importante nesta luta toda. Assim como Dee Black. E quem está se perguntando onde entra os Arum nessa história toda, calma que eles estão presentes e só direi que a participação deles será de extrema importância.

Como é sofrido dizer adeus a uma série que se tornou uma das minhas preferidas da vida. Começou com uma simples curiosidade, achando que eu ia acabar zoando uma tal história de ETs, só que foi muito pelo contrário. Roubou meu coração desde a primeira página, com uma trama autêntica, apaixonante e envolvente. Daemon e Katy nos prova que não importa o quão diferentes as pessoas são, contanto que exista amor, compreensão e união, o relacionamento, seja ele qual tipo for, tem tudo para ser maravilhoso. Adicione incríveis alienígenas a mistura e o resultado é um romance épico com cenas de tirar o fôlego.

41801223_548297122274398_6948097254779518976_n.jpg

O livro segue o padrão dos livros anteriores da serie, mantendo esta capa que eu acho a mais bonita de todas. O título como sempre, casando muito com a trama. A diagramação é simples, mas entrega um trabalho impecável que proporciona uma leitura confortável. A narrativa é alternada entre Daemon e Katy e para esta grande batalha final, não poderia ser diferente. Eu sou só elogios com a história então nem preciso dizer o quanto eu amo a escrita da Jennifer.

Se eu disser pra vocês que Opostos é o fechamento  p e r f e i t o  eu não estaria sendo totalmente sincera. Por mais que tenha me deixado plena e satisfeita, achei que o final foi um tanto corrido. O grande momento final poderia ter sido mais trabalhado, na minha opinião, mas não foi algo tão grande a ponto de abalar a história para mim, eu só achei que deveria fazer este adendo. As páginas finais me deixaram muito feliz e fizeram com que a despedida fosse mais fácil. Algumas das melhores e mais fofas cenas entre Daemon e Katy se encontram neste livro e me apaixonei ainda mais por eles. Também tem cenas com uma carga emocional bem grande e duas em especial me levou às lágrimas, não teve jeito.

Eu poderia ficar muito mais por aqui, o que resultaria em um livro com o título ‘Motivos pelos quais amo a Série Lux’, mas acho que seria um pouco demais, não? rs. Espero ter conseguido transmitir o quanto amei essa história. Com tantos livros sendo adaptados, só me resta agora pedir para os deuses a benção de ter, um dia, essa história nas telonas. Com certeza eu iria surtar rs mas enquanto isso não acontece (olha a pessoa cheia de esperança rs), peço de todo o coração, para todos lerem e se apaixonarem pela Saga Lux. Minhas 5 Angelicas garantidíssimas ❤. CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

Anúncios

10 comentários em “Resenha: ‘Opostos – Jennifer L. Armentrout’ 

  1. Olá, tudo bem?

    A minha amiga e colaboradora Grazy já leu alguns livros da Armentrout e super adorou a escrita da autora, eu particularmente não posso opinar, pois nunca tive contato com a escrita dela. Deu para perceber claramente por suas palavras o quanto gostou do livro e gosta da série, também curti a sua resenha, mas infelizmente não pretendo realizar essa leitura, pois é uma série e não estou na vibe de encarar séries.
    Abraços,
    Yvens

    Curtir

  2. Oi Anna,
    Gosto de ler livros assim com a diagramação simples, acho que flui de forma rápida e tranquila. Quando a história é boa, como você contou sobre Opostos, vai que nem água. Curti a resenha e despertou interesse.

    Curtir

  3. Menina, eu não conheço essa saga, mas vejo tua empolgação e bom, você demonstra detalhadamente as características da obra. Li teu texto e pensei: que universo extenso. Acredito que uma história complementa a outra. Gostei da temática universo, e serem fora deles. Acho válido pesquisar sobre. Abraços!

    Curtir

  4. olá, eu amo livro de ficção cientifica, mas esse que você apresentou “Opostos” tem uma trama a mais, o relacionamento de Daemon e Katy, achei incrível o andamento da historia, entre os Origens e os Luxen. Adorei o fato conspiratório que os luxens usam pra tomar a humanidade, como fizeram com o prefeito da cidade. Emfim, é o tipo de serie que adoraria ler, confesso que nunca li os livros anteriores, mas sua resenha me empolgou bastante em ler… Abraço

    Curtir

  5. Oi, Leticia!

    Acho também que esse livro da série tem a capa mais linda. Embora tenha gostado das outras capas e desse modelo lindo! Provavelmente já disse aqui que essa série é daquelas que não me proponho a ler, pois tem muitos elementos que não gosto nas histórias então não me atrai. Mas que bom que foi algo positivo para você apesar do final não “arder” tanto.

    Bjão,
    Diego França ~ Vida & Letras
    http://www.vidaeletras.com.br

    Curtir

  6. Oi. Não conhecia a Saga lux, mas se encaixa perfeitamente no tipo de livro que adoro ler. Esta traz um bónus. O relacionamento de Daemon e Katy.
    Deu para perceber o quanto amou essa saga. E quando isso acontece nós queremos chegar no fim para conhecer toda a trama, mas não queremos porque queremos continuar vivendo as histórias dos personagens…
    Vou querer ler toda a saga, sem dúvida.

    Curtir

  7. É muito bom quando encontramos um livro (série) que conquista o nosso coração. A sua maneira de descrever trechos do livro e suas emoções para contar sobre é bem legal, achei bem interessante a descrição do personagem kat “Kat não era só linda, era muito mais do que isso. Era inacreditavelmente forte, e carregava as cicatrizes dessa força como uma lutadora profissional. Além disso, era inteligente e teimosa, mas, acima de tudo, gentil. E me dera o maior presente que alguém poderia me dar ao retribuir o meu amor.” embora pareça um estereótipo de mulher ideal da atualidade. Não foi bem um livro que chamaria minha atenção. Parabéns por sua forma de descrever sobre livro e a serie.

    Curtir

  8. Estou tão viciada no seu blog, que antes de ler o texto ja vou la ver quantas Angelicas você deu. Adoro sua forma simples e leve de escrever. Ainda não li nada dessa autora, mas confesso que fiquei com vontade.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s