Resenha: ‘Pecadores – Lyli Lua’

Oiiii oi gente! Estou de volta e trazendo um livro muito interessante. Recebemos o ebook de ‘Pecadores’ em parceria com a autora Lyli Lua e fui pega de surpresa por toda a trama misteriosa. Primeiro confere a sinopse:

“O Colégio Católico São Cipriano de Cartago recebe os jovens mais ricos do Brasil e se orgulha de sua rigorosidade, mas esconde debaixo dos fios de ouro um poço de hipocrisia. Quando Eva entra nesse mundo, sua vida muda para sempre. A jovem é arrebatada por uma avalanche de mistérios enquanto tenta desfazer a teia de mentiras que se formou em torno de uma intrigante morte. O acaso a leva para o caminho da perdição e, para agravar a situação, seu coração entra em jogo quando ela vê seu destino puxá-la na direção de problemas em dobro. Ela se vê presa entre mentiras, ardis e a descoberta do amor verdadeiro, num falso mundo santo onde precisa correr atrás de respostas. Muitos são suspeitos, talvez nem todos sejam culpados. Mas são todos pecadores.”

pecadores2

O livro começa já nos mostrando que São Cipriano não é só um colégio interno católico. Eva é uma adolescente de 15 anos que é mandada para lá pelos seus pais, que fazem o impossível para pagar a mensalidade, pois acreditam ser o melhor lugar para a filha. Eva não está animada para começar nesta nova escola, mas vai dar o máximo de si para se sair bem. Logo que chega ela conhece Patrícia Coelho, uma garota aparentemente doce e animada do terceiro ano que fica encarregada de mostrar tudo do novo lugar para Eva.

Patrícia também logo se encarrega de contar sobre o Ponto Cego. Veja bem, São Cipriano é um colégio onde a maioria dos alunos são filhos da alta sociedade. Ou seja, pessoas com pais cheios da grana, totalmente o oposto de Eva. O Ponto Cego é um lugar num canto escondido do colégio onde um seleto grupo de alunos se reúnem. Esse grupo tem uma grande liberdade dentro do colégio rígido devido ao status de seus pais. Eles fazem o que querem a hora que querem com os funcionários fingindo não ver. Quem faz parte desse grupo tem passe livre para quebrar quase todas as regras que os demais alunos, incluindo Eva, devem seguir. Patrícia aconselha Eva a ficar bem longe dessas pessoas, afirmando que são encrenca. Isso coloca um alerta em Eva mais não deixa de aguçar sua curiosidade.

“Esses  encrenqueiros  são  filhos  das  pessoas  mais ricas  do  país.  Políticos  poderosos,  jogadores  de  futebol  aposentados,  milionários ou  mais.  A  Galvão,  por  exemplo,  é  filha  do  presidente  de  um  time.  É  claro  que  as freiras  fazem  vista  grossa  pra  quem  coloca  mais  dinheiro  no  leilão  de  caridade  do fim do ano.” 

Eva logo conhece os gêmeos Abramovich, Téo e Tiago. Ela se encanta por Téo imediatamente e não se dá nada bem com Tiago. Téo é o menino doce e quieto que é o único do Ponto Cego que parece não compactuar com algumas atitudes do grupo e trata Eva bem. Já Tiago é um bad boy canalha que sempre que pode se aproxima de Eva para importuná-la. Parece fazer isso mais para irritar o irmão, que demonstra interesse em Eva, do que qualquer outra coisa.

Eva começa a se envolver com Téo, mesmo com Patrícia a alertando que isso não é uma boa ideia e tem um rápido gostinho do que é fazer parte do Ponto Cego, mas depois de uma experiência nada boa, ela se afasta de vez de todos. Inclusive de Ananda, a garota também novata que Eva estava criando um laço de amizade, mas que foi cortado pelas mudanças em Ananda após entrar no tão infame grupo. Eva quer distância de tudo que envolve o Ponto Cego mesmo desejando ter respostas sobre tantos mistérios os envolvendo. Distância de tudo, menos de Téo.

Mas depois de um tempo Ananda descobre estar grávida e a única com quem ela pode contar é Eva. Nossa mocinha deixa de lado as diferenças com Ananda e fica ao seu lado para apoiá-la. Logo elas também contam com a ajuda de Téo, que resolve assumir o bebê de Ananda quando seu irmão Tiago se recusa a reconhecer a paternidade. Téo e Ananda se afastam do Ponto Cego e junto com Eva, seguem fazendo o certo no colégio.

