Resenha: ‘Antes dos Vinte – Cinthia Freire’

Oi gente!! Hoje tem resenha de livro nacional e independente. A Cinthia Freire relançou Antes dos Vinte com uma capa nova e você já pode encontrar em ebook ou físico diretamente com a autora. Eu recebi o ebook em parceria e agora vim contar o que eu achei. Mas antes disso, confiram a sinopse…

“A vida de Luana Calzzavari não anda muito boa. Desde que seus pais se separaram, ela decidiu que odeia comerciais de margarina, come por compulsão toda vez que fica nervosa e tem um estranho hábito de organizar suas roupas por cor. Além disso, ainda esconde uma lista de coisas a fazer antes dos vinte, que criou quando era pequena, e que hoje, aos dezoito anos, jura não ter mais importância. Porém, quando seu pai lhe oferece uma viagem a Disney, como uma trégua na relação entre eles, Luana vê a oportunidade de realizar mais um dos seus antigos desejos: beijar um americano.
Pete é bonito, beija muito bem e o mais importante… é americano! Tudo o que Luana queria nessa viagem. Acontece que esse misterioso rapaz, dono de intensos olhos dourados, vai ajudá-la a realizar outros itens.
Entre confusões, algumas louças lavadas e muitas provocações eles irão descobrir que, às vezes, a vida nos guarda muitas surpresas e que o amor pode surgir onde menos se espera.”

Luana tem 18 anos e mora com a mãe desde que os pais se separaram. Ela não tem um bom relacionamento com o pai, pois acredita que ele tenha trocado a mãe por outra mulher. Sua mãe, Ana Paula, sofreu com o fim do casamento, mas hoje sabe que foi o melhor que aconteceu para os dois. O problema é que Luana não concorda e deixou de visitar o pai só para não ter que socializar com a madrasta que tanto odeia. Os encontros com o pai sempre acontecem num restaurante que ambos adoram.

Seu pai, Ricardo, decide que está na hora dessa birra de Luana passar, então propõem uma trégua. Ele paga a tão sonhada viagem pra Disney que Luana tanto quer e com direito a levar as melhores amigas, Giovana e Manuela, e ela terá que morar por um tempo com o pai e a madrasta Diana. É claro que Luana não aceita de cara, mas ir à Disney é um dos itens de sua lista do que fazer antes dos vinte.

WhatsApp Image 2018-07-30 at 171022

Luana fez essa lista com 12 anos e apesar das amigas terem deixado suas listas de lado, ela nunca deixou de tentar cumprir cada item que a garotinha de 12 anos escreveu lá. Luana acaba aceitando, pois já tem 18 anos e algumas coisas nunca foram riscadas em sua lista e duas delas, ela vai conseguir riscar se aceitar a proposta do pai: ir à Disney com as amigas e beijar um americano.

Infelizmente Manuela não poderá ir, pois está se preparando para entrar numa universidade nos Estados Unidos, mas Giovana está super empolgada pelos dias que passarão sem supervisão alguma. As duas se preparam para a viagem e ainda no aeroporto conhecem Pedro e Alex que também estão indo para a Disney. Giovana gruda em Pedro, então é natural que Luana se aproxime de Alex. Eles saem algumas vezes já que Giovana e Pedro não se largam, mas Luana não está interessada em Alex.

Ele é bonito, educado, mas não é americano. Ela não pode sair de São Paulo pra beijar um brasileiro nos EUA, então ela continua focada em riscar mais um item da sua lista e é quando ela vê o cara mais lindo. Eles trocam alguns olhares e até mesmo se apresentam, mas Luana não teve oportunidade de realmente ficar com esse cara. Não é até a festa de despedida, quando ela passa a noite toda encarando Pete. E os dois acabam tendo seu momento pra lá de quente no elevador, mas são interrompidos.

“É melhor lamentar por ter tentado do que passar a vida imaginando que poderia ser diferente.”

No dia seguinte Luana volta para o Brasil levando apenas a lembrança do seu americano Pete e sabendo que agora terá que enfrentar a realidade. É claro que os primeiros dias não são nada fáceis, pois Luana está determinada a passar seus dias o mais longe possível de Diana. Ela não a destrata, mas deixa claro que só está ali porque fez um acordo com o pai. Diana é paciente e sabe que Luana precisa de espaço, então não força um relacionamento que sabe que Luana não quer.

