Resenha ‘Wicked – Gregory Maguire’

Oi oooooi gente! Hoje to chegando com uma resenha de um livro que eu desejava ler há um tempo! Então, quando ganhamos ele no evento da Aliança de Blogueiros RJ, eu quase chorei! Deixei ele pra fechar com chave de ouro a minha maratona de leitura. Pra quem reconhece o nome, o livro foi a inspiração do musical Wicked, onde temos a história não contada das Bruxas de Oz. E olha, muita coisa vai mudar! Mas antes de tudo, vamos a sinopse!

Você nunca mais vai enxergar Oz da mesma forma.
Quando Dorothy se vê diante do desafio de derrotar a Bruxa Má do Oeste, no clássico Mágico de Oz, vemos a história se desenrolando pelo lado da heroína. Mas e a história de sua arqui-inimiga, a misteriosa bruxa? De onde ela surgiu? Como se tornou tão perversa?
Em Wicked, Gregory Maguire revela tudo isso por meio de um mundo fantástico tão rico e intenso que você nunca mais vai olhar para Oz da mesma forma. Viajando por uma terra encantada, descobrimos todos os detalhes da história dessa garota de pele verde que cresce em meio a desafios e preconceitos, até se tornar uma bruxa infame – uma esperta, irritadiça e incompreendida criatura que desafia todas as noções sobre a natureza do bem e do mal.
Recriando com riqueza espantosa o mundo de Oz, este livro conduz o leitor à inesquecível estrada de tijolos amarelos, atravessando um mundo fantástico repleto de conflitos e transformando de maneira surpreendente a reputação de um dos mais sinistros personagens da história da literatura.

201.JPG

Como o livro é divido em partes, decidi que falarei dele desse modo! O prólogo começa com Dorothy, Leão, Homem de Lata e Espantalho, indo pela Estrada de Tijolos Amarelos, enquanto comentam sobre a Bruxa Má do Oeste, que vamos tratar como Elfaba. E de cara sabemos o que ela quer: os sapatos que estão com Dorothy, que um dia tinham sido de sua irmã.

Então, começamos oficialmente a primeira parte: Munchkins. E de cara, eu já comecei a mudar conceitos sobre a Elfaba. Desde o início ela é um tanto quanto rejeitada por ser verde. Seu pai, Frex, e a mãe, Melena, custaram a pegar o pequeno bebê e só foram capazes de começar a ter um relacionamento com a pequena, quando Babá chegou para ajudar. O bebê não chegava perto da água – já que ela tem alergia -, tinha dentes capazes de arrancar pedaços e ataduras pelo corpo.

– Ela é adorável – comentou Babá.
– Não minta e não seja benevolente – pediu Melena. – Se vai ajudar, você tem que ser sincera.

Alguns anos se passam e Melena estava sozinha, enquanto Frex estava em uma espécie de retiro, a pequena já estava maior e já ganhava algum afeto de seus pais. Mas, ela só começou a receber carinho mesmo, quando Coração de Tartaruga, um quadling apareceu de repente. Ele se torna amigo da família – e algo a mais – e dá atenção ao ser verdinho, que era desprezado por muitos. Inclusive, é graças a ele, que ela diz sua primeira palavra. E então, quase no fim dessa primeira parte, descobrimos que Elfaba irá ganhar uma irmã.

202.JPG

Quando a segunda e maior parte do livro – Gillikins – começa, não encontramos Elfaba e sim, Galinda, ou Glinda, que é como ela será reconhecida. Ela está a caminho de Shiz, indo para Crage Hall – uma faculdade -, onde irá se tornar colega de quarto de Elfaba. Particularmente, Glinda foi uma decepção de princípio. Esqueça a Bruxa Boa do Norte aqui. Ela era uma pessoa fútil, mimada e egoísta. Podemos dizer até meio preconceituosa, já que ela não era tão agradável com Elfaba de início e tudo por causa da cor verde. E até tentou mudar de quarto algumas vezes.

Elfaba se envolveu com a causa dos Animais e fazia um estágio com o Doutor Dillamond – um bode que dava aula na faculdade. Nessa época, o tirano Mágico de Oz havia feito uma série de proibições a cerca dos Animais e  junto do Doutor e de um antigo amigo, Boq, ela começa a fazer pesquisas sobre a causa. Além disso, outros meninos acabam se juntando a eles.

