Solta a Playlist ‘Aberturas de Séries’

Oi ooooi gente! Em fevereiro a gente inaugurou uma nova coluna aqui no blog, envolvendo playlists. A primeira matéria foi sobre as playlists que os livros da Collen Hoover tem. Dessa vez, decidimos falar sobre músicas envolvidas com outra paixão que temos por aqui: séries! Vamos listar algumas aberturas icônicas, claro que na nossa opinião – com músicas que marcaram, assim como suas séries. Então, vamos as nossas escolhas…

Além das aberturas da séries, vamos colocar as sinopses e o período de duração que elas possuem. O critério de colocação das séries é por ordem alfabética. Mas, não acredito que seja coincidência começar com uma das séries mais icônicas e conhecidas dos últimos tempos…

1 – FRIENDS (1994 – 2004)

Sinopse: Seis jovens são unidos por laços familiares, românticos e, principalmente, de amizade, enquanto tentam vingar em Nova York. Rachel é a garota mimada que deixa o noivo no altar para viver com a amiga dos tempos de escola Monica, sistemática e apaixonada pela culinária. Monica é irmã de Ross, um paleontólogo que é abandonado pela esposa, que descobriu ser lésbica. Do outro lado do corredor do apartamento de Monica e Rachel, moram Joey, um ator frustrado, e Chandler, de profissão misteriosa. A turma é completa pela exótica Phoebe.

2 – GAME OF THRONES (2011 – )

Sinopse: Há muito tempo, em um tempo esquecido, uma força destruiu o equilíbrio das estações. Em uma terra onde os verões podem durar vários anos e o inverno toda uma vida, as reivindicações e as forças sobrenaturais correm as portas do Reino dos Sete Reinos. A irmandade da Patrulha da Noite busca proteger o reino de cada criatura que pode vir de lá da Muralha, mas já não tem os recursos necessários para garantir a segurança de todos. Depois de um verão de dez anos, um inverno rigoroso promete chegar com um futuro mais sombrio. Enquanto isso, conspirações e rivalidades correm no jogo político pela disputa do Trono de Ferro, o símbolo do poder absoluto.

3 – ONE TREE HILL (2003 – 2012)

Sinopse: Além da paixão pelo basquete, parece que Nathan (James Lafferty) e Lucas (Chad Michael Murray) não têm mais nada em comum. Exceto pelo segredo de serem filhos do mesmo pai. Nathan foi criado sob as asas do pai Dan Scott (Paul Johansson), e é um atleta popular e a estrela do colégio. Lucas foi criado pela mãe, Karen (Moira Kelly), com a ajuda do tio, Keith (Craig Sheffer). Quando os dois garotos passam a jogar juntos no time de basquete da escola, o Tree Hill Ravens, eles descobrem que têm mais em comum do que imaginavam, além de suas conturbadas relações com a líder de torcida Peyton (Hilarie Burton), a tutora Haley (Bethany Joy Lenz) e a bela Brooke (Sophia Bush).

4 – OUTLANDER (2014 – )

Sinopse: Claire Randall (Caitriona Balfe) é uma enfermeira em combate em 1945. Ela é misteriosamente transportada através do tempo e mandada para 1743, e sua vida passa a correr riscos que ela desconhece. Forçada a se casar com Jamie Fraser (Sam Heughan), um cortês e nobre guerreiro escocês. Um relacionamento apaixonado se acende, e deixa o coração de Claire dividido entre dois homens completamente diferentes, em duas vidas que não podem ser conciliadas.

5 – PRETTY LITTLE LIARS (2010 – 2017)

Sinopse: Na pequena cidade de Rosewood, na Pensilvânia, as melhores amigas Spencer Hastings (Troian Bellisario), Aria Montgomery (Lucy Hale), Hanna Marin (Ashley Benson) e Emily Fields (Shay Mitchell) guardam complexos segredos. Alison (Sasha Pieterse), 5ª membra e líder do grupo, desapareceu há um ano e não deixou qualquer pista. As amigas recebem cartas misteriosas assinadas por uma letra e suspeitam que seja sua antiga companheira, mas a desconfiança que possuem em relação ao universo perverso no qual vivem provoca uma reflexão cada vez maior.

