Resenha ‘Codinome Lady V – Lorraine Heath’

Oi ooooi, gente! A resenha de hoje é de um livro de época. Confesso que fiquei bem empolgada para começar a leitura, já que tirando os livros da Série Perdida (Carina Rissi), eu NUNCA tinha lido lido um romance de época. Sim, acreditem. Lançamento de janeiro da Editora Gutenberg, Codinome Lady V tem 256 páginas que exalam romance e uma dose de erotismo 

Cansada de rejeitar pretendentes interessados apenas em seu dote escandalosamente vultoso, Minerva Dodger decide que é melhor ser uma solteirona do que se tornar a esposa de alguém que só quer seu dinheiro. No entanto, ela não está disposta a morrer sem conhecer os prazeres de uma noite de núpcias e, assim, decide ir ao Clube Nightingale, um misterioso lugar que permite que as mulheres tenham um amante sem manchar sua reputação.

Protegida por uma máscara e pelo codinome Lady V, Minerva mal consegue acreditar que despertou o desejo de um dos mais cobiçados cavalheiros da sociedade londrina, o Duque de Ashebury. E acredita menos ainda quando ele começa a cortejá-la fora do clube. Por mais que ele seja tudo o que ela sempre sonhou, Minerva não pode correr o risco de ele descobrir sua identidade, e não vai tolerar outro caçador de fortunas.

Depois de uma noite de amor com Lady V, Ashe não consegue tirar da cabeça aquela mulher de máscara branca, belas pernas e língua afiada. Mesmo sem saber quem ela é, o duque nunca tinha ficado tão fascinado por nenhuma outra mulher antes.

Mas agora, à beira da falência, ele precisa arranjar muito dinheiro, e rápido. Sua única saída é se casar com alguma jovem que tenha um belo dote, e sua aposta mais certeira é a Srta. Dodger, a megera solteirona que tem fama de espantar todos os seus pretendentes.

Quero começar falando que eu sou absolutamente contra chamarem a Minerva de megera. Ela tá bem longe de ser isso. Quando li a sinopse, fiquei imaginando uma pessoa intragável e ela é totalmente o oposto disso. O ‘problema’ de Minerva é que ela vive na Londres de 1878, mas com o pensamento de 2017.

– […] Acontece que eu tenho opiniões e acredito que devo ter o direito de manifestá-las. 

Minerva é muito empoderada pra época, tem fortes opiniões e pensamentos, gosta de expressá-las e mais do que isso, não quer se casar com conveniência, mas por amor. E por isso, há várias temporadas ela vem negando pretendentes, que só estão atrás do seu grandioso dote. Aceitando que deve se tornar uma ‘solteirona’ pro resto da vida, ela decide ir ao Clube Nightingale. Um secreto clube em Londres onde as mulheres poderiam se encontrar secretamente com seus amantes, mas podendo manter suas identidades em segredo. E Minerva tem uma coisa em mente: ela irá perder sua virgindade.

– […] Algumas mulheres querem marido em vez de amor. Eu quero amor em vez de marido. Não estou convencida que seja algo que possa encontrar dessa forma. Eu acho que apenas acontece. Se a pessoa tiver sorte.

Ashe é o nosso mocinho. Na verdade, Nicholson Lambert, o Duque de Ashebury. Assumiu seu posto na corte aos 8 anos, depois da morte dos pais em um terrível acidente. Junto de Albert e Edward Greyling, fica sob os cuidados do Marquês de Marsden e assim, conhecem Locksley. Juntos, os quatro garotos se tornam os Sedutores de Havinsham (ou Diabos de Havinsham, como são chamados durante o livro). Enquanto Albert se casa, os outros três amigos continuam com a jornada de prazer e aventura. E é durante uma visita de Ashe ao Clube Nightingale que seu caminho cruza com o de Minerva.

– Você tem desejo? – Ele perguntou em voz baixa.
– É claro que tenho. E não acredito que seja errado tê-los. É por isso que estou aqui.

Ashe tem um fetiche por tirar fotos de suas conquistas. Mais precisamente, de suas pernas, em um jogo de luz e sombras e ele tenta fazer isso com Lady V (V de Virgem), nome que Minerva adota no clube. Acho tão engraçado saber o quanto as pernas e panturrilhas eram super protegidos antigamente. O susto que Minerva, e depois sua cunhada Grace, tem ao falar sobre esse assunto, me tirou belas risadas. Quando Minerva revela que é virgem, Ashe diz que ele não fica com virgens, por não saber como agir. Só que ele fica obcecado em descobrir quem é aquela mulher por trás da máscara branca.

