Resenha: ‘Opala – Jennifer L. Armentrout’

​Oiiii oi gente. Estou de volta com mais um livro desta série que eu amo. Opala é o terceiro livro da Saga Lux da autora Jennifer L. Armentrout e vem sendo publicada pela nossa parceira Editora Valentina. Lembrando que a série tem que ser lida na ordem. As resenhas de Obsidiana e Ônix já estão disponíveis. Vamos à sinopse:

“Ninguém é igual ao Daemon Black. Quando ele prometeu que iria provar seus sentimentos por mim, não estava brincando. Nunca mais vou duvidar dele. E agora que conseguimos finalmente aparar nossas arestas, bem… Tem rolado muita combustão espontânea. Mas nem mesmo ele pode proteger a família dos perigos de tentarem libertar aqueles que amam. Depois de tudo o que aconteceu, já não sou mais a mesma Katy. Tornei-me uma pessoa diferente… E não sei bem o que isso vai significar no final. Quanto mais nos aproximamos da verdade e nos colocamos no caminho da organização secreta responsável por torturar e testar os híbridos, mais me dou conta de que não existe limite para o que sou capaz de fazer. A morte de um ente querido continua afetando a todos, a ajuda surge do lugar mais improvável, e nossos amigos irão se tornar nossos piores inimigos, mas não podemos voltar atrás. Mesmo que com isso estejamos arriscando destruir nosso mundo para sempre. Juntos somos fortes… e eles sabem disso.”

O livro tem início uma semana após o término do livro anterior, Ônix. Agora sabemos muito coisa a respeito, tanto do Departamento de Defesa e suas reais intenções, como as verdadeiras motivações de pessoas que se faziam de boas e prestativas. O DOD além de saber tudo o que os Luxen são capazes, eles ainda usam isso a favor deles. Daedalus é uma parte do DOD, uma organização secreta, e são eles os responsáveis por testar e torturar híbridos, como Katy. Will, namorado da mãe de Katy, é um espião deles e se aproximou da casa de Katy para ficar de olho nela. Eu não vou me aprofundar muito nos detalhes para não dar muito spoiler pra vocês.

27016421_1168393486624949_1714829213_o

Blake também não é nada do que ele se mostrou no começo. Ele trabalha para o DOD. Katy confiou nele e acabou pagando por isso. Adam, irmão de Ash e Andrew ~os Luxen amigos de Daemon e Dee ~ e namorado de Dee acabou morto por Blake e Katy carrega a culpa nas costas. Ela deveria ter confiado em Daemon, mas não querendo colocar ninguém em perigo ela acabou omitindo coisas importantes que quase acabou destruindo a família de Daemon. As intenções de Katy eram as melhores, mas totalmente impulsivas.

Mesmo com toda essa confusão absurda, Daemon e Katy conseguem tirar forças para se manterem juntos. O amor deles é mais forte e Daemon entende o que Katy estava tentando fazer. Apesar de toda a raiva inicial ele não consegue ficar longe dela. Katy está realmente arrependida e totalmente consciente de todo o perigo que eles correm agora. Ela aprendeu que não pode resolver as coisas sozinha.

“Nossos olhos estavam fixos um no outro e eu nunca, jamais iria me esquecer do pavor estampados nos dele, da expressão de profundo desespero. Tudo parecia tão surreal, como se eu não estivesse realmente ali. Tentei sorrir, mas não tenho certeza se consegui.”

Uma única coisa boa resultou de tudo isso. Para quem acompanha a série desde o começo sabe do desaparecimento de Dawson, irmão de Daemon e Dee. Ele é citado nos livros anteriores e foi dado como morto após ele e a namorada Beth (que era humana) desaparecerem. Daemon sempre estranhou toda essa história. Acontece que eles estavam vivos o tempo todo e sendo mantidos prisioneiros pelo DOD. Dawson era mantido para que seus poderes fossem testados, assim como Beth. Dawson acaba escapando, mas Beth não e o irmão de Daemon está determinado a ir buscá-la, correndo o risco de ser capturado outra vez.

É então que Blake retorna tentando explicar suas ações. Quando um Luxen transforma um humano, eles criam uma ligação, afinal eles estão conectados. Blake afirma que o DOD está com Chris, o Luxen que o transformou e é por esse motivo que ele estava do lado do Departamento de Defesa. Ele retorna na maior cara de pau, pedindo ajuda para tirar Chris do lugar que ele está sendo mantido preso e após saber das intenções de Dawson de tirar Beth de lá, ele usa isso para conseguir que eles o ajudem. Blake é o único que sabe como todo o sistema de segurança do lugar funciona e é a única opção para tirarem Beth de lá.