6 – SMALVILLE (2001 – 2011)

Sinopse: Baseada no personagem Superman da DC Comics, criado por Jerry Siegel e Joe Shuster, a série conta a história de Clark Kent (Tom Welling), um adolescente quase comum, se não fosse por seus poderes especiais. A série mostra como seria a vida do Super Homem se ele tivesse caído na Terra nos tempos atuais, fazendo uma mistura da modernidade do século XXI e elementos antigos já conhecidos pela história do homem de aço.

7 – THE O.C. (2003 – 2007)

Sinopse: Orange County é um paraíso na terra dos ricos, na Califórnia. Nas mansões por trás dos muros, tudo parece ser perfeito. Quando Ryan Atwood (Benjamin McKenzie), um adolescente problemático que vive se metendo em roubadas, chega em Orange County (“O.C.”) com o advogado Sandy Cohen (Peter Gallagher), ele começa a descobrir que nem tudo ali naquele lugar é tão perfeito como aparenta.

8 – Três é Demais (1987 – 1995)

Sinopse: A história começa em 1987, quando Danny Tanner (Bob Saget) perde sua esposa, Pam, em um acidente de carro. Ele precisa, então, de ajuda para cuidar de suas três filhas, D.J. (Candace Cameron), Stephanie (Jodie Sweetin) e Michelle (Mary-Kate/Ashley Olsen). Para isso, Danny recorre ao seu melhor amigo, Joey Gladstone (Dave Coulier) e a seu cunhado, Jesse Cochran (John Stamos). O que deveriam ser apenas algumas semanas transforma-se em anos de convivência.

9 – TWO AND A HALF MAN (2003 – 2015)

Sinopse: A vida de um homem rico e solteiro, Charlie (Charlie Sheen), que se aborrece quando seu irmão divorciado Alan (Jon Cryer) e seu sobrinho Jake (Angus T. Jones) acabam indo morar na sua casa em Malibu. Apesar das enormes diferenças entre os dois irmãos, eles decidem firmar uma parceria para dar um lar ao pequeno Jake.

10 – UM MALUCO NO PEDAÇO (1990 – 1996)

Sinopse: A série conta a história de Will (Will Smith), um jovem de origem humildade que se muda para um luxuoso bairro na Califónia. Após arrumar confusão com pessoas perigosas de seu bairro, na Filadélfia, a mãe de Will, temendo pelo futuro de seu filho, resolve mandá-lo para viver com sua irmã Vivian (Janet Hubert-Whitten) e seu cunhado Philip (James Avery), um advogado que se tornou juiz e tem uma vida muita bem sucedida, moradores do bairro de Bel Air, para que o filho possa ter uma educação de alto nível. Contudo, por ser um garoto humilde e não ligar para os estudos, Will vive se comportando de maneira inadequada e provocando trapalhadas aos seus tios e primos na mansão.

BÔNUS – OS SIMPSONS (1989 – )

Sinopse: Uma animação sobre uma típica família dos Estados Unidos. Homer é o pai de família nada saudável ou inteligente, que adora beber cerveja. Marge é a esposa e mãe de família dedicada. Bart é o filho de 10 anos, que não leva a escola a sério e tem orgulho disso. Lisa é a garota de 8 anos, um gênio não apreciado. E Maggie é o bebê que não larga a chupeta.

img-290590-20160830201840

Então, gostaram da escolha do tema dessa vez? Vocês já conheciam alguma das aberturas? Confesso que amo e cantarolo todas. Sou daquelas que acha crime pular a abertura rs. Tem alguma outra abertura que vocês acham que deveria estar aqui? Deixe o nome! ❤

A coluna Solta a Playlist volta em breve com mais uma trilha sonora apaixonante. E se tem alguma que você gosta e quer nos deixar de opinião, falem aí nos comentários! ❤

 

 

 

27 comentários em “Solta a Playlist ‘Aberturas de Séries’

    1. Simmm! Game of Thrones também tem isso, sabe? Nas temporadas vão mudando detalhes, tipo, o símbolo da família que esta naquele local.
      Amo esses feitos. Friends e Outlander ainda trazem imagens que nos deixam curiosos para o que virá a seguir na temporada.

