Resenha: ‘Joga Comigo – Kristen Proby’

Oi gente!! Chegando com a primeira resenha do ano!! Finalmente chegamos a resenha do terceiro livro da série With me in Seattle da autora Kristen Proby. Eu recebi esse livro em parceria com a Editora Charme e ao longo dos últimos meses, eu vim aos poucos apresentando a série e a família Montgomery para vocês. Fiquem à vontade para lerem as resenhas de Fica Comigo, Um Natal Comigo Luta Comigo antes de embarcarem nessa nova história.

Confere a sinopse de conhecermos o casal da vez…

Will Montgomery é um jogador de futebol americano profissional de sucesso e aparentemente tem tudo. Ele não está acostumado e certamente não aceita “não” como resposta. Então, quando joga seu charme para Meg, a amiga sexy de sua irmã, ele não apenas é recusado, como também é recebido com hostilidade, o que instiga sua curiosidade e desejo. Ele está determinado a mostrar que não é o jogador arrogante que Meg acredita que ele seja e a conseguir levá-la para sua cama. Megan McBride não está impressionada com Will Montgomery, nem com seu corpo, seu carro chique ou sua personalidade pública arrogante. Ela não tem tempo para relacionamentos e aprendeu na vida que amor significa perda, então guarda seu coração a sete chaves. Mas Meg não pode negar a esmagadora atração que sente pelo sexy e tatuado atleta. Quando Will começa a quebrar as suas defesas para alcançar seu coração, Meg estará pronta para admitir seus sentimentos ou será que seu passado conturbado a levará a perder o primeiro homem que realmente amou?

joga2

Como eu falei na introdução, cada livro da série trás um casal como protagonista, mas é possível que tenhamos pequenos spoilers dos livros anteriores caso vocês decidam começar a ler por este. A história de Will e Meg realmente se inicia no último livro, Luta Comigo, quando eles se conhecem através de Jules, irmã de Will e amiga de Meg. Elas não se viam há muito tempo, então se reencontram por acaso num café e Jules está acompanhada de Will.

Logo de cara, Meg demonstra não gostar de Will e isso não é explicado até começarmos a conhecer a protagonista da vez. Ela é enfermeira num hospital que trata crianças com câncer e sempre envia emails para o marketing do time de futebol de Will pedindo a presença dele e da equipe, mas sempre recebe respostas negativas. É claro que nosso mocinho não sabia disso, então quando Meg o rejeita, ele não entende o porque dela ter tanta raiva dele.

“Ela é diferente. Ela não se importa com o meu trabalho ou com as relações da minha família.
Ela me disse não. E isso é novo.”

Assim que Will descobre o porque da raiva dela, ele não só vai ao hospital como ainda leva os colegas de equipe e vários presentes para as crianças. Ele quer provar para Meg que não é o astro de futebol esnobe que ela acredita que ele seja. Só que Meg tem muitos problemas de confiança, então Will vai ter muito trabalho de provar pra ela que além da visita ao trabalho dela, ele deseja ter uma chance com ela.

Aos poucos Will vai se aproximando de Meg e provando para ela que está realmente interessado num relacionamento. Só que Meg não gosta nada do astro de futebol super famoso, ela gosta do homem Will. Só que para ela ter um terá que confiar no outro e é exatamente aí que ela tem dificuldades de conciliar que ambos são a mesma pessoa. Will é uma pessoa pública, mas ele também é um homem incrível, super família, educado e gentil. São essas coisas que vão conquistando Meg e fazendo com que ela aceite mais facilmente a parte publica dele.

Os problemas de confiança de Meg são muito profundos e será um grande problema no relacionamento dos dois. Ao longo da história nós vamos descobrir de onde veio isso e é aí que Will se mostra mais maravilhoso. Ele não força Meg a confiar nele, ele vai provando em pequenas ações que ele não é como as outras pessoas que causaram dor à ela. Will sabe que vai levar muito tempo para que ela pronuncie um “eu te amo”, mas ele sabe que nos pequenos gestos, Meg já o ama, mas ainda não consegue dizer à ele.

“Estou pronta para entregar meu corpo a ele. Inferno, eu acho que já dei o meu coração, e isso me assusta pra caramba.”

Meg apesar de seus problemas de confiança é uma personagem forte e determinada, não se deslumbra pela fama ou dinheiro de Will, mas pelo homem doce e gentil que ele é. Já o Will tem aquele jeitão badboy, mas é protetor, romântico e diferente dos outros mocinhos já não tem aquele perfil “Você é minha” tão presente como foi com Luke e Nate. Ele realmente é um personagem que vai nos encantando a cada página.

