Cinco Motivos para Assistir: ‘Tempos de Guerra’

Oii gente!! A dica que eu venho trazer pra vocês hoje é: Tempos de Guerra, uma série de época que mistura realidade e ficção e me conquistou logo nos primeiros minutos e que vem sendo muito bem aceita pelo público e pela crítica, por ser principalmente uma série espanhola. Com uma trama que mistura drama, suspense e paixões, se alternam na vida dessas enfermeiras espanholas que decidem abandonar suas vidas confortáveis em função do bem maior: salvar vidas, tudo isso regado à um toque de drama mexicano. Impossível dar errado, não é mesmo? Então bora ver a sinopse e deixa eu ver se consigo convencer vocês a assistir essa série Maravilhosa.

Sinopse: Em 1921, enfermeiras da elite de Madri salvam vidas e encontram amizade e romance em um hospital instalado no norte da África para os soldados da Guerra do Rife. Entre romances e amizades, essas jovens guerreiras encontram suas próprias vidas enquanto salvam os soldados.

Com o fim de Outlander, eu fiquei procurando muito uma série de época que me conquistasse, foram muitas tentativas falhas, até que navegando pela Netflix, vi essa série que logo na sinopse me conquistou. Coloquei um episódio para assistir e só parei no último episódio.
Tempos de Guerra é uma série produzida pela canal espanhol Antena3 e no Brasil ela chegou como original Netflix e teve sua estréia em 18 de janeiro 2018. Com 13 episódios com cerca de 1 hora de duração cada, a série vem conquistando cada vez mais fãs e eu to aqui, tentando convencer vocês a assistir. Então vamos para os 5 motivos:

1 – O Enredo
A série conta a história real de um grupo de enfermeiras e moças da alta sociedade espanhola que, por ordem da Rainha Vitória Eugênia, vão ajudar a cuidar dos feridos que estão na guerra do Rife (1921-1927), no Marrocos, na qual o governo da Espanha luta para manter suas colônias no Norte da África. As enfermeiras são enviadas ao “front” marroquino para abrir um hospital da Cruz Vermelha. Dentre essas enfermeiras está Julia (Amaia Salamanca), que mesmo não sendo enfermeira, vai com o grupo na esperança de achar seu irmão Pedro (Marcel Borràs) e seu noivo Andrés (Àlex Gadea). Lideradas pela Duquesa Carmen de Angoloti, inspetora geral dos hospitais espanhóis no protetorado, as jovens tentam se adaptar rapidamente ao clima de guerra para conseguirem salvar as vidas dos soldados feridos, apesar da escassez de recursos hospitalares.

2 – O Triângulo Amoroso
Já no primeiro episódio, vamos conhecer Fidel (Àlex Garcia Fernández), medico chefe no hospital e que aos poucos ganha a amizade Julia, os dois juntos não vão medir forçar para encontrar o Irmão e o noivo de Julia que estão desaparecidos, mesmo que as noticias todas não sejam nada boas. Com o Julia encontrará na enfermagem sua verdadeira paixão, ao mesmo tempo em que se vê cada vez mais envolvida com o doutor Fidel Calderón, que pertence ao corpo médico militar e está noivo da filha do coronel, Susana Marquez (Silvia Alonso) Criando assim um triângulo amoroso cheio de altos e baixos, que com uma dose de drama mexicano, nos faz sentir diversos sentimentos em um único episódio.

serie-tempos-de-guerra-0218-1400x800

3 – Elenco/ Produção
A série já é uma vencedora por fazer sucesso sem ser do circuito EUA – Inglaterra. Apesar de ser espanhola, a série não perde em nada para as grandes produções hollywoodianas. Com um elenco de peso, que consegue nos envolver a cada episódio, além de mostrar de forma real, como viviam os soldados que iam para o “front”, mostrando todo o sofrimento, a distância da família, a perda dos amigos, fora os efeitos de imagem e principalmente os sonoros que a série tem, são Perfeitos.

