A Hora do Chá: ‘O Segredo do Conde – Lorraine Heath’

Oi ooooi gente! Hoje eu trouxe a resenha do segundo livro da série Os Sedutores de Havisham. O primeiro foi Codinome Lady V, que eu amei e estava na expectativa do segundo, que contaria a história de Edward. Demorou mais de um ano, mas a leitura chegou e, antes que eu me empolgue demais, confiram a sinopse de O Segredo do Conde…

Em uma noite de verão, Edward Alcott cede à tentação e beija Lady Julia Kenney nas sombras de um jardim. A paixão que se agita dentro dele, no entanto, precisa permanecer oculta, porque a jovem está noiva de seu irmão gêmeo, o Conde de Greyling. Mas quando uma tragédia atinge família dele, Edward faz um voto ao irmão doente, fingindo ser Greyling até que a condessa dê a luz ao primeiro herdeiro. Depois que ele retorna de uma viagem de dois meses, Julia encontra um marido mudado, mais ousado e perverso, mesmo que limite seus encontros a beijos. E, a cada dia, ela se apaixona mais profundamente por ele. Para Edward, as brumas do desejo provocadas naquela noite tempos atrás são rapidamente reavivadas. Ele anseia ser o verdadeiro marido dela. Mas deve se atrever a arriscar tudo e revelar seus segredos?

Dessa vez, o livro vai contar a história dos irmãos gêmeos Edward e Albert. O problema é que apenas Edward está de fato presente, já que Albert morreu durante a viagem que eles faziam a África. O Conde de Greyling se foi, mas pediu que seu irmão cuidasse de Julia, se certificando que ela não perderia o bebê deles. Sua instrução foi clara: ‘seja eu’.

Então, o irmão minutos mais novo decide se passar por Conde Greyling, deixando Julia e toda a Sociedade acreditar que o morte é, na verdade, Edward. Seu primeiro problema, é que ele não consegue enganar seus melhores amigos: Ashe e Locke. Eles cresceram juntos, viveram muitas aventuras, então sabem muito bem com quem estão lidando. Sendo assim, eles aconselham que o homem revele a verdade a Julia, mas o novo Greyling está determinado a cuidar da esposa e não deixar que ela receba nenhuma notícia que possa prejudicar a sua gravidez.

O tempo vai passando e Edward precisa assumir os papéis do irmão, não só no quesito administrador das propriedades, mas como marido também. E isso precisa ser feito sem que cause nenhum tipo de suspeita em Julia, ela precisa se sentir tão amada quanto sempre foi. O que se torna um sucesso. Ele é um administrador dedicado, cuidadoso não só com a propriedade, mas com o futuro do herdeiro de Greyling.

– Eu prometi ao Albert, quando ele estava no leito de morte, que eu faria o possível para garantir que Julia não perdesse o bebê que está para nascer. – Ela sofreu três abortos espontâneos durante o breve casamento, nunca levando uma gravidez a termo. – Fingir ser meu irmão pareceu a melhor forma de conseguir isso. Eu preciso saber como vocês descobriram a verdade. Se Julia desconfiar…

E com o passar dos dias, seu amor por Julia, que  por anos escondeu, vem à tona. Mas isso deixa Edward em certo desespero. Primeiro, porque ela é a viúva de seu irmão, o que mexe com vários pontos morais. Segundo, porque os dois viviam uma conturbada relação como cunhados, onde um – supostamente – odiava o outro, apenas se tolerando por Albert. E Edward sabe muito bem que isso pode e vai causar um atrito gigante entre os dois.

Talvez, por todos os motivos que aparecem em seu caminho, que o nobre homem tanto adia contar a verdade a mulher de sua vida, até mesmo depois que Albertina nasce. Só que nada dura para sempre, ainda mais uma mentira. Então, Edward vai precisar lidar com a reação de Julia, como ele vai lidar com todo o amor que sente e ainda pensar em como contar a verdade perante toda a sociedade, sem que isso afete as mulheres de sua vida.

446.JPG

Vou parando por aqui, sobre a trama do livro, porque é delicioso descobrir cada acontecimento que esse livro apresenta, mas quero falar um pouco sobre os personagens…

Edward é o atual amor da minha vida literária. Já li alguns livros depois desse, mas meu coração ainda pertence a ele. Edward é composto de muitas camadas. Ele nos foi apresentado em Codinome Lady V como um bon vivant, que nunca amou e nunca amará ninguém e que sempre irá pensar somente em si. Mas, sente muita culpa pela morte do irmão, que aconteceu em uma viagem que ele tanto insistiu para fazerem. Talvez por isso, não titubeia em realizar o último pedido de Albert. E com essa máscara que precisa assumir, nos mostra o quanto seu caráter é enorme, assim como seu coração.

– Sinto muito não ser o mesmo homem com que você se casou.
– Você não precisa se desculpar. Não percebe? De algum modo, nós dois mudamos, e agora só precisamos nos conhecer de novo.

Sem dúvidas, ele vai nos ganhando ao decorrer das páginas, com o seu amor devoto a Julia, mas seu receio em enganá-la ainda mais e usurpar mais uma coisa que era de seu amado gêmeo. E, se toda a devoção que ele dedica a mulher que ama não for suficiente, temos seu relacionamentos com os seus melhores amigos, os outros irmãos que a vida lhe deu. Os momentos com Edward, Ashe e Locke sempre rendem partes maravilhosas e que nos deixam aos pés desses três Sedutores. Ah, e tem uma cena incrível, onde ele cuida de uma família que vai ser a hora final para roubar o nosso coração.