“Quando  estávamos  juntos era  como se vivêssemos  numa  dimensão  diferente de  nossa  realidade  atual,  onde podíamos  ser  felizes  um  ao  lado  do outro,  independentemente  dos  erros do passado.” 

Mas em uma noite, Eva recebe uma ligação de Ananda pedindo sua ajuda para buscá-la na casa ao lado do colégio, onde o Ponto Cego costuma fazer festas até tarde da noite, e o que ela encontra não é nada bonito de se ver. Na verdade é uma cena triste demais. Depois do acontecido, Eva muda totalmente e está determinada a descobrir o verdadeiro culpado do que aconteceu naquela noite. Nem que pra isso ela tenha que se afastar de quem ama, se envolver com quem mais detesta e enfim entrar no Ponto Cego. Ela quer vingança e vai fazer o que puder para conseguir seu objetivo.

Mas essa nova fase de Eva na história é intensa e ela se vê totalmente perdida. Ela vai fazer coisas que julgava errado e vai entrar cada vez mais em toda a sujeira que ela descobre por baixo da fachada do Ponto Cego de serem só um grupinho rebelde e bagunceiro. Muitas vezes eu quis entrar na história só pra sacudi-la e gritar ‘Eva, o que diabos você está fazendo?!’. Foi um pouco frustante ver ela passar por certas coisas e continuar ali, mudando a si mesma. Mas ao mesmo tempo eu segui fiel desejando que ela focasse e ansiando que ela voltasse ao seu objetivo. Ou pelo menos que ela só saísse de toda aquela situação.

“Dizem  por  aí que  quando  temos a opção  de  escolher  entre  o  bem e  o mal,  é indiscutível  que  penderemos inevitavelmente  para  o  bem. Certo? Errado” 

Depois de tudo o que eu disse vocês devem estar pensando que eu contei quase o livro todo né? Pois não. Acreditem em mim quando eu digo que isso tudo acontece antes da metade do livro. Imaginem então como eu devorei essa história. Na reta final eu fiquei acordada até tantas da madruga até descobrir todo o mistério envolvido nesta história. Eu precisava saber quem era o culpado.

Mas imaginem a minha surpresa quando eu me deparo com não um, mas três finais diferentes. Isso mesmo que leram. A autora nos dá finais alternativos e deixa o resto para a nossa imaginação. Achei isso tão incrível, pois cada final possível que ela disponibilizou depende de você saber qual te agrada mais. Quantas vezes quisemos que um livro tivesse um final diferente né? Em Pecadores a autora te dá esses finais. O lado ruim é que não temos como saber qual final é o certo. Mas eu gostei disso, neste caso rs. Todos os finais são coerentes com toda a trama em si.

pecadores1

Temos muitos personagens que eu não citei antes, mas que são importantes no desenrolar da história. Como Gabriel, irmão mal humorado de Patrícia; Marina Galvão, a namorada insuportável de Tiago e meio que a abelha rainha do Ponto Cego (não por muito tempo rs) e Ayla Montenegro, melhor amiga de Marina e uma pessoa indecifrável até o final.

Eu gostei bastante dessa história mas só me pegou mesmo na metade do livro. Não que o começa seja ruim, afinal acontecem muitas coisas, mas as emoções mesmo ficam guardadas pra mais tarde. Mas algumas coisas e atitudes me incomodaram ao longo da leitura. Uma delas é na noite que tudo muda pra Eva. Achei que toda a situação foi abordada de forma tão rasa que eu fiquei decepcionada. Não achei que foi lidada com a delicadeza -se é que é a palavra certa – que a situação exigia. Aconteceram outras vezes também, mas nada que interferisse muito na minha opinião sobre o livro. Eu tive que me lembrar algumas vezes que era um livro com personagens entre 15 e 18 anos rs. Mas a escrita da autora flui com facilidade e te cativa.

Pecadores é uma leitura rápida e fácil, cheio de reviravoltas e mistério. Os ‘mocinhos’ nem sempre são o que aparentam ser e os ‘vilões’ vão depender de qual final iremos escolher acreditar. Eu deixo minhas 4 Angélicas pra essa história.CLASSIFICAÇÃO 4 ANGÉLICAS

23 comentários em “Resenha: ‘Pecadores – Lyli Lua’

  1. Nossa, que interessante essa trama. Adorei conhecer, Anna.
    A ambientação dela é algo não tão comum, e a crítica à hipocrisia é ferrenha né? Um tantinho polêmico ele. Mas esse tipo de livro com explicações rasa realmente não funcionam.