4 – Representatividade
Paralelamente a história de Julia, vamos conhecer e nos envolver com as outras enfermeiras do grupo, a jovem viúva Pilar Muñis (Verônica Sanchez) se torna o braço direito da Duquesa Carmen e destina sua vida e paixão ao atendimento aos militares feridos. Verónica Montellano (Alícia Rúbino), que gosta de implicar com os médicos e suas companheiras, e Magdalena Medina (Anna Moliner) completam o grupo das jovens enfermeiras. Cada uma delas, mostra uma força, que por diversas vezes me emocionava, elas são o coração da série, lutando por seus diretos e ideais e ajudando os feridos, tudo isso com muito amor e doçura, é lindo de ver. Entre as enfermeiras esta a inocente e sonhadora, Magdalena foi criada como uma princesa, acostumada com mordomias, roupas caras e restaurantes de luxo. Deixa de lado um futuro certo ao lado de seu noivo Daniel para descobrir um mundo de sofrimentos e mortes que nunca havia imaginado. O que Madalena não imaginava, era se apaixonar por um “Mouro” ( Mulçumano, que é contra a guerra e ajuda no hospital), que vai fazer com que madalena, quebre paradigmas e mostre que quando se tem amor, tudo vale a pena.

5 – Fatos Históricos
Toda a trama se desenrola durante a guerra do Rife, que também é conhecida como a segunda guerra marroquina. A série consegue mesclar com maestria todos os fatos históricos, com a ficção. Nos mostrando as consequências que a guerra trouxe para Espanha e Marrocos, tudo isso com uma trama de fundo repleta de amor, lutas e superação.

Bom gente, é isso. Espero que minhas dicas façam vocês correm pra Netflix para maratonar os 13 capítulos que já estão disponíveis no serviço de streaming. Quanto a uma possível segunda temporada, até agora a Netflix não se posicionou quanto a isso, nos resta esperar e torcer para que venham muitas outras temporadas. Ahh, quem assistir a série, me conta nos comentários o que achou e se tiver uma dica de série de época, coloca nos comentários também.  Até a próxima…

70 comentários em “Cinco Motivos para Assistir: ‘Tempos de Guerra’

      1. Eu assisti essa série por causa de uma outra ( que infelizmente foi descontinuada da Netflix) que tem a mesma protagonista (Julia ) e é excelente assisti tbm as telefonistas outra produção espanhola muito boa. Eles são primorosos no mobiliário talheres carros roupas vc se sente vivendo naquela época…única coisa que achei diferente é que não tem negros no elenco ou asiáticos todos são brancos foi a primeira coisa que notei.

        Curtir

      2. Oi Simone!!
        Amo séries de época justamente por causa da produção de nos inserir realmente naquela época que está sendo retratada.
        Infelizmente é comum ver produções de época sem negros no elenco e quando tem estão na posição de escravos e/ou serviçais.

        Curtir

  1. Precisa-se de uma segunda temporada urgentemente, ficaram lacunas que precisam der preenchidas. Assisti pela atriz que faz a Júlia, assisti outra série perfeita com ela e tbm de época: Gran Hotel, recomendo muito. Tbm tem outras muito boas como Chamas do Destino (título traduzido) que é francesa, porém muito boa, tbm baseada em fatos, no incêndio do bazar da caridade e a partir daí muitos acontecimentos prendem nossa atenção.

    Curtir

  2. Achei que pecaram no final, deixaram várias lacunas em aberto. Ficamos sem saber o que aconteceu com Guilhermo, Suzana abandonada no altar (o que aconteceu depois?) ..o coronel que intimou Fidel a se casar com Suzana…
    O que percebi é que houve pressa para encerrar a série, não deixando o autor com tempo suficiente para ajustar o final de cada personagem com coerência. Estragaram o final.
    Mas prendeu minha atenção do começo ao fim…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s