Resenha ‘A Distância que nos Separa – Kasie West’

Oi ooooi gente! Hoje a resenha vai ser sobre um Young Adult! Confesso que eu gosto de livros assim, mais fofinhos e leves. É sempre bom para dar uma relaxada. Eu conheci a escrita da Kasie West em Namorado de Aluguel e como eu amei, não poderia deixar de conferir o novo livro da autora por aqui. Ele foi lançado em maio, pela Verus. Antes de falar mais, vamos conferir a sinopse…

Caymen Meyers aprendeu desde cedo a não confiar nos ricos. E, depois de anos observando-os, ela tem certeza de que eles são bons em apenas uma coisa: gastar dinheiro em inutilidades, como as bonecas de porcelana da loja de sua mãe.
Assim, quando Xander Spence entra na loja, basta um único olhar para Caymen perceber que ele tem muita grana. Apesar de ele ser um fofo e entendê-la como ninguém, Caymen é esperta e sabe que o interesse de Xander não vai durar. Porque, se tem algo que ela aprendeu com a mãe, é que caras ricos vão inevitavelmente partir o seu coração. Mason, o cantor de rock tatuado — e classe média —, tem muito mais a ver com ela, certo? Então por que ela não consegue tirar Xander da cabeça?
Quando a amizade e a lealdade de Xander estão prestes a convencer Caymen de que ser rico não é uma falha de caráter, ela descobre que o dinheiro tem um papel muito maior no relacionamento dos dois do que ela poderia imaginar.
Será que Caymen vai arriscar ter o coração partido para encontrar o seu verdadeiro amor?

Caymen é uma menina pobre, que sempre foi criada sabendo disso. Sua mãe engravidou nova, de um cara que a abandonou assim que soube da notícia. Seus avôs paternos pagaram uma quantia a sua mãe, para que ela nunca os procurasse e seus avôs maternos deserdaram a filha.

300.JPG

Ela trabalha ajudando a mãe na ~ horripilante ~ loja de bonecas de porcelana que elas tem, com um apartamento em cima. Caymen pode até ter planos de seguir outra profissão, mas não vê outra alternativa a não ser continuar a tomar conta dos negócios da mãe. Tendo apenas Skye como amiga, ela acha sua vida muito tediosa. E o maior destaque de personalidade, é seu sarcasmo latente.

– Nota mental: Caymen é muito boa em sarcasmo.

– Se você está criando um registro oficial de notas mentais, faça o favor de substituir a palavra “muito” por “excepcionalmente”.

Em um certo dia, o neto de uma cliente aparece para comprar um presente para a sua avó e dias depois, volta a loja para pegar uma encomenda que sua avó pediu. Esse menino é Xander Spence. E de uma forma até estranha para ela, os dois começam um estranho tipo de amizade.

Eles começam a amizade por um muffin, chocolate quente e o “Dia das Profissões”, um modo deles descobrirem no que podem ser bons, sem ser no que a família quer que eles sejam e assumam. Mas, Caymen vai percebendo que está se encantando cada vez mais por Xander, coisa que ela não quer, devido a grande diferença social. Ela, herdeira de um loja de bonecas falida e ele, herdeiro da maior rede de hotéis do país.

– Seu olhar persistente pode deixar um cara inseguro.

– Não é um olhar persistente, só estou… observando.

Só que na vida de Caymen não existe só Xander. Através de Skye e seu namorado, Henry, ela conhece Mason. Um roqueiro que está em busca do estrelato junto com sua banda e que se encanta pela menina. Mas, mesmo Mason deixando claro seu interesse, Caymen não consegue corresponder a altura.

Mesmo achando que é um apenas um “jogo” para Xander, Caymen continua a amizade, conhece os pais dele ~ que a tratam muito bem, o que ela até estranha ~ e ela vai se encantando cada vez mais por ele. O problema é que quando ela já está confiando plenamente nele, acreditando que ele é diferente da maioria dos ricos, a vida da uma rasteira nos dois e um segredo é trago à tona, fazendo com que Caymen veja cair por terra tudo o que ela pensava de Xander.

– Sentimentos, minha querida, são a coisa mais valiosa do universo. Um dia você vai aprender. 

A questão é: Caymen será capaz de ouvir a explicação de Xander, acreditar e passar por cima disso? Como será as consequências do que foi revelado? Caymen é apenas uma menina de 17 anos, assustada e que precisa saber o que fazer e no que acreditar.

Eu não quero falar muito mais, porque o livro é super curtinho, apenas 238 páginas. Então, qualquer coisinha a mais pode ser um spoiler. O livro tem mais de 40 capítulos, que são super curtinhos, todos narrados por Caymen. A dose de humor está ali, o drama adolescente que um young adult precisa ter, está ali e a dose de fofura, está ali.

– Por que você está sorrindo como se tivesse ganhado alguma coisa?

– Porque você acabou de ser sarcástica comigo. E você só é sarcástica quando está de bom humor. E, se está de bom humor, não deve estar muito brava comigo.

– Você e minha mãe. Os dois acham que entendem meu padrão de sarcasmo.

O meu problema com esse livro é o início. Eu conheci a escrita da Kasie em Namorado de Aluguel e foi um livro que eu li numa tarde só, pois que me prendeu desde o início. Já A Distância que nos Separa, não foi assim. Eu li rápido, levei só dois dias, mas as primeiras 50 páginas, foram difíceis. De cara, os personagens não são tão cativantes. A Caymen, mesmo com o lado sarcástico sendo maravilhoso, chega a ser bem chatinha. E Xander passa a aparência de ser apenas o menino rico, que está fazendo serviços por estar de castigo. Isso logo muda e a fluidez do livro melhora drasticamente, mas para pessoas que não são tão insistentes, pode até ser motivo para desistir do livro.

A diagramação é uma gracinha. Começa com uma capa super fofa, que apesar de parecer com Namorado de Aluguel, não tem a mínima ligação. Por dentro, também segue a linha do outro livro da autora, sendo algo bem adolescente. As folhas amareladas, com um tamanho de letra e espaçamento extremamente confortáveis para a leitura.

301.JPG

A Distância que nos Separa é um livro para qualquer idade, desde que procurem um livro fofo. Mas, claro que acredito que as meninas de 13 a 18 anos podem amar mais ainda. Então, se precisar de uma dica de presente para essa faixa etária, não precisa ter medo, que esse livro é a indicação certa.

– Vocês dois são as pessoas mais apaixonadas não namorando que eu já conheci. 

Com seu jeito fofo e doce, do primeiro amor de adolescência, o livro vai ganhar quatro Angélicas.

CLASSIFICAÇÃO 4 ANGÉLICAS

 

 

10 comentários em “Resenha ‘A Distância que nos Separa – Kasie West’

  1. O livro tem uma história bem fofa, a capa é um amor, a história é bastante emocionante,é muito lindo ler romances de adolescentes. A Distância Que Nos Separa é uma boa opção para os jovens, com uma leitura bem gostosa, rápida, gostei muito da resenha ficou maravilhosa, é uma excelente dica de presente como você disse , bjs.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s