Os dias vão se passando e Luana não contava que fosse reencontra o seu americano no Brasil. Eles se reencontram de uma maneira inusitada e digamos apenas que será impossível para ambos não conviverem já que Pete vai morar na casa de Ricardo, o pai de Luana. Não vou dizer o motivo disso, pois seria spoiler e tiraria a graça de descobrir. Digamos apenas que Luana não vai gostar nada de ter que conviver com Pete, principalmente por achar que ele mentiu para ela quando se conheceram.

Luana foi uma personagem bem difícil de gostar, pois achei ela muito infantil, egoísta e irritante. Ela me irritou na maior parte da leitura, mas eu sempre tentava relevar porque ela era uma adolescente com seus dramas da idade. Só que no momento seguinte ela agia como uma mulher de mais idade, como sair para beber sem ter hora pra chegar em casa. Eu tive muita dificuldade para compreender tantos dramas da personagem.

Pete é um cara bonito e que leva uma vida muito simples. Ele tem um segredo e que boa parte do livro, o leitor fica especulando o que seria. Apesar disso, ele não deixa que essa condição defina sua vida. Ele é bem desapegado e debochado, então eu tive dificuldade de shippar ele com Luana por achar que eles não tinham muito a ver além do que tiveram no Estados Unidos quando acreditavam que eram estranhos que não se veriam mais.

“Desde o dia em que a conheci, não consigo pensar em outra coisa, ela me irrita, mas também me completa, as vezes eu a detesto, mas até mesmo nesse momento eu me pego sorrindo e pensando em mil formas de provocá-la.”

A Cinthia escreveu essa história em 2015 e foi postando no Wattpad e assim carregando várias apaixonadas por Pete. Em maio deste ano, a autora lançou o ebook na Amazon após passar por uma repaginada: capa nova e uma diagramação bem fofa. O livro é narrado em sua grande maioria por Luana, mas temos alguns capítulos narrados por Pete. O livro físico já saiu, mas como a Cinthia lança de forma independente só dá pra comprar diretamente com ela.

WhatsApp Image 2018-07-30 at 171022(1)

O livro tem capítulos curtos e isso ajuda bastante na leitura. Achei alguns momentos bem parados, mas depois vai pegando ritmo a gente se vê querendo descobrir o segredo de Pete, se Luana finalmente vai amadurecer e parar de achar que mundo gira ao redor dela, se a relação com o pai finalmente será resgatada ou até mesmo se finalmente ela dará uma chance para a madrasta.

Achei muito interessante como a Cinthia conduziu a história de Pete. Eu acreditava realmente que teríamos um grande drama quando o segredo dele fosse revelado, mas estamos falando de Pete né? Ele já sofreu muito e alguns momentos ainda se acovarda diante de algumas situações, mas é sempre pensando nos outros. Ele tem um coração enorme e que vai ganhado os leitores.

Eu conheci a escrita da Cinthia pela série Segredos e gosto muito de como ela conduz suas histórias. Ela vai estar no estande da Editora Qualis para lançar Meu Erro. Tem resenha dele AQUI e eu fiquei bastante feliz com essa notícia. Então quem estiver pela Bienal de São Paulo e quiser livro da autora autografado é só passar no estande da Qualis no dia 04 de agosto.

“Sei que a vida não é fácil, que nem tudo sai como planejado e que nem sempre aquilo que parece horrível realmente é, mas precisamos passar por momentos ruins para darmos valor aos que realmente importa.”

Antes dos Vinte tem várias situações engraçada, principalmente quando Giovana está por perto. Tivemos pouco de Manuela, mas amei a determinação da personagem e a amizade dela pelas meninas. Eu gostei bastante da Diana e é ótimo ver os momentos de interação dela com a enteada. No início do livro, Luana nos instiga a não gostar dela, mas é bom ir descobrindo que a personagem é muito diferente.

Cinthia escreveu um livro jovem adulto cheio dos dramas de uma adolescente que aos poucos vai descobrindo que nem tudo que julgou como certo estava realmente certo, que viu seu relacionamento com o pai desmoronar apenas por birra, mas que teve uma segunda chance para ficar perto dele novamente. Foi uma leitura um pouco difícil para mim, mas indico que leiam para tirar sua próprias conclusões. Sendo assim deixo minhas 3 Angélicas.CLASSIFICAÇÃO 3ANGÉLICAS

11 comentários em “Resenha: ‘Antes dos Vinte – Cinthia Freire’

  1. Essa fase de saída da adolescência e entrada para a vida adulta é difícil, acredito que todo esse drama da Luana venha em decorrência desse momento da vida que aconteceu justo na época em que seus pais se separaram. Deve ser complicado de lidar. Acho que o Pete veio pra somar, parece ser um personagem de boa energia.

