Resenha: ‘Moana: A História do Filme Em Quadrinhos – Disney’

E o trabalho não para aqui no Além!!

A resenha de hoje é sobre um livro muito lindo. ‘Moana: A história do filme em quadrinhos’ conta exatamente o que 4,3 milhões de brasileiros viram nos cinemas. Só que aqui temos a história contada em quadrinhos e é a coisa mais linda. Uma ótima dica para que tem filhos pequenos ou para fãs de livros em quadrinhos. Eu só sei que aqui em casa ele foi super aprovado.

Sinopse: Há muito, muito tempo, um semideus chamado Maui roubou o coração de Te Fiti, a ilha-mãe, desequilibrando a natureza e espalhando escuridão em toda a Terra. Se, desde então, ninguém deixou a ilha de Motunui e navegou pelo mar, como Moana poderia se aventurar? Ela não sabe velejar, não faz ideia do que há além dos recifes ou nem mesmo onde encontrar Maui! Mas o coração precisa ser restaurado a qualquer custo, e o oceano escolheu Moana para fazê-lo. Será que ela vai provar que o oceano está certo?

O filme foi indicado ao Oscar 2017 nas categorias: Melhor Animação (junto com Zootopia, da Disney) e Melhor Canção Original com “How Far I’ll Go” de Lin-Manuel Miranda, mas infelizmente não levou nenhum prêmio. A canção foi apresentada na cerimônia do Oscar pela atriz que faz a voz original da personagem nas telonas: Auli’i Cravalho.

Para quem não foi aos cinemas e nem teve a oportunidade de ler esse livro incrível, o que eu posso dizer é: prepara-se para uma princesa Disney super diferente do que estamos habituadas a ver. Moana não está em busca do amor da vida dela, até porque ela ainda é uma adolescente, mas de descobrir quem ela realmente é e qual é o seu proposito. Ela é a herdeira da ilha de Motunui e desde pequena convive com as expectativas do pai de que ela se torne a nova líder de seu povo.

O grande porém é que Moana não tem tanta certeza de que ela possa ser essa líder. Além disso ela ouve o chamado das águas de que ela teria algo muito maior a fazer antes de se tornar líder do seu povo. Moana não tem o apoio dos pais quando ela tenta falar sobre isso, mas tem a avó como conselheira. E é ela quem diz que Moana precisa ir além do recife e descobrir seu verdadeiro destino.

Moana parte em busca de finalmente terminar a missão que seu ancestrais começaram. Ela precisa encontrar o semideus Maui e devolver o coração que ele roubou a Te Fiti, a deusa que criou a vida e que desde que ficou sem o coração vem espalhando destruição no mundo. É claro que Maiu não embarca logo de cara nessa aventura, mas no final acaba sedendo e juntos eles partem numa aventura além mar.

Moana não é uma princesa comum. Ela vem trazendo muita representatividade. Ela é forte, decidida, determinada e com uma personalidade muito forte. Ninguém consegue tirar uma ideia de sua cabeça. O que eu percebi sobre a personagem é que ela veio para quebrar os parâmetros de que nós, mulheres, devemos sempre aceitar o que a sociedade diz ser o correto para uma mulher fazer. Ela mostrou que mesmo sendo mulher, ela poderia fazer o que ninguém teve coragem de tentar. Ela poderia ser quem salvaria o mundo.

moana-filme

Maui também é um personagem de personalidade forte, mas no início só percebemos como o semideus é excêntrico. Ele também é muito diferente dos príncipes encantados da Disney. Maiu é grande e forte e totalmente tatuado, muito longe daqueles personagens ditos como ‘perfeitos’. Ele não está lá para salvar Moana, coisa que sempre acontece na grande maioria dos livros/ filmes Disney e isso torna a história mais incrível.

Não esperem por nada romântico entre Moana e Maui. A história deles vai muito além disso. A relação entre eles vai crescendo e se tornando numa amizade sincera e verdadeira. O livro realmente é incrível e vocês com certeza vão perceber isso. A história de Moana é linda. Ela se preocupa com seu povo e só retorna para sua tribo quando enfim consegue salvar o mundo e descobrir quem verdadeiramente ela é e qual é o seu proposito.

Moana vai te cativar pela forma com que nos mostra como o peso da independência, da força, da responsabilidade e do amor em nossas vidas podem nos transformar. Eu super indico a leitura desse quadrinho e que vejam o filme, pois a mensagem é linda. Não tem classificação etária, podendo ser apreciado por crianças pequenas até idosos. Sendo assim, eu não poderia dar menos do que as minhas 5 Angélicas.classificacao-5-angelicas

*Esse livro foi cedido pela Editora Pixel (Grupo Ediouro) no evento Aliança de Blogueiros – RJ. 

Anúncios

3 comentários em “Resenha: ‘Moana: A História do Filme Em Quadrinhos – Disney’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s