Eu li os livros anteriores em ebook, mas esse li a edição física e não poderia deixar de elogiar. A editora tem um cuidado e um capricho não só com seus livros físicos, mas também com os digitais. As páginas são levemente amareladas, com fonte e espaçamento confortáveis para a leitura. A tradução foi feita por ninguém menos que a autora Bianca Briones. Diferentemente dos primeiros livros, em Joga Comigo tivemos alguns capítulos narrados por Will e não só o epílogo como aconteceu com os demais. Eu gosto desse tipo de narrativa porque sempre consigo me aproximar mais dos dois personagens centrais.

joga1

Eu não sei se pelo fato desse livro trazer um atleta como protagonista, ele me conquistou mais do que aconteceu com os outros, mas tanto Wil quanto Meg me pareceram personagens mais bem construídos do que os outros. Por se tratar de um livro que faz parte de uma série, nós temos os personagens secundários com participações bastante importantes durante toda a história.

Joga Comigo faz parte de uma série erótica, mas as cenas do nosso casal foram construídas com mais delicadeza e eram bem-vindas porque era a forma que Will usava para dizer que estava totalmente entregue, que amava Meg de corpo e alma e que ela poderia confiar e se render ao sentimento que os unia. Nos demais livros eu achei que tiveram mais cenas de sexo e várias foram totalmente dispensáveis.

“Você não vê o que eu sinto por você? Você não pode sentir isso quando eu faço amor com você? A maneira que eu te olho? Deus, Meg, você é tudo o que eu vejo. Você é tudo o que eu quero.”

A série With me in Seattle volta agora em 2018. A editora já está produzindo o quarto livro, mas ainda não temos uma data de publicação para dizer para vocês. A única coisa que posso dizer é que o próximo livro será sobre Samantha, a irmã de Luke, nosso mocinho de Fica Comigo e o mocinho foi apresentado exatamente em Joga Comigo. Então vocês precisam correr para ler essa série antes do próximo livro ser lançado.

Eu finalizo essa resenha dizendo que esse livro é uma ótima dica para quem gosta de livros com atletas, amigos, famílias enormes e que são muito próximos e principalmente para quem gosta de uma boa história erótica. Por esse ser o melhor livro até o momento, eu deixo minhas 5 Angélicas para ele.CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

12 comentários em “Resenha: ‘Joga Comigo – Kristen Proby’

  1. Oi
    Tudo bom?
    Ainda não tive a oportunidade de ler os livros desta série, mas pela sua resenha acho que vou amar esse livro. Problema de confiança hoje é dia é algo muito.normal, mas quero saber como eles irão resolver isso.

    Beijos

    Curtir

  2. Lendo sua resenha me lembrei de cinquenta tons de cinza. Só que de uma forma mais leve rs. Parece excitante esse livro . Me aguçou a curiosidade de conhecê-lo . Sua descrição foi perfeita, destacando pontos primordiais que ativa a curiosidade do leitor.

    Curtir

  3. Olá!
    Até ao momento em que disse que esse livro fazia parte de uma série erótica, eu nem desconfiei! Não sou muita fã do género porque, geralmente, dão mais importância propriamente às cenas intimas do que à construção de uma história bem sólida, mas é só a minha opinião..
    No entanto, numa primeira impressão e tendo em conta o que li aqui, esse livro parece bem queridinho assim.. E as capas são bem lindas ^^
    Também não conhecia o seu blog, mas gostei bastante do cantinho e achei interessante o título 😉
    Beijos e sucesso neste novo ano!

    Curtir

  4. Amei sua resenha, esse não é o meu estilo de livro favorito mas sua escrita me cativou e fiquei com vontade de ler um pouco mais sobre ele! haha A capa é sem dúvidas uma das mais legais que vi, amo capas com fotos!

    Curtir

  5. Amei sua forma simples de escrever e dar sua opinião, fica uma coisa gostosa de se ler. Vou te confessar que não tive experiências muito boas com a literatura erótica ano passado não, e isso me desanimou bastante, mas depois de ler sua resenha, eu me animei, principalmente porque gosto de bad boys amorzinho e porque você citou que as cenas calientes são mais delicadas, imagino que não sejam escancaradas. já quero ler na primeira oportunidade.

    Curtir

  6. Que lindinho!!! Parece que você esta lendo a sinopse de um filme de romance, eu gostei demais da historia, mas como se trata de uma serie não da para colocar imediatamente na lista infinita, mas vai para ela. Parabens pela resenha da para perceber que você gostou do livro.
    Beijos

    Curtir

  7. Eu tenho um pouco de preguiça com romances de uma forma geral. Especialmente quando o romance é só um romance. Pela resenha, me parece que não existe nenhum outro conflito além de “devo, ou não ficar com esse cara”.

    Não é meu tipo de livro, mas a resenha ficou muito boa.
    Um abraço.

    Willian Vulto
    https://lugarnenhum.net

    Curtir

  8. Não simpatizei muito com a premissa do livro… Um cara é rejeitado e não sabe levar não, vai a fundo pra saber o motivo do não e tenta contornar a vontade da mulher: isso é legal mesmo? Me incomoda atitudes assim e, pra mim, quebra o propósito do personagem em se mostrar menos esnobe. Infelizmente seria um livro que passaria longe da minha estante 😛

    Curtir

  9. Aaaaai, esse parece ser o mais fofo da série até agora! E você deixou transparente o quanto gostou desse, mais que dos outros! Amei. E adorei as fotos também!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s