      Curtir

  1. Oi, Raíssa!
    Muito legal essas Playlists, eu me lembro de algumas. A dos Simpsons é inconfundível e muito divertida. Não acompanho a maioria das séries compartilhadas, mas, em geral as músicas são ótimas. Destaco a de Game of Thrones, que me dá arrepios de lembrar da história. Outlander (que eu acompanho e amo) – essa trilha faz me sentir “infinita”, super adoroooo. A de Pretty Little Liars me lembra um pouco o toque de algumas músicas da Noiva Cadáver. E a de um maluco no pedaço é super louca!
    Adorei seu post!
    Grande abraço,
    Drica.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Drica! A do Simpsons é demais mesmo. GoT me da arrepios também. Quando toca, pode ser onde for, chama minha atenção.
      Nunca tinha pensado nisso sobre a de PLL.
      Obrigada. Beijos

      Curtir

  2. Olha, que surpresa boa! Particularmente eu sou apaixonado por TWO AND A HALF MAN. Uma das melhores séries de humor que existe! Mas Gostava muito mais quando era com o Charlie Sheen. Quando passou para o rostinho bonito de Holywood ficou muito ruim… Ainda que o Jon Cryer tenha ficado (ele é excelente). Essa, para mim, foi mais uma prova de que beleza não põe mesa! De nada adiante um rostinho bonito na TV se não tem talento suficiente para convencer!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oláaa! Eu também preferia mais quando era o Charlie. Mas, infelizmente, os problemas tiraram ele. Eu até gosto do Ashton. Mas o personagem dele na série era insuportável e mt idiota, não dava.

      Curtir

  3. Eu também acho um crime pular abertura, adoro assistir porque faz a gente entrar no clima da história. A minha preferida é a de Outlander, que música linda! Me impactou logo de cara 💗 Eu incluiría a da La Casa de Papel, achei marcante.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Hahahahahaha ai, adoro quando encontro alguém que também ame as aberturas. Dá até tristeza quando a Netflix coloca “pular abertura” haha. Aaaai, eu amo a de Outlander, ela é toda incrível. Ah, na época da matéria apenas uma ADM do blog tinha visto a série e entramos em consenso nos escolhidos rs.

      Curtir

  4. Heey!!
    Nossaaaa,algumas aberturas sao bem nostalgicas, amoooo Friends e é claro q tinha que ser a primeiira da lista haha – to ate pensando em reassistir. Um Maluco No Pedaço, NO SBT, QUEM NUNCA? muito muito bom
    Two and a half men nao cheguei a assistir tanto, mas sempre gostei das aberturas conforme o menino vai crescendo.
    Adorei seu post

    Curtido por 1 pessoa

    1. Aaaai, Friends é amor demais até hoje. E vivo revendo haha. E ai, essa série é MUITO SBT, né?! E sim, é legal mesmo, acho que conforme ele cresce que as pessoas vão entendendo o real motivo do nome da série.

      Curtir

  5. Aaaaaaaaaaaaahhhh, meu deus, como eu fiquei velho…
    Friends acabou há tanto tempo assim? E ONE TREE HILL não passa mais? Poxa, parei na terceira temporada e achei que ainda estava passando,tipo, lachei q estava lá pra 7a temporada.
    Adorei as escolhas, muita nostalgia (com exceção de The OC, q eu odiei a última temporada).
    Agora, se eu tiver q escolher, a mais linda é a de GOT… mas Friends é Friends…
    E não adianta insistir, F >>>>>>> HIMYM…
    Post lindo, como sempre.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Aaaaaah oi Lucas! Friends acabou há muito tempo. Bate deprê de ver isso rs. E ain, não OTH não passa mais e nem tem na Netflix. O que me arrasa. The OC foi a série que começou mt incrível e terminou horrível. Sim, GOT tem uma abertura magestral. E Friends é a MELHOR série de comédia se todos os tempos, não tem jeito.
      Obrigaaada!

      Curtir

  6. Aaaaaaaaaai quanta nostalgia!!! Me vem até um filme na cabeça, a cada abertura, uma lembrança gostosa da minha infância e adolescência.
    Meu eterno amor por One Tree Hill e Friends ❤ e minha paixão mais recente Outlander ❤
    Amo demais!!! ❤

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s