Julia é apaixonante. De tal forma, que entendemos como eles puderam se apaixonar tanto por ela e o que cada um enfrenta pela dama. Ela é delicada e tão querida. Ela ama o marido e se culpa por seu primeiro beijo ter sido com Edward, mesmo que por engano. O problema é que ela anda ainda mais apaixonada pelo marido depois que ele voltou de viagem e não consegue entender como ambos podem ter mudado tanto. Mas, ela acredita que se tornou mais independente, mais atrevida e curiosa. O que faz bem para si mesma. O problema é que a vida vai trazer baques para ela, além de verdades que não imaginava.

– Nunca tinha visto você conduzir seus negócios.
– Talvez seja melhor se você não vir no futuro. Não quero que me considere um tirano.
– Pelo contrário, eu respeito o modo como cuida do que é seu. E eu sou sua.

Temos a participação de Minerva, ainda que brevemente, matado as saudades de seu jeito sagaz. Além de Ashe, que desde o início é contra o plano de um irmão substituir o outro, mas acaba em segredo. O Marquês de Marsden, como sempre, nos brinda com sua inteligência sem igual. E, particularmente, acredito que com a morte da sua esposa, que o deixou tão mal, ele direcionou todo o seu amor para os quatro meninos que ficaram sob sua guarda e sempre tem sábias palavras para cada um deles.

Mas, Locke é o que sempre chama atenção. Assim como quando participou do livro de Ashe, ele vem para mostrar apoio e as verdades que eles precisam escutar. O nosso querido visconde tem uma inteligência sedutora e conselhos pontuais para seus amigos. Existe uma cena com Edward e uma certa pergunta, que me fez passar mal de rir. O que me faz ficar extremamente curiosa para o livro dele e para ver como será a vez dos amigos darem conselhos a ele.

– Uma condessa deve estar acima de qualquer suspeita.
– Pelo contrário. Uma condessa deve poder fazer o que quiser. Pelo menos a minha deveria poder.

Heath, novamente, vem com um livro que nos conquista desde a primeira página. A verdade é que é até difícil falar o quanto eu amei toda essa história, porque foi muito! Entrou na lista de ‘melhores livros do ano’. A sensação é que ela se superou em comparação ao primeiro, que já havia sido muito bom. Ela faz com que a gente se apaixone pelos personagens, que torça por eles. Ela ainda tem uma delicadeza ao retratar Albert, de modo que a gente goste dele, mas que não supere o Edward. Gosto muito das notas que ela faz, porque trás a curiosidade sobre a inspiração que ela teve para o livro. Sinceramente? Essa mulher é a MINHA diva dos romances de época. Acredito que todos devem eleger uma, não é?! haha. A narrativa, assim como na maioria dos livros desse gênero, é feita na terceira pessoa.

447.JPG

A diagramação é uma graça. As folhas são amareladas, com letras e espaçamento bons para leitura. A abertura dos capítulos vem com um arabesco, bem característico da época e a divisão dentro dos capítulos é feita com uma pequena rosa, que é tão marcante na vida dos protagonistas. E a capa… o que é essa capa?! É absurdamente linda! Eu sou completamente apaixonada pelo trabalho da editora no geral, mas o cuidado com a apresentação do livro é incrível! Dá de um milhão a zero na capa original!

Vou deixar minhas cinco Angélicas para O Segredo do Conde, assim como deixei meu coração com Edward. E aí, só vem Locke, porque eu to te esperando!

CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

 

 

 

7 comentários em “A Hora do Chá: ‘O Segredo do Conde – Lorraine Heath’

  1. Fiquei intrigada… imagina se seu marido, que está à beira da morte, pede ao irmão gêmeo para se passar por ele, aí você passa muito tempo sendo enganada e o homem que se passa por seu marido também deixa de seguir a vida dele para cumprir com o último desejo do irmão, aprisionado em uma mentira e te aprisionando também… Que tenso! Fiquei tão intrigada que já quero ler a série inteira para saber onde isso vai dar.
    Beijooos. ❤

    Curtir

  2. Raíssa,
    sempre que venho aqui eu volto apaixonado por pelo menos uma coisa: pode ser uma história, uma análise divertida e leve, um livro diferente, um personagem marcante. Hj, vou voltar apaixonada pela foto encantadora q abre o texto!
    Sobre a obra, confesso não fazer parte da minha vontade atual ler séries (poxa, eu aprendo tanto lendo livros fechados. Acho q ando com preguiça de pegar coisas gigantes q demoram vários dias de leitura para se fechar. Talvez eu me recupere em breve). Tenho certeza q Os Sedutores de Havinsham foi super bem escrito, mas, se for ler algum, acho q leria o próximo livro, já que o Locke me parece um personagem bem central nesta saga.
    Agora, q massa q a autora colocou notas! É muito bom entender como uma história foi feita, pensada e amada desde seus primeiros rascunhos.
    Mais um post incrível.

    Curtir

  3. Nossa, esse livro possui um enredo bem intenso e cheio de surpresas. Não conhecia o livro, mas fiquei muito interessado agora. Já o inseri em minha lista de desejos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s