Em um baile, Minerva e Ashe se reencontram e ele fica intrigado com a lady que está observando suas fotografias tão atentamente. Claro que, sendo o esperto que é, Ash começa a ligar vários pontos entre Lady V e Minerva e está disposto a descobrir se as duas são a mesma pessoa.

O que eu achei muito curioso sobre Minerva é que enquanto ela é totalmente independente e cheia de certezas, ela é super insegura com sua aparência. Ela não acredita que um homem lindo como Ashe irá se interessar por alguém como ela e sempre fica pensando que seu dote pode ter algo a ver com isso. Só que como acredita que Ashe é bem rico, vai se rendendo aos seus encantos. Mas, Ashe está passando por problemas financeiros, decide unir o útil ao agradável e casar com Minerva, mas sem revelar sua verdadeira situação.

Apesar do interesse dele pelo dote, Ashe gosta de Minerva. Quer fazer ela entender que é bonita, interessante e amaldiçoa todos os homens que a fizeram sofrer de algum modo. Os momentos entre eles são bem fofos. O flerte, o erotismo, a amizade que vai crescendo… é aquele tipo de história cativante total!

– Por que você não consegue entender o quanto eu te adoro? Você é uma combinação de ousadia e timidez que eu acho irresistível. Para não falar da paixão que existe entre nós.

Ashe tem medo do amor, por todo o sofrimento que ele viu o Marquês de Marsden passar. Mas tudo vai cair por terra quando ele tiver mesmo que (re)conquistar Minerva. Eu to muito apaixonada por esse casal. Ele, mesmo cometendo alguns pequenos erros, ganha pontos por apoiar tudo sobre Minerva, mesmo sendo algo considerado absurdo para época.

– Eu sei como ela pode ser teimosa. E magnânima. Eu sei que ela pode destroçar uma lady se quiser, mas ela se controla para não fazer isso. Ela poderia vencer uma luta num ringue de boxe. Ela cheira a verbena. Ela não tem vergonha na cama. E é inteligente. Incrivelmente inteligente. Ela enxerga oportunidades de investimento. Ela pensa como um homem, o que o senso comum diria que não é atraente, mas isso só me faz querê-la mais ainda. 

O livro é livre de drama. Na verdade, ele tem bastante alívio cômico, principalmente quando Lovingdon, irmão de Minerva, tenta protegê-la. A narrativa é em terceira pessoa, o que achei essencial para o entendimento do livro. Vemos a relação de Ashe com os amigos/ irmãos e isso é bem importante para entender pontos da vida dele e que moldaram quem ele é. E para dar gancho para os próximos livros da série: que serão de Edward e depois, Locksley. Tem um conto do Marquês de Marsden, mas não sei se será publicado.

Valeu muito a pena a leitura e me fez amar o gênero. O casal me conquistou e já me deixou com saudades e com vontade de vê-los nos próximos livros da série. Além de com muita curiosidade e expectativas para os livros dos outros Sedutores de Havinsham.

A diagramação da editora é uma graça a parte. Eu to absolutamente encantada por cada mínimo detalhe dele, principalmente a máscara que é usada para divisão dentro dos capítulos.

 158.JPG

Para encerrar, preciso só falar sobre uma curiosidade. Assim que acabei de ler, fui procurar sobre a série. E bem, o que eu descobri é que o nome original não tem na-da a ver com o nosso. Falling Into Bed with a Duke é algo do tipo “Caindo na cama com um duque”. Decisão mega acertada da editora em trocar isso. A capa original também é beeem diferente, ainda que tenha a ver com a história. Mas com certeza, a Gutenberg também acertou na mudança. Nossa capa é uma das mais bonitas que já vi!

{9199A091-5367-47E0-A5A8-1BD6C411E316}Img100.jpg
Capa original

O livro, que foi cedido pela Editora Gutenberg no Evento da Aliança dos Blogueiros – RJ, ganha a quantidade máxima de Angélicas. Espero que vocês gostem do livro tanto quanto eu.

classificacao-5-angelicas

Anúncios

2 comentários em “Resenha ‘Codinome Lady V – Lorraine Heath’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s