– Os erros demoram um tempão para serem postos à prova, na minha experiência.

Então, uma tragédia se abate sobre Crage Hall e na vida de Elfaba e Glinda, fazendo com que Babá e Nessarose – irmã de Elbafa – vá ao encontro delas. Além da três, o grupo de amigos conta com outras duas amigas de Glinda, três amigos de Boq e um novato da faculdade. Eles estão sofrendo por uma perda, quando a diretora da escola faz uma proposta que assusta Elfaba a ponto dela convencer Glinda ir cumprir uma missão com ela.

Elas vão de encontro ao Mágico  e a meta de Elfaba é tentar fazer com que ele reconheça as pesquisas de Doutor Dillamond, mas nada saí como planejado. E então, a mudança da vida da mocinha de pele verde, começa. Ela decide não voltar para faculdade, deixando sua irmã e sua amiga Glinda para trás.

203.JPG

Já na terceira parte – Cidade das Esmeraldas – os anos se passaram, aproximadamente cinco deles. Elfaba está distante de seus amigos há anos e nenhum deles voltou a cruzar seu caminho, até então. Mas quando ela está visitando a capela na Praça de Santa Glinda, Fiyero a reencontra.

De início ela não quer contato, não quer responder perguntas, mas eles acabam retornando os laços de amizade e vão mais além… se tornam amantes. Fiyero é casado, com filhos, mas eles se rendem a paixão que passa a existir. Ao mesmo tempo, Elfaba ainda tem em mente os planos de destruir o Mágico e os outros que o ajudam a permanecer no poder.

– As mulheres são mais fracas, mas a sua fraqueza é cheia de perspicácia e de uma certeza moral igualmente rígida. Como a arena delas é menor, sua capacidade de causar dano real é menos alarmante. Embora, sendo mais íntimas, elas sejam as mais traiçoeiras. 

Mesmo apaixonada, ela não desiste de seus planos de “vingança”, mas tenta proteger Fiyero. Em uma das vezes que ela pede que ele fique sem aparecer por um tempo, ele cruza com Glinda e outro amigo dos tempos de faculdade e acabam relembrando momentos, e Glinda suspeita de que ele mantém contato com Elfaba. Mas como nem tudo é perfeito na vida de Elfinha, em um dos momentos decisivos para sua vingança, os planos começam a dar errado desde o momento da execução até o momento que Fiyero não segue instruções e uma coisa horrível acontece.

204.JPG

A quarta parte – Nos Vinkus – começa mais alguns anos depois – sete deles se passaram -, e Elfinha está saindo de um convento. Após a tragédia com Fiyero, ela foi se abrigar na Capela da Praça de Santa Glinda e acabou socorrida por uma das irmãs. Após tantos anos, é hora dela seguir em frente e conseguir uma paz em seu coração.

Junto dela, a irmã manda uma vassoura e um menino, Liir. Eles enfrentam muitos dias de viagem e tem um objetivo final: encontrar a família de Fiyero e contar a verdade sobre tudo o que houve. Após dias de viagem e vários perigos, Elfinha encontra Sarima – esposa de Fiyero – e toda sua família. Mas a mulher não a permite dizer nada e a convida para ficar com eles, como a Titia Convidada.

– Lembre-se disto: nada está escrito nas estrelas. Nem nestas estrelas nem em outras. Ninguém controla o seu destino.

É nesse momento que o nome Bruxa passa a ser associado a Elfaba, porque os filhos de Sarima a chamavam de Titia Bruxa. Já que durante a viagem ela ainda adquiriu um cachorro, abelhas e um macaco – que ela tentava fazer falar. Além da vassoura mágica que ela portava e isso impressionou as crianças.

Durante essa parte, homens do Mágico chegam a Vinkus e montam acampamento por lá. Babá também chega, procurando por Elfaba. Mas, ela precisa ir visitar seu pai e sua irmã. E quando chega lá, dá de cara com a Bruxa Má do Leste, o modo como sua irmã passou a ser conhecida. Isso, depois que Glinda enfeitiçou o sapatinho que ela já usava. Então ela se tornou mais independente e assumiu o poder de sua família, ajudou Munchkinlândia se tornar um Estado Livre e se tornou uma pessoa cruel.

Após ver tudo o que a irmã é capaz, ela decide voltar para Vinkus. Mas ao chegar lá, se depara com um cenário preocupante. O exército do Mágico pegou Sarima, suas irmãs, seus filhos e Liir. Estão todos sumidos!