    Curtir

  2. Que livro lindo, deve ser uma história e tanto, confesso que até me identifiquei com a história, eu também organizo meu guarda roupas por cor e quando estou estressada como por compulsão.
    Deve ser um americano interessante, fiquei curiosa pelo livro.

    Curtir

  3. Menina,
    adoro quando vcs dão oportunidade para escritores nacionais! Poxa, como eles precisam de mais visibilidade, dinheiro, repercussão! E como eles precisam melhor o acesso a portais de divulgação, como o seus! Eu sei, pq gosto de escrever (apesar de não ser lá grande coisa) e sempre vejo q as portas aqui mais se batem q se abrem… Só disso, esse post já merece cinco menininhas lendo o livro.
    Agora, convenhamos, “Antes dos 20”? Poxa, só um título desse já me faz ficar triste! Acho q só vou comprar quando a autora fizer a segunda parte: “Depois dos 30”. Por isso, ao ler a análise, tenho q concordar que Luana parece meio imatura. Se eu fosse parente dela, realmente diria: “Calma, vc nem imagina oq acontece depois dos vintes. Ainda tem muito tempo, vai com calma”. Mas, sei lá, quem nunca fez uma bobeira nos EUA? (eu, q nunca fui lá, mas já fiz em Guarapari, no ES).
    Muito bom o post, como sempre.

    Curtir

  4. Olá!
    A narração em primeira pessoa tem desses perigos, né? Podemos amar a protagonista, e aí tudo estará perfeito, ou tomar birra dela e aí é só ladeira abaixo. Pelo que você falou do Pete, ele é o meu tipo de crush literário (da minha versão adolescente, mas ainda assim, meu tipo): debochado, desligado, mas, nem por isso, alguém que se importa menos. Ando meio afastada dos romancinhos, mas quem sabe eu não dou uma chance para esse, né?

    Curtir

  5. Ai que sonho!! Eu não tenho uma lista de coisas a fazer antes dos 30 (no meu caso rs), mas se tivesse, viajar pra Disney com as amigas com certeza estaria nela rs
    Ai essas personagens birrentas me incomodam muito também. Tenho dificuldades pra ler livros assim. E concordo com você, fica difícil entender que seja birra adolescente sendo que a Luana faz a parte boa de ser adulto, como sair sem ter hora pra voltar. Parece bem conveniente pra ela rs
    E agora eu tô curiosa pra saber o segredo do Pete kkkkkk (QUERO SPOILER!)
    Parabéns pela resenha, Dri! ❤

    Curtir

  6. Quem nunca fez uma lista que atire a primeira pedra kkkk. Gostei muito da premissa do livro, parece ser uma leitura animada. Assim como você, não gosto muito de personagens birrentas, acho que o autor deve medir muito bem esses tipos de personalidades, pois em vez de ser uma leitura agradável acaba deixando o leitor sem nenhuma vontade de continuar a leitura. Tirando isso com certeza fiquei com vontade de conhecer um pouco mais a história.

    Curtir

  7. Achei bem interessante este de fazer uma lista de coisas a se fazer antes de determinada idade, e peculiar este de beijar um rapaz americano. a sua maneira de falar sobre o texto é muito legal da para ver do lado de fora do livro. Beijos

    Curtir

  8. Olá!
    não conhecia esse livro, adoro romances engraçados, me divirto demais. Já conhecia algumas pessoas que fazem listas de coisas que querem fazer ao longo da vida, eu sou péssima de fazer essas coisas rs’
    Gostei da premissa leve, é uma boa indicação, dica anotada e espero poder conferir!

    beijos

    Curtir

  9. Fiquei curioso em saber pq Pete foi parar na casa do pai de Luana. Nunca fiz uma lista das coisas que tenho q fazer na vida, mas é um bom incentivador e q pode por um foco em nossas vidas. Gostei da resenha e da história, irei ler para descobrir o mistério q Pete tem.

    Curtir

  10. Oi, tudo bem? Acho muito legal você fazer resenha de livros nacionais, que isso incentiva mais pessoas a querer conhecer nonos livros e outros autores (eu mesma estou tentando ler mais livros nacionais), mas infelizmente a história deste não me conquistou. A sua resenha ficou ótima, completa e rica em detalhes, mas nem isso me fez ficar com vontade de ler o livro.
    https://escritorawhovian.blogspot.com/

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s