Resenha: ‘Agosto Provocante – Aline Sant’Ana’

​Oiiiiiii oi gente. Olha eu aqui de novo com mais um conto de Janeiro a Janeiro, essa série que eu amo mais a cada mês. Agosto Provocante é da nossa parceira amada Aline Sant’Ana e publicada somente em ebook pela também parceira Editora Charme. A resenha deste conto está bem atrasadinha, mas finalmente saiu.

Primeiro de tudo, confere a sinopse:

Após sair de um relacionamento que lhe rendeu inúmeras traições, Callie jurou jamais se apaixonar novamente. Feliz e tranquila por conseguir se manter afastada sentimentalmente do sexo oposto, ela segue sua vida. No entanto, dois anos depois, em seu primeiro dia na universidade, ela conhece David Colleman. O canadense é lindo, encantador e com personalidade divertida, mas troca de garota como quem troca de roupa, exatamente como seu ex-namorado. Callie logo percebe que ele é problema. Ela decide, então, fugir de suas garras como o Diabo foge da cruz​.​ A fuga até teria sucesso se David não fosse um provocador nato. E, claro, se ele não estivesse determinado a tê-la.

Nosso conto começa com Callie com seus dezessete anos, descobrindo sobre as traições de seu tão amado namorado, a quem ela depositou total confiança e se entregou de coração. É uma passagem bem rápida, mas significativa que nos mostra que isso realmente a machucou e ela jurando pra si mesma nunca mais se envolver com ninguém.

“Henri havia me traído. E ele seria o último homem a quebrar o meu coração.”

Dois anos se passam e ela consegue manter este mantra vivo, agora recuperada da depressão em que entrou com o término, ela quer um recomeço. É a primeira vez que ela vai morar sozinha, longe dos pais e ao mesmo tempo que ela está feliz, isso a assusta um bocado, mas ela lida com isso de cabeça erguida. Em pânico por dentro, mas a cara está plena rs

No alojamento, que ela decidiu ficar no campus da faculdade mesmo, ela conhece Issy e… David. Preciso contar que a entrada de David é um tanto divertida rs por causa de uma aposta perdida ele chega vestido nada mais, nada menos que de coelho – com direito a rabinho e tudo rs. Issy se mata de rir, mas Callie não. Ela fica é muito da brava por descobrir que um menino – atraente por sinal – ficará no mesmo quarto que ela. Como ela pode manter sua promessa de não ficar perto do sexo oposto morando com um?

received_1439005322887020.jpeg

Não tendo muito o que ser feito a respeito disso, ela começa a ignorar a presença de David. Na teoria pelo menos, pois na prática não é bem isso que acontece. Por mais que Callie tente se fazer indiferente e fingir que David não existe, ela não consegue esconder a atração louca que sente por ele. Ela sabe que esse juramento não vai durar para sempre e um dia ela vai encontrar um cara legal, mas pra ela, esse cara não é David.

É que David tem todas as características negativas que Henri, o ex babaca de Callie, tinha. A personalidade, o jeito safado, ser o cara que pega geral. Ela não quer ter seu coração partido outra vez e ela tem a certeza que é isso o que vai acontecer se ela abrir qualquer fresta para David em sua vida. Ela aprendeu sua lição da primeira vez.

“David era tão canalha quanto Henri. Isso foi mais do que provado nas poucas semanas em que o conhecia, já que sempre o via com as mãos na bunda de alguma menina pelo corredor. Então, se eu já tinha caído nesse conto e sofrido pela mesma razão, por que algo em mim conseguia simplesmente ignorar a parte ruim?”

Acontece que David realmente começa a gostar de Callie. No começo realmente ela é como um desafio. A única garota que não corre pros braços dele. Isso o intriga. Mas mesmo ela sendo rude com ele e ignorando sua presença, toda a vez que eles se olham ele vê que ela também o deseja e que ela se odeia por isso. David então tem como missão quebrar todo esse gelo. Ele tem certeza que os dois serão incríveis juntos e quer mostrar pra ela como ele está certo. Fora que ele ama provocá-la gente rs é muito fofo de ver.

“Havia um leve fogo em seus olhos, uma chama controlada, e eu sonhava com o dia em que Callie me deixaria dar um sopro leve, mas capaz de causar um incêndio.”

O conto é narrado por Callie e David e como não poderia deixar de ser, eu amei. É o melhor tipo de narrativa pra mim. Conseguimos ter uma visão do que os dois estão realmente pensando e sentindo e eu me sinto mais envolvida com a história assim. Eu amei o David em um nível bem alto. Todo seu jeito charmoso, bem humorado e provocador me prenderam. A Aline está realmente prejudicando minha vida amorosa elevando o meu nível de exigência desse jeito, com um mocinho mais apaixonante que o outro. Eu só estou observando Aline, isso não se faz! rs Mas não pare haha

Callie é a mocinha que torcemos e queremos dar um abraço bem quentinho. Queria ser sua amiga para dizer que ela precisa se abrir de novo e que nem todos os homens são como Henri. Mas Issy me representou ali rs Ela se torna uma boa amiga e de mansinho vai ser de grande ajuda para nosso casal.

Eu amei esse conto e por mais que são todos bem curtinhos, esse foi o que eu li mais rápido, não larguei um minuto, até ver a palavra Fim. A história é sobre segundas chances no amor, confiar que podemos ser felizes apesar de alguns tropeços no meio do caminho e que mesmo que só queremos curtir a vida, podemos a qualquer momento nos apaixonar de verdade. Que o amor não é sempre um mar de rosas, que pode doer, mas que pode sim valer a pena no final.received_1439004632887089.jpeg

A trilha sonora fica por conta da música Say You Love Me – Jessie Ware. Eu AMO demais essa música e claro que fiquei ouvindo que nem doida. Sabemos que a música de cada conto é uma das bases que a Aline usou para se inspirar então obviamente tem a ver com a história, mas esse trecho sempre vai me lembrar de Callie e David a partir de agora.

“Diga que me ama na minha cara. Eu preciso disso, mais do que do seu abraço Só diga que me quer, isso é o bastante. Meu coração está se despedaçando pelos seus erros.”

Aqui é onde eu paro de falar se não vou acabar entregando o conto todo rs se entreguem a essa série apaixonante também. Eu estou correndo pro mês de setembro e logo teremos resenha aqui também. No mais, eu estou deixando minhas 5 Angélicas mais do que satisfeita. CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

6 comentários em “Resenha: ‘Agosto Provocante – Aline Sant’Ana’

  1. Sua resenha é bem completa e detalhada. Tenho um pouco de resistência com esse tipo de enredo (a mocinha que sofreu uma decepção amorosa e encontra um cara que é o conquistador, se apaixona e, por medo, não lhe dá bola, fazendo com que ele também se apaixone por ela), mas é apenas uma certa implicância pessoal… rs
    🙂 /

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s