    E esses finais diferentes assim? acho que nunca me deparei com isso, não sei como reagiria até poder ler de fato é ver se faz sentido.

    – Bjux,
    Diego || Blog Vida & Letras ♥
    http://www.vidaeletras.com.br

    Curtido por 1 pessoa

    1. Sim, um tantinho polêmico sim rs.

      Olha, como eu citei, os finais são bem coerentes e super possíveis. Por isso gostei tanto. Espero que dê uma chance a leitura em algum momento 😉

      Curtir

  2. Menina, que resenha! Fiquei interessadíssima no livro. Primeiro porque, viagem minha ou não, já enxerguei toda uma simbologia por trás do nome Eva (não só do dela, mas pelo que eu vi há muitos nomes de origem religiosa aí). Segundo porque colégios feitos de fachada são sempre um prato cheio pra mim, que adoro essa coisa toda de desmascarar, derrubar aparências.

    Aliás, queria deixar registrado meu parabéns pelo incentivo à literatura nacional. Gosto de ver autorAs (especialmente as mulheres) ganhando espaço assim. Gostei muito que você apontou os pontos negativos e os positivos, de forma que, apesar de saber que há pontos fracos, vamos com vontade porque sua resenha passa essa sensação de expectativa.

    Indicação mais do que anotada.

    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Mas olhaa, eu também adoro isso de nada ser o que parece e toda a parte de derrubar aparências como você citou. Fico feliz que tenha gostado da resenha. E sim, também gosto da literatura nacional estar crescendo tanto e cada vez que me deparo com uma obra boa assim fico muito contente, de verdade.

      Curtir

  3. Realmente uma trama cheia de mistérios como iríamos imaginar que dentro de um colégio católico existisse um grupinho de privilegiados? Fiquei com pena de Ananda e intrigada para saber o que Eva encontrou no Ponto Cego…Apesar de ser um romance “proibido” torço por Eva e Téo

    Curtido por 1 pessoa

  4. Anna, adorei a resenha (como sempre adoro quase tudo q tem por aqui).
    Agora, em relação ao livro, nossa, q trama intricada (apesar de tratar o eteno amor proibido – Teo e Eva) e cheia de personagens com nome fortes (Eva.. pq Eva? A primeira mulher? Abramovich? O mafioso russo? Teo?… bem Teo eu não sei de onde ela tirou).
    Mas, de todos, o que mais me supreendeu foi um colégio Católico q chama São Cipriano… O santo mago? Ocultista e bruxo?
    Cara, estou sem entender estes nomes…
    Se vc tiver pego algo, me fala depois…

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ah, muito feliz em ler isso.
      Olha o que posso dizer é que com certeza a aura do livro é toda envolta em mistérios ocultos. Também temos Eva caindo em tentação, então sim, temos algumas ligações aqui mas cada interpretação é única. Além disso você terá mais de um final possível, o que é incrível. Se você chegar a ler (espero que sim) venha me contar o que achou ok ?! 💜

      Curtir

  5. Olá tudo bom!! Essas tramas juvenis são atrativas, mas confesso não ser muito a minha praia de leitura. No entanto gostei da resenha e de como você relatou o livro, ao meu ver algo interessante já que há probabilidades de finais diferentes. Outra coisa que me chamou atenção foi os diversos tipos de jovens e suas personalidades. Gosto quando abordam isso nas histórias. Muito boa sua resenha bem detalhada que desperta a curiosidade. Bjus

    Curtido por 1 pessoa

    1. Fico feliz que tenha gostado. As personalidades de cada personagens são bem destacadas neste livro. Os finais diferentes com certeza é um ponto a mais pra obra. Espero que leia algum dia.

      Curtir

  6. Olá, tudo bem?

    Não conhecia a história, mas já fiquei extremamente curiosa para realizar a leitura, pois parece ser uma obra maravilhosa, daquelas que vai fisgando o leitor. O fato de a autora nos dar 3 finais e permitir que o leitor crie seu próprio final é algo muito positivo, adoro obras que posso ficar refletindo e imaginando os próximos passos. A reviravolta é muito positiva, assim como o clima de mistério. Adorei a resenha!

    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s