26995066_1168394276624870_1953428476_n

Depois de muito relutância, afinal é impossível confiar em Blake novamente, eles acabam aceitando se unir a eles para invadir o DOD. Mas será que o tão famoso “o inimigo do meu inimigo é meu amigo” se encaixa aqui? Blake já provou que não é de confiança, mas ele parece genuinamente preocupado e quer libertar Chris. Daemon e Katy também não tem outra opção. Ou eles aceitam a proposta de Blake ou Dawson vai acabar sendo pego pelo DOD novamente. Daemon não quer perder seu irmão outra vez. Eles terão que embarcar nesta loucura e rezar para acabar tudo bem no final.

Essa série só melhora a cada livro. E me surpreende também. Como eu disse na resenha de Ônix, Katy realmente me tirou do sério, mas aqui em Opala ela se redime completamente. Ela aprendeu com seus erros e faz de tudo para não repeti-los. Ela, juntamente com Daemon vem amadurecendo a cada obstáculo que eles superam. Tanto individualmente quanto como casal. Eles viram que são mais fortes juntos e colocam muito isso em prática neste livro. Além disso, os poderes de Katy se fortalecem a cada dia e ela pode lutar como uma igual, junto com os Aliens. Apesar de Daemon ainda querer protegê-la de tudo, ele percebe o quanto ela é forte.

“Mesmo dormindo ele me segurava como se temesse me perder.”

Uma coisa que eu torci de mais foi para que Katy e Dee se acertassem. Após a morte de Adam, Dee foi a mais afetada e a mais decepcionada com Katy. Ela cortou todo o tipo de relação e evitou Katy a todo custo. Katy dá espaço para Dee, afinal ela entende a mágoa dela e aos poucos vai tentando se aproximar. A conversa definitiva que elas tiveram deixou meu coração na boca. Eu amo a amizade delas e fiquei apreensiva de não ver elas juntas novamente.

Temos todo o time de Luxen reunidos aqui novamente, exceto Adam 😭. Ash e Andrew continuam insuportáveis, mas com alguns diálogos entre eles conseguimos entender um pouco toda essa rispidez. Principalmente depois da morte de Adam. Apesar das brigas e dos desentendimentos, eles vão se unir quando necessário e lutar pela mesma causa.

Como nos demais livros, a capa original foi mantida assim como a tradução literal do nome. Temos as páginas amareladas e o espaçamento e fonte ideal para uma boa leitura. No final de Ônix tivemos o primeiro capítulo de Opala para termos um gostinho de quero mais, mas isso não acontece em Opala. Eu já aconselho vocês a se prepararem para o final deste livro. É agonizante.

27016418_1168393313291633_279742544_o

Eu vou ficando por aqui e claro que recomendando muuuito essa leitura. Eu tentei ser um pouco vaga pois cada detalhe é importante para a história e eu não quis entregar de bandeja para vocês rsrs. Desejo muito que eu tenha despertado pelo menos um tiquinho de curiosidade em vocês para que corram pra ler essa série. É maravilhosa. Minhas 5 Angélicas super garantidas aqui e até a próxima semana. CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

Anúncios

7 comentários em “Resenha: ‘Opala – Jennifer L. Armentrout’

  1. Ainda não li o livro Opala mas pela sua resenha o livro é incrível tem uma história interessante, quem já está acompanhando a série do livro não pode deixar de ler o livro. A autora Jennifer L. Armentrout soube conduzir a história ela é uma autora sensacional. A capa é simplesmente linda, pra quem gosta de um romance esse livro é ótimo,
    a sua resenha me deixou muito curiosa abraços.

    Curtir

  2. Oi! Tenho muito interesse por essa série, por isso li a resenha por cima pra não pegar spoiler rsrs
    Que bom que você curtiu a leitura! A editora tem títulos muito legais e já mal posso esperar para começar a ler as obras da autora.
    Beijos!

    Curtir

  3. Olá, tudo bem?

    Sou louca para iniciar essa série, pois sempre ouço comentários muito positivos de todos os livros. Fiquei bem curiosa depois dessa sua resenha, mesmo não entendendo algumas coisas abordadas (mas isso se deve a não ter lido os livros anteriores). Sua resenha ficou maravilhosa e deixa aquele gostinho de quero mais. Parabéns!!! Em breve vou ler e espero me apaixonar!!!

    Beijos!

    Curtir

  4. Eu não li nenhum livro desta série. Mas parece ser bem cheia de reviravoltas na história. Pela resenha a gente se sente familiarizado com o livro já que você nos coloca bem na história.
    Boa resenha.

    Curtir

  5. Ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas pelo que li aqui na resenha é um livro cheio de mistério, romance e muito envolvente. O livro prende o leitor até fim, a capa é linda, fiquei bastante curiosa pelo livro, bjs.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s