Resenha: ‘Eduardo, Fernando e Eu – Vários Autores’

Oi gente!! A resenha de hoje é de um livro nacional e uma das autoras é a nossa super parceira Josy Stoque. Eduardo, Fernando e eu é um projeto idealizado pela Gracielle Rattes com o selo do Tardes Sensuais. A Josy se uniu a outros dois autores, Juliana Mendes e Danilo Barbosa, e criaram uma história pra lá de quente. É isso mesmo, meu povo, temos aqui um livro mega ultra power hot. Leiam a sinopse pra gente continuar…

Criada em uma fazenda no interior do Rio de Janeiro, Fabiana teve um casamento arranjado, no qual não viveu nada daquilo que sonhou para si. Pouco depois de se mudar para a capital, a jovem viúva vê a chance de recomeçar sua vida, literalmente, através da janela de seu novo apartamento, pela qual assiste a uma tórrida cena de sexo, protagonizada por dois homens. Desperta como uma mulher completamente nova e disposta a descobrir mais sobre si mesma e os novos desejos de seu corpo, cruza com os dois lindos desconhecidos no condomínio onde moram. Eduardo é um ginecologista safado, que não perde a oportunidade de ficar com quem tiver vontade, e lhe mostrará todas as maneiras que eles podem aproveitar o tempo juntos. Já Fernando, um psicólogo fofo que a conhece por acaso na praia em frente ao prédio, fará com que seus sentimentos oscilem entre desejo e amizade. Como pessoas muito diferentes que são, Fabiana, Eduardo e Fernando se envolverão em uma relação complicada e intensa, cheia de paixão e reviravoltas, que trará à tona o melhor e o pior de cada um. Vocês estão prontos para conhecer esse trio? Inspirados na ideia original de Gracielle Rattes, três escritores brasileiros, que são referência no gênero erótico, desconstroem conceitos e derrubam tabus nessa obra que vai envolver cada leitor, da primeira à última página.

Fabiana é uma mulher que conheceu e viveu pouco a vida. Ela foi oprimida pelos pais que a mantiveram sempre por perto e mesmo sendo bem jovem já é viúva. Ela foi oprimida novamente pelo marido e viveu um casamento abusivo e nada feliz. Com a morte dele, ela sai do interior e vem tentar uma nova vida no Rio de Janeiro. Ela está super bem de vida já que recebeu a herança dos pais e agora a do marido, então parte em busca de viver novas experiências.

”Aqui, sozinha,perdida entre as pessoas que correm pela orla do Rio de Janeiro, ao entardecer, eu me sinto viva”

E ela encontra, pois sem querer ela assiste um casal em pleno a cena de sexo mais quente que já viu. Aaaahhh, a cena é protagonizada por dois homens e Fabiana não sabe o que pensar, então fica lá participando de sua varanda até o momento que seu olhar cruza com o de Eduardo e seu destino começa a mudar.

Eduardo percebe que Fabi está assistindo tudo, então decide dar o seu melhor e depois ir em busca da mulher misteriosa. Eles acabam se cruzando na área social do prédio e com isso temos o início de uma tórrida relação sexual. Fabiana não quer nada sério e Eduardo quer apenas curtir a vida. Ele tem como lema a liberdade de escolhas e odeia ser rotulado. Ele apenas quer viver sem que ninguém precise dar um nome para tudo.

Antes de conhecer Eduardo, Fabi conhece Fernando na praia e sente uma linda conexão se iniciando. Fernando é um cara boa pinta, super auto astral e que enxerga em Fabi uma mulher que precisa de um amigo. Ele é assumidamente gay, então a relação deles é bem fraternal. Com Fernando, Fabi descobre o amor de um cara que pode ser seu amigo para sempre já com Eduardo, ela se descobre como mulher.

edu1 (1)

O problema é que os três estão ligados e nem mesmo sabem disso. Ao longo dos dias Fabi fica cada vez mais próxima de Fernando enquanto desfruta de noites escaldantes com Eduardo. Em contra partida a relação ‘amigos com benefícios’ de Eduardo e Fernando está cada vez mais tensa, pois Eduardo está estranho e Fernando como um cara bom de coração se preocupa com o amigo.

Fabi começa a desconfiar de seus meninos se conheçam, então começa a bolar várias maneiras de colocá-los frente a frente e tirar a história a limpo. Só que os planos nunca dão certo. Só que um de seus planos sai totalmente do controle quando ela chama Fernando para um barzinho que estava curtindo com Eduardo. Ele é ginecologista e acaba sendo chamado de última hora para uma emergência, então não está mais no lugar quando Fernando chega.

Vendo que não deu certo, Fabi decide beber todas ao lado do amigo. Eles curtem muito e vão embora muito bêbados e acabam se beijando no apartamento de Fabi. O problema é que quando acordam na manhã seguinte não se lembram se foram longe demais na bebedeira. Fabi não consegue encarar o amigo e ambos decidem conversar sobre o que aconteceu e não colocar a amizade deles em perigo. Mas nesse momento que o jogo vira e o destino decide que estava na hora dos três saberem o quanto estavam envolvidos.