205.JPG

Na quinta e última parte – O assassinato e a vida após a morte – também se passa anos depois – mais outros sete deles – e com a chegada de Dorothy à Oz. Naquele tornado que fez com que a casa caísse na cabeça da Bruxa Má do Leste.

Elfaba é avisada da morte de sua irmã e decide que irá ao enterro. Mesmo ainda tentando reencontrar Sarima e toda a sua família, ela deixa Babá e Liir – o único que voltou – e partiu para reencontrar sua família. Ao chegar para o enterro, ela tinha certeza que iria ficar com os sapatos de sua irmã e que tanto quis durante boa parte de sua vida. Só que Glinda os deu para Dorothy e mandou a menina ir de encontro ao Mágico, para desespero de Elfinha. Com isso, a amizade das duas fica ameaçada.

Além disso, ela tem um encontro com o Mágico, que faz com que ele a ameaçasse. Fazendo com Elfinha desiste de ir atrás de Dorothy naquele momento, retomasse um plano antigo de vingança e então retorasse para casa. Mas sua paz não durou muito, quando descobriu que Dorothy e seus amigos estavam indo atrás dela e com uma missão: matá-la.

– O Leão quer coragem, o Homem de Lata quer um coração e o Espantalho quer um cérebro. Dorothy quer ir pra casa. O que você quer?
[…]
– Uma alma…

Mas, será que é tudo mesmo como Elfaba pensa? Será que matá-la é o que Dorothy quer? Elfaba quer muito uma coisa e Dorothy também. Ambas são inocentes dentro do seu próprio desejo. E a Bruxa Má do Oeste pode seguir e sofrer por algo sem volta.

200

Eu não tenho palavras do quão incrível esse livro é e o quanto fiquei apaixonada por ele. Aquele ditado sobre “tudo ter duas versões” se aplica aqui e nos envolve em todo o sofrimento da Bruxa Má do Oeste. Particularmente, alguns detalhes no final, são diferentes do que eu lembrava, baseado na história que eu já li um dia.

Eu estou apaixonada por Elfaba. Ela tem um lado político muito forte, assim como um lado sofrido. Ler esse livro abriu tanto os meus olhos para tudo o que ela passou na vida, simplesmente por ser diferente, por ser verde.

-[…] As pessoas que se dizem más normalmente não são piores do que o resto de nós. – Ele suspirou. – É com as pessoas que dizem que são boas ou melhores do que o resto de nós que devemos nos preocupar.

O livro, como eu disse lá em cima, inspirou o musical da Broadway, então tem playlist pronta. Eu nunca vi o musical, mas sempre ouvi as músicas – principalmente por causa de Glee. Vou deixar a playlist aqui pra vocês. Eu já amava Defying Gravity, mas depois de ler esse livro e imaginar o momento que ela entra, passei a amar mais ainda! Também tivemos a versão brasileira do musical, que ficou em cartaz no ano passado, mas como foi em um outro estado, infelizmente, não tive oportunidade de ver.

Por fim, vou falar a perfeição que está a diagramação desse livro! As folhas amareladas, com letras grandes, sem erros de português. As ilustrações que dividem cada parte – que vocês viram

Nem preciso dizer, depois dessa declaração de amor enorme, que o livro leva as cinco Angélicas, não é mesmo?!classificacao-5-angelicas

~ Esse livro foi cedido ao Além pela Editora Leya, no evento Aliança de Blogueiros RJ ~

Anúncios

2 comentários em “Resenha ‘Wicked – Gregory Maguire’

  1. Oi,confesso que foi uma surpresa para mim ,conhecer a história da “vilã” Elfaba , e de como é interessante conhecer o lado dela.
    Afinal,ela teve a sua história. E não foi um início de vida fácil…

    Bem,o melhor adjetivo que posso dar a esse livro e sua resenha,é que tudo é muito diferente e interessante.
    Nunca li nada parecido e gostei.

    Ah! Achei uma boa ideia adicionar a playlist de toda essa aventura. 😉

    Curtido por 1 pessoa

    1. Aaaaaaai. É bem isso. Eu achei super interessante e diferente. Achei ela mt calejada pela vida.
      Que bomm que gostou da playlist. Eu acho super legal quando tem uma especial. 🤗

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s