“Por que será que o amor sempre passa pelo corpo primeiro antes de chacoalhar o coração?”

Eu não vou contar muito do que acontece em seguida, mas digamos apenas que nossos protagonistas não ficaram felizes e teremos aquele momento onde cada uma vai para um lado, mas como história tinha que ficar quente, é Fernando quem decide colocar um fim ao período afastado e junto iniciam uma relacionamento à três. E senhores, se preparem para isso porque esse trio de autores colocou fogo na relação de Eduardo, Fernando e Fabi.

O livro é narrado em capítulos alternados entre os três protagonistas, então conseguimos criar afinidades com eles. Até o fim achei o Eduardo bem pé no saco e apesar de saber que ele se redimiu, eu não achei que ele era merecedor nem de Fabi e muito menos de Fernando. Terminei o livro ainda odiando todas as vezes que ele ficava com o papo de não ser rotulado apenas para se proteger. Fernando é puro amor. Um cara do bem e de alma gentil e que merecia ser amado desde o início. Fabiana começou o livro como uma mulher amargurada que buscava auto conhecimento e terminou como uma mulher livre e dona da própria vida.

edu2

Um livro com três protagonistas, cada um vivendo a vida de uma forma, mas todos em busca da mesma coisa mesmo que não soubessem naquele momento o que era. A história está muito bem escrita e nos leva a imaginação. Eu confesso que não gostei muito do final, pois esperava que fosse de outra forma. Eu até torcia para que fosse de outra forma, mas no fim não me pareceu que todos tiveram seus felizes para sempre.

Em Eduardo, Fernando e Eu temos uma história recheada de muita luxuria, mas ele não fica só nisso. Temos três personagens muito intensos e cada um deles oferece sua parcela de drama à história. Apesar de não ter curtido muito o rumo que os autores levaram seus personagens, eu ainda indico muito o livro para quem gosta de uma história tão quente quanto o verão carioca. Deixo aqui minhas 4 Angélicas. CLASSIFICAÇÃO 4 ANGÉLICAS

10 comentários em “Resenha: ‘Eduardo, Fernando e Eu – Vários Autores’

  1. Oi, Adriana, muito obrigada pela resenha. Pena que não gostou do Edu nem do final. Ele era preconceituoso disfarçado de liberal, e por conta disso cometeu muitos erros. Sei que na vida real dificilmente a redenção dele seria suficiente para ter o amor de Fernando, mas é ficção, né? Eu também não sei se o perdoaria se fosse Nando hahahaha Mas que é lindo vê-lo admitindo e se entregando, ah, isso é! Ah, sobre o final “feliz”. Acreditamos que felicidade não está somente em ter um grande amor. Encontrar o amor-próprio basta para que sejamos felizes e estejamos prontos para compartilhar com alguém. Foi essa nossa mensagem. Nem tudo na vida se resume a romance. Teve de tudo nesse livro: abuso, negação, experiências, aceitação, amor, amizade e por fim a descoberta de cada um. Afinal, felicidade é subjetivo e cada um precisa encontrar seu caminho. Às vezes as pessoas que cruzam nosso caminho são apenas guias e não companheiros de viagem. Pense nisso. Um grande beijo

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Josy, sua linda!
      Eu tentei gostar do Edu e aceitei que o final feliz de outros personagens dependida do dele.
      Eu entendi que o que a Fabi buscava não era apenas o romance, mas eu queria que ela tivesse tudo. Acho que shippava o trisal rsrsrs
      Bjs

      Curtir

  2. Achei muito legal esta alternância de três protagonistas! Realmente, muito criativo! Agora, em relação ao Edu, concordo com vc: me pareceu meio pé no saco. De certa forma gosto de finais inesperados, fora da caixinha, sem final felizes para todos! Entretanto, tem q ser bem construído, ou ficamos com aquela sensação de: Q MERD@ FOI ESSA? Acho q foi oq aconteceu, né? Adorei o livro e a indicação! Quero saber mais sobre a autora, certamente! Um abraço e belíssima resenha!

    Curtir

  3. Oi Adriana, tudo bem?

    Uau, que livro é esse??? Estou aqui simplesmente sem palavras para tudo que li. Gostei de saber que o livro irá relatar essa relação a três, que é realmente incrível. Fiquei bem curiosa para iniciar essa leitura, pois parece ser uma história quente ao extremo. Adorei!

    Beijos!

    Curtir

  4. ola
    Uau o livro realmente parece ser super quente, também gostei de um dos personagens ser homossexual isso deu uma diferenciada na mesmice dos livros hot, mas infelizmente não gosto muito de livros hot, já gostei no passado mas acho que já deu para mim.

    Curtir

  5. Olá!
    Nossa, que ideia maravilhosa juntar três autoras. Não sou acostumado no gênero, mas leria, sem dúvidas! Adorei a resenha 😀

    Abraço,
    lupiliteratus.blogspot.com

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s